//

Consultor da NASA diz que os extraterrestres já vivem entre nós

45

O empresário Robert Bigelow, consultor e colaborador da NASA, está “absolutamente convencido” de que os extraterrestres existem – e que vivem entre nós na Terra.

Numa entrevista sobre tecnologias espaciais do futuro dada a Lara Logan, do programa “60 Minutes”, da cadeia norte-americana CBS, o empresário Robert Bigelow, director da empresa aeroespacial Bigelow Aerospace, afirmou este domingo que os extraterrestres existem – e que estão “bem debaixo dos nossos narizes.”

“Estou absolutamente convencido disso”, disse o empresário, quando Lara Logan lhe perguntou se acreditava em extraterrestres.  E logo a seguir, Bigelow diz que estava mesmo convencido de eles que vivem entre nós.

“Acredito na presença de extraterrestres entre nós, neste momento“, disse o empresário, que lembrou que já gastou “milhões e milhões” do seu próprio dinheiro a investigar esta questão – e que provavelmente gastará no tema mais do que alguém já fez nos EUA.

Robert Bigelow, normalmente controverso e uma figura pouco convencional na indústria aeroespacial, diz que não se importa com o que as pessoas pensam sobre as suas crenças, porque “isso não vai mudar a realidade do que sabe“.

O empresário, de 73 anos, não esclarece se foi a sua actividade nesta indústria que o fez ter estas ideias, mas relata um “encontro imediato” que os seus avós tiveram, na região de Las Vegas – episódio que despertou o seu interesse pelo assunto.

(td) Bigelow Aerospace

Robert Bigelow, fundador da Bigelow Aerospace, diz que os extra-terrestres existem - e estão bem debaixo dos nossos narizes

Robert Bigelow (à direita), diz que os extra-terrestres existem – e que estão bem debaixo dos nossos narizes

Bigelow diz ainda que o Mundo está agora a assistir a uma nova corrida espacial, mas que desta vez não é uma corrida entre os Estados Unidos, a Rússia ou a China. A nova corrida ao espaço é entre empresas privadas, lideradas por bilionários como Elon Musk, da Space X, Jeff Bezos, da Blue Origin, ou Richard Branson, da Virgin Galactic.

“A corrida ao espaço não vai ser ganha pelos Estados Unidos. Tudo no espaço vai ser liderado em absoluto por empresas privadas – talvez dos Estados Unidos”, diz Bigelow.

A Bigelow Aerospace constrói estações espaciais para uso comercial e desenvolve tecnologias de vanguarda para permitir no futuro que os seres humanos habitem o cosmos. A empresa colabora regularmente com a NASA, e alguns das naves de Bigelow Aerospace já foram testadas em viagens com destino à Estação Espacial Internacional, EEI.

A sua abordagem aposta em aeronaves e estruturas espaciais leves e “insufláveis“, que se expandem no espaço – o pode revolucionar a forma como se vive e trabalha em gravidade zero, e é a única alternativa viável que alguém jamais apresentou às estruturas metálicas que acolheram no espaço todos os astronautas em mais de meio século.

  ZAP //

45 Comments

  1. Isto é bem verdade. Eu, ainda este último fim-de-semana, estive a jogar poker com dois adversários que consegui eu perceber que eram extraterrestres. E, atenção: eles fazem batota!
    Mas, não posso estar para aqui a perder muito tempo com comentários. Está na hora de eu ir ver mais um documentário do Canal de História.

  2. Eu lamento os comentários jocosos dos meus amigos. É isso mesmo que querem que você faça. Disfarçar a pouca abrangência de conhecimento sobre EXOPOLITICA, com tiradas infantis é sempre a saída dos heliocêntricos.

    Mas não tem problema e não se sintam ofendidos. Vocês fazem parte de 99,99% das pessoas que foram induzidas a esta atitude, através do main streem media.

    Porém, vou lhes dar uma dica. Se o assunto lhe interessa é você não sabe nada, apenas diga “eu não sei. Alguém pode me dar uma luz? Agora se o assunto não lhe interessa, então não escreva nada.

    Tenho certeza que todos possuem curiosidade mas tem vergonha de perguntar.

  3. O que é Exopolítica? – Geral Forum
    https://www.geralforum.com › … › Mundo Oculto › Ovnilogia e Ufologia
    02/03/2013 – A Exopolítica é um campo científico interdisciplinar, com raízes nas ciências políticas, que se focaliza na investigação e educação pública no …

  4. A teoria destes 0.01% que acham que estão certos, face aos outros 99,99% que estão errados,
    faz-me sempre lembrar aquela anedota, do palerma que ia em contramão na autoestrada…

    • Eu faz-me lembrar aquela cena da Terra parada e o Sol e demais estrelas a girarem à sua volta. Ninguém comprava esta teoria, por mais fundamentada que estivesse. E quem a defendia … fogueira. Estou a reduzir a linguagem básica para ser entendida pelos 99% dos comentadores que aqui postam sentença.

  5. Não há, nunca houve, nem nunca haverá vida inteligente a não ser neste cantinho ultra-privilegiado do universo (que é sempre maior do que se imagina a cada década que passa). A nossa bem limitada espécie é o topo da criação material em termos de inteligência e é inultrapassável.
    Pronto, com isto acabei com ETs para sempre.

      • Lembrando: A maioria das pessoas não sabe física quântica e um monte de outras coisas; não gosta de ler e tampouco de investigar evidências. O mais fácil é entrar no e-farsas e acreditar nele. Ponto. Alerta: o mais fácil é para os mais fracos. Os mais fracos são os mais manipulados mentalmente.

  6. Eu conheço por cá é muitos terrestres que deveriam ser enviados para qualquer outro planeta bem longe daqui para ver se a humanidade consegue viver mais em paz.

  7. Ca por estes lados aposto que vão arranjar uma base num condomínio em Lisboa. Tá na moda. Também ando meio desconfiado do Castelo Branco ser um. Só pode. O meu gato quando vê uma foto dele assanha-se todo e os gatos têm um 6° sentido do caraças para estas coisas. Também aqueles sacerdotes do Reino de Deus …hmmm… falam falam falam tanto sem sequer se cansarem ou respirarem ou beberem agua…só podem ser robots. Mesmo. E o Bruno de Carvalho…a prometer campeonatos garantidos…só pode porque já sabe o futuro…outro extra-terreste. Mas está mal. Assim não tem piada nem dá luta. Se já sei quem vai ser campeão,qual é o interesse ? E o Passos a dizer que vinha aí o diabo ? Aposto que era uma mensagem em código para eles virem rápido.
    Acabei de espalmar na parede uma melga que me pareceu suspeita. Já tou mas é a desconfiar de tudo. Amanhá vem cá o gajo da Meo pôr a fibra e vou perguntar-lhe o nome do cantor que ganhou a eurovisão , e se o Benfica tem como mascote: 1- uma águia 2- uma girafa 3- o Papa. Se o gajo falhar alguma ta tramado. Dou-lhe com uma cabeça de alho e chamo a ASAE . Será um ET de certeza. Cá comigo nao brincam.

  8. Só agora é que deve ter visto o campeonato espanhol…. Sem dúvida que vivem entre nós, um em Barcelona (Messi) e outro em Madrid (Cristiano Ronaldo)!!! Mas ainda há dúvidas??

  9. Ouvi Bush e Obama a dizer mais ou menos isto: que dentro de uma década haveria uma base americana na Lua. Até os apresentadores do “Top Gear” andaram com os supostos veículos lunares algures num deserto americano. Uma questão que sempre me intrigou: a razão pela qual, meio século depois da 1ª ida á Lua, não passamos da orbita terrestre? Estranho, não?

    • Não.
      Eu explico-te.

      Amundsen foi, em 1911, o primeiro homem a chegar ao Polo Sul. We did it!
      Depois dele, mais uns quantos lá foram espetar a bandeira. O último dos quais, se não me engano o Scott, há 100 anos.
      Estranho? Não.
      Been there, done that, e custa dinheiro.

      A NASA andou anos a mostrar que se podia ir ao espaço e voltar no mesmo veículo. Por muito épico que fosse o programa Space Shuttle, que durou 39 anos, depois de duas catástrofes e biliões investidos, em 2011 pararam o programa e voltaram aos velhos foguetões (até foguetões russos usam para ir à ISS).
      Estranho? Não.
      Been there, done that, e custa dinheiro.

      O Homem só vai voltar a pisar a Lua em uma de cinco circunstâncias:
      1. quando já estiver em condições de ir para ficar.
      2. quando for economicamente viável ir lá extrair whatever que tenha valor
      3. se precisar disso para dar um salto a Marte.
      4. quando um país que não os EUA quiser (e puder) dizer “me too me too”
      5. quando uma empresa privada quiser dizer que foi a primeira privada a por um homem na lua
      Caso contrário, been there, done that, e custa dinheiro.

      • A explicação de que “custa dinheiro” não convence. Os russos foram não só os primeiros a disponibilizarem a privados (clientes) viagens em aviões de combate, como também viagens espaciais pagas. A única exceção feita numa nave americana, que me lembro, e não tendo o perfil habitual do quadro de astronautas da NASA, foi a experiência de uma professora do ensino primário que embarcou na nave que viria a ser, infelizmente, o primeiro desastre humano registado. Aí, como se comprova – ainda mais, dado que não se conhece que a pessoa em questão tenha pago o quer que fosse-, também não foi por causa do dinheiro.

        • “E” custa dinheiro…
          Não percebo que é que os russos terem dado boleia a um turista num avião tem a ver com o assunto. Duas pequenas correcções:
          1. o desastre do Challenger não foi (nem de perto nem de longe) o primeiro desastre humano (no espaço) registado. Foi o primeiro com um civil.
          2. a professora que morreu obviamente não ia “pagar a viagem”. Isso não faz sentido nenhum, a senhora não era nenhuma turista. Apesar de ser civil, fazia parte do programa “Teachers in Space”, da NASA.
          E não percebo que tem isso tudo a ver com o facto de ter vontade (e dinheiro) para fazer coisas que nunca fizemos é uma coisa de desaparece (a vontade e o dinheiro) para alcançar metas que já atingimos.

          • Dada a ambição que caracteriza a espécie humana até agora nada serviu como desculpa para se adiar e muito menos nada se fazer. Se não fosse verdadeiramente importante ir para lá de novo, não o teriam afirmado. A “conversa” passou a ser Marte. Por isso mesmo, só posso concluir que algo se passou. E como tal, não posso deixar de classificar essa mesma atitude como: estranha, não?

      • “3. se precisar disso para dar um salto a Marte.”

        Creio que há viagens pensadas para irem diretamente para Marte.

      • Amundsen chegou 1o e o Scott no seu rasto faleceu com 2 camaradas no regresso
        Chegaram os 2 praticamente ao mesmo tempo á base piscatória de baleias embora o Amundsen tenha partido 1o. Amundsen agilizou a sua expedição com base na sua experiencia com esquimós levando cães e trenós ligeiros. Scott mais científico resolveu levar tratores de rasto e cavalos e correu tudo mal. Avarias e os cavalos morriam tendo deixado a sua equipa sobrecarregada de alimentos e equipamento vitais. Scott acabou por morrer na volta junto com mais 2 companheiros a muito pouca distancia de um acampamento base com alimentos e roupa. Amundsen não ficou com a fama, então; a morte de Scott roubou-lhe o protagonismo e a sua épica conquista foi muito mal explicada e acompanhada na imprensa. Amundsen veio a falir e literalmente morreu na miséria ensombrado pela morte de Scott.

  10. E o homem muito provavelmente terá razão. E muito provavelmente todos os seres vivos deste planeta têm origem ET. Há muito que se desconfia que há muitos milhões de anos as poeiras de vénus poderão ter trazido a vida para o planeta terra, numa altura em que o sol se desenvolveu e o aumento da temperatura em vénus poderá ter provocado a evaporação de toda a água do planeta. Como resultado, microorganismos poderão ter sido levados para a atmosfera de vénus e daí terem-se espalhado (através de poeiras cósmicas) para a terra. Resultado: vénus poderá ter tido vida há muitos milhões de anos. O desenvolvimento do sol poderá ter implicado a morte de todas as formas de vida neste planeta mas criado condições para o planeta terra albergar vida. E se tudo se passou assim… então todos nós somos seguramente ETs, c******

  11. Voçês brincam …brincam mas eu todos os dias falo com ETS , é verdade !!!!
    Deve ser por isso que a minha família já me quiz internar, são parvos….coitados !! Nem eles sabem
    O que é bom um encosto numa ET quentinha !!!!

  12. seja a brincar ou a sério; de verdade ou mentira … reparem:
    1º faz uns seculos que 99% juravam que a Terra é plana.
    2º humbiguistas ao pensar que ‘nós’ é que somos os ‘unicos’ e oa ‘tais’.
    3º a brincar é que se dizem muitas verdade mas quem acredita?
    continuem a brincar mas recordem que sabemos mais sobre a proximidade da Terra mas muito poucos sobre as profundidades do oceano e parece que a maioria dos planetas com potencial para a vida poderá não ter ‘terra firme’ depois peguem no cerebro e usem-o.

  13. Eu não sei de nada. apenas penso que a Nasa tem alguma coisa escondida em algum Setor!!
    As pessoas debocham de tudo e´por isso que o Brasil não vai pra frente ou outros países miseráveis, pois se soubescemos de mais já estávamos sendo encinerados.

  14. Claro que sim, basta olhar para a cara do Sr. Robert Bigelow, e facilmente se conclui que efetivamente os ET’s estão entre nós e alguns até conseguiram emprego como consultores na NASA!

  15. Gostaria muito de entregar para o sr. Robert bigelow a prova em relação aos alienígenas estarem aqui no nosso planeta e em plena atividade. Acompanho os grays monitorando minha cidade desde 2013 e filmei e consegui fotografar eles em pleno vôo por três vezes e às fotos são extremamente nitidas para não deixar ninguém com dúvidas em relação a autenticidade super nítidas mesmo e o mais impressionante é que eles voam praticamente ivisiveis e não é uma nave em forma de disco, charuto ou delta e são aqueles grays que todos os abduzidos relatam . Se por acaso alguém encontrar o sr. Robert Bigelow diga que ele tem como provar sim pois as provas estão aqui no Brasil. Fotos e vídeos a prova de tudo, “Qualquer perito no mundo o às consagram”.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.