Mulheres dos soldados russos querem saber dos maridos

somiz / Flickr

Dezenas de mulheres de soldados russos tentaram manifestar-se esta quinta-feira em protesto pela falta de explicações sobre o paradeiro dos familiares, numa altura em que se multiplicam acusações sobre uma intervenção russa na Ucrânia.

As mulheres, a maior parte com pouco mais de 20 anos de idade, e muitas acompanhadas pelos filhos, juntaram-se hoje perto da base militar da 98ª Divisão Aerotransportada do Regimento 331, em Krostroma, 330 quilómetros a norte de Moscovo.

As autoridades russas impediram a manifestação, disse à France Press Valeria Solokova, mulher de um dos soldados do regimento.

Na companhia de 350 camaradas da mesma base, além de 50 outros soldados baseados em Ivanovo, o marido de Valeria Solokova foi enviado para participar em exercícios militares para a fronteira entre a Rússia e a Ucrânia mas até ao momento ainda não deu “qualquer sinal de vida” à família.

Na segunda-feira, 15 militares russos regressaram feridos ao quartel a norte de Moscovo, disse Solokova, acrescentando que o nome do marido não consta da lista de feridos ou de mortos.

ayguli / FLickr

15 militares russos regressaram feridos. Apenas se sabe que os restantes não estão na Rússia.

15 militares russos regressaram feridos. Apenas se sabe que os restantes não estão na Rússia.

Nenhuma informação foi fornecida pelos soldados que saíram de Kostroma sendo que os comandantes do regimento recusam prestar depoimentos sobre a eventualidade de os soldados se encontrarem em combate na Ucrânia.

“A única coisa que nos dizem é que eles não estão na Rússia“, disse ainda Sokolova.

De acordo com a presidente da Comissão das Mães dos Soldados Russos, Valentina Melnikova, citada hoje pela cadeia de televisão Dojd, conotada com a oposição ao presidente Vladimir Putin, cerca de 15 mil militares russos estão a combater na Ucrânia junto aos separatistas pró-russos.

A Rússia desmente as afirmações de Kiev e dos países ocidentais de que as forças de Moscovo estão a combater no leste da Ucrânia.

De acordo com a France Press, órgãos de comunicação independentes russos noticiaram a realização de funerais secretos de paraquedistas russos que foram mortos na Ucrânia e que foram sepultados recentemente no norte da Rússia.

“Estas informações só podem ser confirmadas pelas autoridades competentes”, declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, em declarações ao agência oficial Itar-Tass sobre os alegados funerais secretos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Parar de comer quando se está cheio nem sempre é fácil (e há uma razão para isso)

Com alguns alimentos, parar de comer — mesmo quando se está cheio — nem sempre é fácil. Isto porque algumas destas comidas podem ter sido feitas de forma a que tal aconteça. Nenhum alimento é criado …

Há milhares de misteriosos buracos no fundo do mar da Califórnia

Surgiu um novo mistério perto da costa de Big Sur, na Califórnia, no fundo do Oceano Pacífico: há milhares de pequenos fragmentos redondos retirados dos sedimentos do fundo do mar.   A descoberta foi feita como parte …

NASA apresenta "mapa do tesouro" para encontrar água em Marte

Uma equipa de cientistas da NASA elaborou um mapa da água congelada que existe em Marte e que se acredita estar a apenas 2,5 centímetros abaixo da superfície do Planeta Vermelho - isto é, à …

Já se sabe como é que planetas florescem a partir de pequenos pedaços de poeira

Uma equipa de investigadores validou uma teoria que pode explicar como é que os planetas crescem a partir de pequenos pedaços de poeira interestelar. O crescimento de um pequeno pedaço de poeira até um planeta inteiro …

Rainha Isabel II está a procura de um gestor de redes sociais

A família real britânica está à procura de um gestor de redes sociais. O salário vai oscilar entre os 53 e 59 mil euros anuais por 37 horas semanais, de segunda a sexta-feira. A rainha Isabel II …

Cinco antepassados de crocodilos viveram há 150 milhões de anos na Lourinhã

Pelo menos cinco crocodilomorfos, antepassados dos crocodilos, viveram na região da Lourinhã há 150 milhões de anos, durante o período do Jurássico. Num artigo publicado na Zoological Journal of the Linnean Society, os paleontólogos Alexandre Guillaume, …

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …