Arruada tensa do CDS. Mulher tentou agredir Cristas no Porto

Mário Cruz / Lusa

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas

A arruada do CDS-PP, com Assunção Cristas, no Porto viveu momentos de tensão, com protestos de pessoas contra o ex-governo PSD/CDS, empurrões e até uma tentativa de agressão à líder centrista.

Durante a arruada, algumas pessoas gritaram e protestaram contra o anterior Governo, a que Assunção Cristas pertenceu, e as medidas de austeridade tomadas na altura. Num destes protestos, junto à rua de Santa Catarina, uma mulher aproximou-se de Cristas aos gritos e empurrou-a.

Membros da comitiva do CDS tentaram proteger a presidente, e um deles, Fernando Barbosa, líder da distrital e candidato a deputado do partido pelo círculo do Porto, empurrou a mulher, afastando-a de Assunção Cristas.

No final, a mulher afirmou a jornalistas que tinha empurrado Cristas, gritou-lhes “ladrões”, com vários palavrões à mistura: “São uns ladrões, não se aproveita nada. Não gosto dela.”

Até ao final da arruada, entre as 18h00 e as 18h45, animada com bombos, rufos e gaita-de-foles, a presidente do CDS nada disse sobre o incidente.

Esta quinta-feira, a líder do CDS reagiu ao incidente na sua conta do Facebook, afirmando que não pode aceitar este tipo de abordagem.

“Agradeço muito as mensagens de solidariedade, apoio e preocupação que tenho recebido desde que a comunicação social deu nota de um incidente durante uma ação de campanha no Porto”, começou por escrever.

Este tipo de situações são inaceitáveis. Quem me conhece e acompanha a minha vida política sabe que percorro todo o país e converso com todas as pessoas. Gostem ou não de mim. Apoiem ou não as minhas ideias e as propostas do meu partido. Converso sempre com todos. Todos. De forma educada e civilizada. Por isso mesmo, não posso aceitar este tipo de abordagem, numa cidade de que tanto gosto. Também o Luís, da Juventude Popular, viu-se envolvido neste triste episódio, enquanto participava livremente numa iniciativa do partido. Uma palavra de carinho para ele”.

“Amanhã estarei novamente na rua para conversar com as pessoas. Se alguém pensa, qualquer que seja a motivação, que me pode condicionar com este tipo de ações, desengane-se. Continuarei a defender as ideias em que acredito. Sempre em liberdade”, conclui a líder centrista.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

20 COMENTÁRIOS

  1. Isto revela bem ao que chega o PS e os seus apoiantes. A Cristas foi a única que lhes fez oposição nos últimos anos. E como diz o ditado: quem se mete com o PS leva (daí o símbolo do PS ser uma mão fechada). É triste e profundamente lamentável. E quanto a essa senhora não compreendo como é que anda solta a agredir pessoas.

    • É… só pode ter sido o PS, até porque todos os restantes portugueses ficaram extremamente contentes com o governo em esta advogada beata foi ministra!…

    • Se é uma vergonha… porque não se identifica?! Chamo-me MARIA JOÃO e digo-lhe o que é uma VERGONHA! Foi a lei que esta “senhora” fez aprovar, do arrendamento, que expulsou o meu Pai de uma casa onde esteve 40 anos, mas que infelizmente não conseguiu comprar. E não, não eram rendas de miséria, mas sim rendas já bem altas para 1970!!! E não, os senhorio não era explorado, o meu Pai muitas vezes reparou o prédio, fez melhoramentos, de GRAÇA, não só no apartamento que ocupava, como muitos outros, nas zonas comuns, etc. O senhorio adorava o meu Pai mas, quando morreu, vieram os filhinhos, que queriam dinheiro, muito dinheiro!!!! O meu Pai, REFORMADO, ficou na rua, porque a sua renda de 90 euros passou p/quase 400 EUROS, isto em 2010, por aí (lamento se não tenho bem presente o ano). Pode ser da PRAGA que lhe roguei, mas passados 8 anos, o apartamento continua fechado, nem alugado, nem vendido! Cada dia se deteriora mais! VERGONHA?! VERGONHA é esta “senhora” pavonear-se e estar tão preocupada com as pessoas, que depois das eleições passarem, nem lhes tocam! Mas quanto a isso, são todos iguais, da extrema esquerda à extrema direita!!! Ea lei dos eucaliptos, que tanto protegeu e agora condena?! Quanto a mim, se a vejo na rua, pode ter a certeza que não falho e com alguma coisa ela leva em cima pelo mal que fez ao meu Pai!!! Ah, e quanto a analogias de símbolos, lembro-me bem de um PADRE dizer há muitos anos: “votem no CDS e no PSD, pois têm as SETAS a apontar p/o céu e para Deus” – E esta, hein???

      • A renda era alta para 1970 mas depois não cresceu ao ritmo da inflação! em 1970 comprava-se um carro bom com umas dezenas de euros (gasto mais agora a encher um depósito!) Alguns senhorios só tinham uma casa alugada em que tinham investido as suas poupanças pensando que a renda ia apoiar a sua reforma e depois encontram-se a receber rendas baixas (e com exigência de obras que não podem pagar, conheço quem tenha sido intimado a fazer obras, sob ameaça de expropriação, que só serão pagas com as rendas atualizadas pelas obras em mais de cinco anos!)
        Nem todos os proprietários são magnatas! E mesmo os que tenham bastante dinheiro, são obrigados a substituirem-se ao Estado?

        (lá vou receber muitos insultos por exprimir uma opinião!)

        • Bom dia MM.
          Cresceu mesmo ao nível da inflação, acredite! E mesmo que não tivesse crescido, tudo o que o meu Pai sempre deu ao senhorio pagava outra renda, ou mais! Porque o meu Pai é um homem dos antigos, que sabe fazer TUDO.
          Mas Leis são Leis e compreendo perfeitamente que têm que existir diferenças: não podemos todos ser ricos, mas também não temos todos que ser pobres ou miseráveis!
          Quanto a si, nunca o insultaria! Até porque já o fui, várias vezes, e tento sempre ser positiva e correcta. Mas há coisas que doem mesmo muito, de tão injustas que são! E para tantos que falam, só quando passam por situações parecidas é que dão valor. Bom fim de semana para si!

          • Muito obrigado pelo seu comentário!
            Infelizmente muitos dos comentadores usam a internet para mostrarem o que de pior tem na sua personalidade!
            A discussão correta e civilizada foi a maior conquista da humanidade permitindo o avanço civilizacional.
            Neste relacionamento entre inquilinos e senhorios há muitos maltratados de ambos os lados (conheço pessoalmente vários casos dos dois lados)!
            Bom fim de semana!

      • cara Senhora Maria João, deixo aqui uma palavra de tristeza pelo que aconteceu com o seu pai e com muitos outros por causa da porcaria de governo (para amigos) do qual esta “santinha” fez parte, o meu caso e o de muitos outros é que tivemos de sair de Lisboa para os arredores por não conseguir pagar rendas da casas que foram retiradas a pessoas como o seu pai, o que diz aqui desta “santinha” é apenas um pequeno estrago daquilo que ela e os amigos fizeram na nossa vida, e é muito benfeito que o apartamento continue vazio, espero que esse e muitos outros em que os gulosos dos donos expulsaram os decentes inquilinos apenas em nome do dinheiro. não sou a favor da violência nem de rótulos, mas não posso deixar de dar um aplauso é Senhora que teve a coragem de fazer isto.

        • Bom dia caro Senhor Jorge Simões Nuno.
          Muito obrigada – já lhe respondi, mas não a vejo publicada aqui, é pena porque era bastante completa….
          Também o meu Pai teve que ir arranjar uma casa a quase 150kms de Odivelas e mesmo assim, são €250.
          Excelente fim de semana para si e felicidades.

      • Mais uma frustrada do PS que vem aqui debitar um conjunto de disparates e perfeitas incongruências que revelam bem que a história está muito mal contada. Renda alta em 1970?! Isso foi há quase 50 anos. Depois desse período as rendas estiveram quase congeladas! Conheço casos de pessoas que viveram durante 40 e mais anos em casas arrendadas e tinham apartamentos na mesma cidade. E o senhorio queria a casa e não a conseguia para os seus filhos.
        E já agora, a senhora ainda ganha o mesmo que em 1970?!
        Antes da Cristas toda a gente se queria desfazer dos imóveis nos centros das cidades. Eram um verdadeiro problema para os senhorios. Por isso é que tínhamos cidades envelhecidas e prédios a cair por todo o lado. Mas também disto não se deve recordar. Tem uma memória enviesada porque fala a voz do dono.
        Procure arrumar melhor as suas ideias antes de vir aqui comentar. Se for para inventar disparates, monte melhor a história.

        • A frustrada que não o é, identifica-se, mas quanto à “história da carochinha”, não sei quem é! A casa é nos arredores, nos subúrbios, e 90€ continuava a ser uma renda alta SIM, proque tinham todas as obras e melhoramentos de graça!!!!
          Não estoua inventar nada, informe-se também… passe muito bem.

      • D. Maria João, o que diz não está correcto. Aconteceu o mesmo com o meu pai, mas eu inviabilizei o processo. O NRAU é bem explicito. Todas as pessoas com 65 anos ou mais, não podem sofrer quaisquer aumentos nem ser despejadas, (a não ser claro por falta de pagamento de rendas) bastando para isso fazerem meio de prova. No caso dos herdeiros, que penso que foi o caso, quererem vender, o inquilino pode exercer o direito de opção, mas se não puder comprar, então, tem que sair, e, isso acontece a qualquer um. E não, não sou do CDS.

        • Bom dia D. Luísa Almeida. Desculpe, mas é, ou melhor dizendo, no caso do meu Pai foi. Nunca falhou c/uma renda, mesmo os filhos tendo sofrido com isso, na década de 80. O meu pai teve uma carência das rendas até não poder ususfruir mais… Fomos à DECO, tentámos tudo… mas nada mais se podia fazer. De €90 para €400 ninguém consegue sendo reformado…. e até mesmo estando na vida activa. Com grande pena minha, não consegui ajudar mais. Muito obrigada pelos seus esclarecimentos e bom fim de semana

  2. Qualquer agressão física é altamente condenável. Como já puderam constatar, tenho um repúdio incontestável por esta Politica de pacotilha chamada Cristas. No entanto não é de admirar que tenha que levar com criticas mais ou menos “contidas”, pois a hipocrisia que demonstrou esta Sra. e seus comparsas, durante a sua actividade Politica paga-se no momento certo, ou seja Domingo próximo espero que este “partideco” apanhe um grande banho de agua gelada, e se desaparecer do mapa será uma inutilidade a menos !!!!

  3. D. Maria João, o que diz não está correcto. Aconteceu o mesmo com o meu pai, mas eu inviabilizei o processo. O NRAU é bem explicito. Todas as pessoas com 65 anos ou mais, não podem sofrer quaisquer aumentos nem ser despejadas, (a não ser claro por falta de pagamento de rendas) bastando para isso fazerem meio de prova. No caso dos herdeiros, que penso que foi o caso, quererem vender, o inquilino pode exercer o direito de opção, mas se não puder comprar, então, tem que sair, e, isso acontece a qualquer um. E não, não sou do CDS.

    • Bom dia D. Luisa Almeida. Respondi-lhe em cima. Entretanto, uma informação adicional. À data de tudo isto, o meu Pai tinha pedido a reforma antecipada, c/cerca de 40% penalização porque infelizmente NÃO conseguia arranjar trabalho, a minha madrasta é muito doente e tinham que COMER. Bom fim de semana para si.

RESPONDER

Parlamento aprova diplomas para alargar gratuitidade das creches e "direito ao esquecimento"

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um projeto-lei para o alargamento da gratuitidade das creches e de soluções equiparadas e ainda um diploma que consagra o "direito ao esquecimento". A Assembleia da República aprovou um projeto-lei do …

Costa está muito empenhado num acordo pelo OE, mas não "a qualquer preço"

O primeiro-ministro disse, esta sexta-feira, que o Governo vai fazer tudo ao seu alcance para chegar a um acordo sobre o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), mas advertiu que "um acordo não se obtém …

Evergrande escapa por um triz ao default e garante o pagamento de juros de 71.7 milhões de euros

A gigante imobiliária chinesa conseguiu cumprir com o pagamento dos juros no limiar do fim da extensão do prazo. No entanto, persistem os receios sobre a possibilidade da crise na China contagiar a economia mundial. A …

Pessoas a andar na rua em Viena, Áustria

Em caso de apagão geral, Áustria é o primeiro país europeu a ter um Plano B(lackout)

E se houvesse um apagão que afetasse todo o continente europeu? O cenário é o argumento que o Ministério da Defesa austríaco tem usado para enviar um aviso à população desde o início deste mês. A …

Só um terço das empresas em Portugal têm gestores com um curso superior

O estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos refere que este valor é negativo para o país já que a formação superior dos gestores está associada à produtividade e há maior probabilidade da empresa começar …

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …

Entre a pandemia e os preços da energia, Marcelo alerta que chumbo do OE criaria "mais um problema"

O Presidente da República reiterou, esta sexta-feira, que deseja evitar uma crise política criada por um eventual chumbo do Orçamento de Estado, porque "só juntaria um problema" à pandemia e à subida dos preços dos …

França dá a partir de dezembro "cheque-combustível" de 100 euros

França vai dar a partir de dezembro um “cheque-combustível” único de 100 euros a cerca de 36 milhões de condutores que ganham menos de 2.000 euros por mês devido à escalada dos preços do gasóleo …