George Floyd. Minneapolis ia contratar influencers para combater desinformação durante julgamento de Derek Chauvin

A cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos, planeava contratar seis influencers para ajudar a partilhar informações durante o julgamento de Derek Chauvin, o ex-polícia acusado de assassinar George Floyd.

De acordo com a CNN, o plano foi aprovado na sexta-feira passada pelo Conselho Municipal de Minneapolis, que autorizou 1.181.500 dólares em financiamento para contratos com várias organizações comunitárias durante o julgamento de Derek Chauvin, o ex-polícia acusado de assassinar George Floyd.

O plano incluía a contratação de influencers, definidos como tendo uma “grande presença nas redes sociais”, e teria exigido que partilhassem “mensagens geradas e aprovadas pela cidade”, afirma o plano.

Segundo o programa, que tinha como alvo comunidades negras, nativas americanas, hmong, somalis e latinas, cada influencer iria receber 2.000 dólares para neutralizar a desinformação que pudesse surgir durante o julgamento.

De acordo com o site da Câmara Municipal de Minneapolis, o programa tinha como objetivo fornecer informações e perceções às comunidades “que normalmente não seguem as principais fontes de notícias ou canais de comunicação da cidade e/ou que não consomem informações em inglês.”

“Families Supporting Families Against Police Violence”, um grupo que apoia famílias em Minnesota que perderam entes queridos devido à violência policial, denunciou o programa como um método para “controlar a narrativa” em torno do julgamento.

Segundo o fundador Toshira Garraway, a cidade deveria alocar recursos e alcançar famílias que foram afetadas diretamente pela violência policial. “Estas são as pessoas que têm algumas das respostas que procuram na comunidade”, disse. “Não confiamos neles porque quebraram a confiança das nossas famílias, quebraram a confiança das nossas comunidades.”

Nunca se tratou de tentar mudar ou persuadir a opinião pública sobre qualquer mensagem em particular, mas sim de divulgar informações importantes de forma rápida e equitativa”, disse David Rubedor, diretor de relações comunitárias e de bairro da cidade.

Rubebor sublinhou que a a palavra “influenciador” não representava com precisão o objetivo da cidade. “Lamentamos e reconhecemos que teremos de trabalhar para reparar os danos causados”, disse.

A porta-voz da cidade, Sarah McKenzie, disse que houve um “mal-entendido” sobre a motivação por trás da iniciativa. “Reconhecemos que estamos num ambiente onde há muita desconfiança do governo e de tudo o que passamos na cidade no ano passado”.

O plano acabou por ser descartado esta segunda-feira devido às duras críticas do público.

Apesar ter sido cancelado, a cidade vai avançar com outras iniciativas para alcançar várias comunidades, incluindo programação de rádio cultural mais frequente, bem como ofertas de contratos de até 175 mil dólares a organizações comunitárias que podem ser ativadas “durante períodos de maior tensão na comunidade”, disse Gretchen Musicant, comissária de saúde de Minneapolis.

George Floyd, 46 anos, morreu a 25 de maio depois de ter sido detido e imobilizado no chão, sufocado pelo joelho de Chauvin.

A morte provocou um movimento de cólera, inédito desde os anos 1960 nos Estados Unidos contra o racismo e a violência policial, que se propagou por todo o mundo, com manifestações cuja principal palavra de ordem foi a frase “Black Lives Mater” (“As vidas dos Negros Importam”).

Demitido da polícia juntamente com três outros agentes que presenciaram os factos, Chauvin será julgado por homicídio e os ex-colegas por cumplicidade.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …