No início dos anos 2000, uma mulher tomou banho em álcool. No dia seguinte, estava morta

Epidemias anteriores à covid-19 fizeram com que as pessoas tomassem medidas drásticas na tentativa de se protegerem. Algumas tiveram consequências trágicas.

Mais de 30 países foram atingidos pelo surto de SARS de 2002 a 2004. Taiwan registou 664 casos prováveis ​​da doença entre março e junho de 2003, com 346 confirmados por PCR ou testes de anticorpos. Destes casos, 73 foram fatais.

Na altura – tal como nos dias de hoje -, as pessoas tentavam proteger-se do vírus. Uma mulher de 45 anos acabou mesmo por falecer, na sequência de um esforço incomum e bizarro para evitar adoecer. Segundo o IFL Science, morreu após tomar um banho demorado em etanol 40,5%.

De acordo com os autores do relatório do caso médico, publicado na Forensic Science International em 2005, a mulher tomou banho “por volta das 23h” e “foi encontrada morta por volta das 11 horas da manhã do dia seguinte”.

A concentração de álcool no sangue (TAS) era de 1.350 miligramas por 100 mililitros de sangue (ou 1,35%). Para efeitos de contexto, uma TAS de 0,4% pode ser fatal. Os cálculos dos autores indicam que a mulher teria que absorver 1,5 litros de álcool a 40% para chegar a esta taxa de alcoolemia.

Como a banheira era muito pequena e a cabeça da mulher foi encontrada acima do nível do fluido, é muito improvável que tenha bebido o álcool. Além disso, a mulher não apresentava sinais de trauma, ingestão de drogas ou afogamento.

O álcool terá sido inalado ou absorvido pela sua pele.

Apesar de este caso ser chocante, os efeitos adversos graves da desinfeção da pele com álcool são raros. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), “os estudos publicados até ao momento mostraram que, depois de usar os anti-sépticos, os níveis de álcool encontrados no sangue são insignificantes (etanol) ou não detetáveis ​​(isopropil)”.

Ainda assim, este caso mostrou que as pessoas que enfrentam uma crise como a epidemia de SARS podem tomar medidas extremas.

Em abril do ano passado, o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos observou um aumento incomum de envenenamentos devido a exposições prejudiciais a produtos de limpeza doméstica.

Os resultados do Relatório Semanal de Morbidade e Mortalidade do CDC revelaram que 6% dos inquiridos disseram ter inalado intencionalmente os vapores dos produtos de limpeza, incluindo lixívia, e 4% das pessoas relataram gargarejar ou beber produtos de limpeza, sabão e lixívia.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Por acaso foi pena o ZAP não ter incluido aqui a referência do incitamento do Trump ao uso de desinfetante para se proteger do virus. A notícia em baixo, relativa a casos semelhantes também não refere o nome de Trump… É pena…

RESPONDER

Lisboa sobe mais de 20 lugares no ranking. É a 83.ª cidade mais cara do mundo

Lisboa é a 83.ª cidade mais cara do mundo em termos de custo de vida, subindo 23 posições no ranking em relação ao ano passado, num estudo da Mercer divulgado esta terça-feira, que é liderado …

Governo espanhol aprova indultos a nove líderes independentistas catalães na prisão

O governo espanhol aprovou esta terça-feira a concessão de indultos a nove líderes independentistas catalães a cumprir penas de prisão pelo seu envolvimento na tentativa de autodeterminação daquela região espanhola em 2017, anunciou o primeiro-ministro …

Direitos humanos. Confronto entre China e Canadá na ONU

O Canadá denunciou esta terça-feira na ONU, em nome de cerca de 40 países, a situação dos direitos humanos na província chinesa de Xinjiang e em Hong Kong, pedindo a Pequim uma investigação às violações …

Ministra da Saúde afasta limitação de visitas. Mas Associação de lares defende regresso da proibição

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou esta terça-feira que não há necessidade de voltar a limitar as visitas a lares de idosos, advogando que as pessoas vacinadas contagiadas com o novo coronavírus desenvolvem “uma …

Tripulantes da TAP queixam-se de "extrema violência psicológica" e escrevem carta ao ministro

Um grupo de tripulantes de cabine da TAP escreveu uma carta a Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, na qual dizem temer que o processo de despedimento coletivo avance em julho e que já saíram …

Marcelo considera que legislativas de 2023 devem servir para julgar uso dos fundos europeus

O Presidente da República defendeu esta terça-feira que Portugal tem de dar "o salto" com os fundos europeus e considerou que as eleições legislativas de 2023 devem servir para os portugueses julgarem a sua utilização. "Cabe …

Portugal regista mais 1.020 casos e seis mortes. Internamentos continuam a aumentar

Portugal registou esta terça-feira 1.020 novos casos de infeção por covid-19 e mais seis mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

"Toma a vacina ou ponho-te na prisão". Presidente das Filipinas ameaça prender quem recusar ser imunizado

O Presidente das Filipinas ameaçou prender quem se recusar a tomar a vacina contra a covid-19, numa altura em que o país combate o pior surto da doença desde o início da pandemia. "Se não se …

Preços das casas continuam a subir. Centeno alerta para riscos de bolha imobiliária

Os preços das casas voltaram a registar um aumento em relação ao mês passado e não subiam tanto há mais de dois anos. Uma situação que leva o Banco de Portugal a alertar para os …

Itália segue os passos de França e Espanha e abandona o uso de máscara na rua

A Itália vai suspender a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre a partir do próximo dia 28 de junho, revelou o governo na segunda-feira. Depois de ter sido considerado o epicentro da pandemia, Itália …