Mulher de Ricardo Salgado já não vai ser ouvida como testemunha

Manuel De Almeida / Lusa

Ricardo Salgado (E), ex-presidente do BES, à saida do Tribunal Central de Instrução Criminal

A mulher do ex-banqueiro, Maria João Salgado, foi dispensada pela defesa de ser ouvida como testemunha. Padre da capela da família foi chamado, mas não apareceu no tribunal.

Maria João Salgado, que deveria ser ouvida esta segunda-feira como testemunha, naquela que é a quinta sessão do julgamento que resulta de separação dos processos da Operação Marquês, foi dispensada pela defesa de Ricardo Salgado.

Segundo o Público, os advogados alegaram que prescindiram desta testemunha como de outras que acabaram por não considerar fundamentais.

Por outro lado, o padre Avelino Alves, sacerdote da capela da família, junto à casa em Cascais, deveria ser ouvido esta segunda-feira, mas não compareceu em tribunal.

De recordar que Ricardo Salgado estava inicialmente acusado de 21 crimes, entre corrupção ativa, branqueamento de capitais, falsificação de documento e fraude fiscal qualificada.

No entanto, a decisão do juiz de instrução Ivo Rosa, a 9 de abril, foi a de o levar a julgamento apenas por três crimes de abuso de confiança, num processo autónomo.

No início da quinta sessão de julgamento os juízes avisaram que queriam marcar para o dia 22 de outubro a audição das últimas três testemunhas, assim como as alegações finais.

De acordo com o Público, a defesa queria adiar as alegações finais sustentando que Ricardo Salgado poderia vir a prestar declarações em tribunal, mas que isso estava dependente dos recursos feitos para o tribunal da Relação.

O julgamento continua com a audição de João Pinho Cardão, diretor financeiro da Rio Forte, umas das sociedades da cúpula do Grupo Espírito Santo.

  ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O que cai e o que fica: as medidas que o chumbo do OE deita por terra e as que permanecem

O grosso das medidas previstas na proposta de Orçamento do Estado para 2022 não deverá sair do papel. As aprovadas em Conselho de Ministros, por sua vez, manter-se-ão viáveis, já foram discutidas fora da sede …

Truque permite que o Orçamento não seja votado esta quarta-feira

Há um mecanismo que, se for acionado, permite que o Orçamento do Estado para 2022 sobreviva mesmo que não seja votado. O Orçamento do Estado para 2022 pode baixar à comissão sem votação. Este mecanismo, nunca …

Conceição reconhece supremacia do Santa Clara e admite culpa na derrota

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, reconheceu que o Santa Clara foi superior e diz-se culpado pela derrota pesada que deixa o clube fora da Taça da Liga. O FC Porto está fora da Taça …

"Vechtpartij", quadro de Jan Steen.

Antigos jogos de bebida acabavam em vinho derramado e esfaqueamentos

Hoje vistos como jogos de diversão para jovens, na antiguidade, os drinking games (jogos de bebida) eram comuns em toda a sociedade — e, por vezes, terminavam mal. O kottabos era um antigo jogo de bebida …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conversa com o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues

Marcelo pediu e Ferro esteve atento. Esquerda prefere um novo OE e Presidente tem um dilema em mãos

Marcelo Rebelo de Sousa pediu ao presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, para ir acompanhando e informando o chefe de Estado sobre a situação no Parlamento, face a um eventual chumbo do OE2022. …

Com novo Orçamento pendurado, Portugal pode ficar meio ano em duodécimos

António Costa diz que não se demite, nem com o chumbo do Orçamento, e admitiu governar o país em duodécimos até junho. Face a um eventual chumbo do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), avizinha-se um …

O óvulo humano é 10 milhões de vezes maior que o espermatozoide. Agora, já sabemos porquê

A evolução levou a que a maioria das espécies deixassem de ser isogâmicas — com gametas semelhantes entre os dois sexos — e passassem a ser heterogâmicas, o que ajuda a explicar a diferença nos …

Jair Bolsonaro, Presidente do Brasil

Senadores aprovam relatório e pedem o indiciamento de Bolsonaro

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investigou no Senado brasileiro a gestão da covid-19, aprovou o relatório final, esta terça-feira, e pediu 80 indiciamentos por crimes durante a pandemia, entre eles do Presidente. Por sete …

PM sudanês deposto levado para casa após ter sido detido em "golpe de Estado"

Países pertencentes ao Conselho de Segurança da ONU não conseguem chegar a um consenso relativamente à condenação do golpe, já que alguns, como a Rússia, não o reconhecem. O primeiro-ministro sudanês deposto, Abdallah Hamdok, foi levado …

Marcelo defende que "a força das democracias está nos moderados" e pede convergências

Chefe de Estado quer evitar cenários como os vividos no final da I Guerra Mundial e após a Gripe Espanhola, onde, entende, se quis viver em pouco tempo e de forma eufórica o que se …