/

Movimento jovem ajudou Biden a vencer. Agora, querem que combata a crise climática

Jim Lo Scalzo / EPA

Joe Biden

Uma participação recorde de jovens eleitores ajudou Joe Biden a vencer Donald Trump nas eleições norte-americanas de 03 de novembro. O Movimento Sunrise conseguiu influenciar 3,5 milhões de eleitores jovens em estados indecisos e agora quer ver o retorno desses esforços.

“Teremos que ver se Joe Biden é fiel à sua palavra quando disse que as alterações climáticas são o seu problema número um, mas tenha certeza de que o movimento estará lá para lembrá-lo a cada momento do caminho”, disse Varshini Prakash, co-fundador do grupo, citado na segunda-feira pelo Guardian.

Biden classificou a crise climática como uma “ameaça existencial” para os Estados Unidos (EUA) e traçou um plano de dois biliões para descarbonizar o setor elétrico e criar emprego em energia limpa. Este pacote é mais ambicioso do que o plano original do democrata, que grupos como o Sunrise ajudaram a aumentar.

A popularidade de Biden “entre os jovens era péssima há seis meses, mas, para seu benefício, ele voltou com um plano climático muito melhor”, disse Prakash. “É claro que não temos tempo para esperar. Os jovens estão apavorados com o que está por vir e vão pressioná-lo a fazer tudo ao seu alcance para garantir a ação climática”.

Um dos receios para os ativistas climáticos, apontou o Guardian, é uma repetição do fracasso de Barack Obama em promulgar uma legislação climática, após o colapso da tentativa de instituir um preço para as emissões de carbono. Biden será pressionado a seguir em frente sem os republicanos, com ativistas e Governo a atuar em conjunto pela mobilização climática.

Alguns protestos têm ganhado força devido às nomeações para o gabinete de Biden, nomeadamente o alegado retorno de Ernest Moniz, ex-secretário de energia que é favor do uso de gás em vez de apenas energia renovável.

“Biden tentará legislar primeiro, mantendo a prerrogativa de regular e acho que ainda há uma oportunidade para fazer isso – ele passou 30 anos no Senado e sabe como fechar um acordo”, disse Paul Bledsoe, consultor estratégico do Progressive Policy Institute.

Segundo o jornal britânico, os republicanos podem ser influenciados por um pacote de estímulo económico que inclui elementos verdes, como novas estações de recarga de veículos elétricos, reforma de prédios para torná-los mais eficientes em termos de energia e suporte para energia solar e eólica, apontou Bledsoe.

“Espero que ele [Biden] seja muito agressivo. Se ele tivesse o Congresso seria mais fácil, o Sunrise entende isso. Mas não acho que ele pretenda desapontar esta nova geração de ativistas do clima”, acrescentou.

Ainda de acordo com o Guardian, pesquisas recentes mostraram que há um nível recorde de preocupação entre os norte-americanos sobre a crise climática, com uma clara maioria a exigir uma resposta por parte do Governo.

“O eleitorado disse claramente que deseja uma ação sobre a mudança climática”, disse Heather McTeer Toney, ex-administradora regional da Agência de Proteção Ambiental e agora diretora da Força Aérea Limpa Moms. “É emocionante que o clima seja uma prioridade. Sei que não vai ser fácil, mas agora parece possível”, sublinhou.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.