Não sabe quantas empresas tem, nem se é “a mulher mais rica de Angola”. Isabel dos Santos fala de caça às bruxas e de preconceito

Manuel Araújo / Lusa

Isabel dos Santos

Isabel dos Santos insinua que Portugal tem um “preconceito” contra empresários angolanos e que há uma “caça às bruxas” contra a sua família. Declarações numa entrevista ao Observador, onde assume que não sabe quantas empresas detém em Angola, nem se é “a mulher mais rica do país” como aponta a Forbes.

Numa entrevista no Hotel Ritz, em Lisboa, Isabel dos Santos recusa que tenha recebido favorecimentos do pai, José Eduardo dos Santos, enquanto este foi Presidente de Angola durante quase 40 anos.

A empresária afirma que não foi o pai que a escolheu para a liderança da petrolífera estatal Sonangol, mas sim o Governo angolano – Governo este que “não era presidido pelo meu pai, era presidido pelo Presidente da República”, aponta ao Observador, sustentando que “é preciso distinguir a pessoa da função”.

“Eu não tenho dúvidas de que o trabalho que fiz na Sonangol foi um trabalho extraordinário” que “marcou a diferença”, frisa ainda, rejeitando qualquer benefício do pai aos quatro filhos que ocuparam lugares em empresas importantes de Angola, enquanto ele foi Presidente da República.

Filho você vai ser sempre. Mas você não é só filho, é muito mais do que filho. Além de filho tem outras categorias, tem outros atributos”, analisa.

Isabel dos Santos também fala de uma “caça às bruxas” contra a sua família, notando que há “uma tendência de fazer parecer que todos os males que havia na sociedade eram responsabilidade de um grupo pequenino de pessoas, que era o Presidente e a sua família”. “Se me pergunta se há uma perseguição à família do antigo Presidente dos Santos, sim, há, isso é claro”, conclui.

A empresária diz mesmo que não vai a Angola desde 2018 porque tem medo, pois receia poder ser um alvo da elevada criminalidade que afecta o país.

Refutando as acusações de “lavagem de dinheiro” de Ana Gomes, Isabel dos Santos acusa também a SIC de mentir no âmbito da notícia que avançou que a empresária, o marido e a mãe são citados num relatório do Banco de Portugal devido a problemas de controlo dos riscos de branqueamento de capitais no banco BIC. “Essa informação que a SIC dá, não corresponde com a verdade”, assegura, falando numa “intenção clara de denegrir” a sua imagem.

“Não vejo nenhum outro investidor estrangeiro a ser tratado da mesma forma em Portugal”, acrescenta, questionando se há em Portugal “um preconceito sobre os investimentos virem de Angola”.

Na mesma entrevista, Isabel dos Santos diz que não sabe quantas empresas detém em Angola, mas admite que são “muitas”. “Não sei se sou a mulher mais rica do país”, refere ainda, notando igualmente desconhecimento quanto aos valores de facturação das suas empresas.

“Fazer esse somatório não é um exercício que eu faça porque acho que não é um exercício útil”, sustenta, apontando que não se trata de “um grupo empresarial único” e que “os investimentos são investimentos separados” . Mas lá vai admitindo que os números “são muito grandes”.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se fosse uma verdadeira caça as Bruxas como ela afirma, já estava manietada a uma estaca em cima de uma pira !….. Mas ainda alguém duvida da forma como a tribu de E.dos Santos, angariou fortuna ?????

  2. Boas tardes sr Isabel podia pelo menos dizer que sabe de quantas empresas e proprietaria para não fazer pensar que somos todos ricos

  3. Com uma quinta como a que o pai tomava conta, 14 vezes o nosso rectângulo, com petróleo, diamantes, marfim… à fartazana, sem ninguém para controlar, também eu era rico. Talvez ela tenha herdado dos avós…

  4. Os entendidos destas coisas disseram umas baboseiras e ficaram todos inchados. Preocupam-se com o que se passa em Angola e nenhum se pergunta onde foi o genro do Cavaco arranjar tantos milhões para “comprar” o Pavilhão Atlântico, que na verdade foi quase dado. Mas disso não interessa falar. É tabu “direitolo”.

RESPONDER

Novo modelo geofísico ajuda a prever furacões com origem no Golfo do México

Ao analisar a temperatura da atmosfera, que se encontra a vários quilómetros acima da Terra, os investigadores descobriram uma forma de prever quantos furacões podem afetar o Golfo do México no verão e no outono. Os …

Requiem. Supernova irá fazer uma "reaparição fantasmagórica" em 2037

Uma supernova distante, chamada Requiem, vai fazer uma "reaparição fantasmagórica" em 2037. O Hubble captou-a três vezes em 2016, graças a um fenómeno conhecido como lente gravitacional. A Requiem é o resultado de uma explosão estelar …

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …