Morreu o homem que salvou 669 crianças – e não sabia delas

Li-sung / Wikimedia

Sir Nicholas Winton no Castelo de Praga em 2007

Sir Nicholas Winton no Castelo de Praga em 2007

Sir Nicholas Winton morreu esta quarta-feira, aos 106 anos. O “Schindler britânico” foi responsável por salvar 669 crianças judias de serem enviadas para um campo de concentração nazi na antiga Checoslováquia.

O Rotary Club da cidade de Maidenhead anunciou a morte, esta terça-feira, de Sir Nicholas Winton, dia 1 de julho, o mesmo dia em que há 76 anos partia de Praga para Londres um comboio com o maior número de crianças resgatadas, 241.

“O mundo perdeu um grande homem. Nunca devemos esquecer a humanidade de Sir Nicholas Winton ao salvar tantas crianças do Holocausto”, escreveu David Cameron, primeiro-ministro britânico, na sua conta do Twitter.

Em 1938, com 29 anos, Nicholas Winton percebeu que os judeus residentes na antiga Checoslováquia, à altura ocupada pelos nazis, iam ser enviados para os campos de concentração.

Decidiu ajudar e organizou comboios para transportar as crianças judias de Praga para a Grã-Bretanha, durante um ano. O segredo foi mantido durante 50 anos.

As crianças foram abrigadas em pensões e casas de acolhimento no Reino Unido, e tornaram-se, em muitos casos, os únicos membros da família a conseguir sobreviver ao Holocausto da Segunda Guerra Mundial.

E um dia, sem que soubesse, as crianças estavam sentadas ao seu lado

Winton não contou a ninguém o que tinha feito, e o seu gesto ficou desconhecido durante 50 anos – até que nos anos 80 a sua mulher Grete descobriu um velho livro com os nomes e as fotos de todas as crianças.

Desde que a sua história se tornou conhecida, Winton recebeu várias homenagens: do governo checo,  da rainha de Inglaterra, do antigo presidente americano George W. Bush.

Mas a mais comovente homenagem que Winton recebeu veio dos que um dia salvou da morte certa.

Espalhadas por vários países, as 669 crianças salvas por Winton cresceram, sem ter notícias do seu benfeitor. Tornaram-se escritores, engenheiros, biólogos…

Em 1988, um programa da BBC encheu um auditório para fazer uma homenagem a Winton.

A apresentadora começa por lhe dizer que a mulher sentada ao seu lado era uma das crianças que ele tinha salvo.

O que Winton não sabia é que no auditório, completamente cheio, estavam as crianças sobreviventes.

A apresentadora pede então a todos os presentes a quem Winton tivesse salvo a vida, que se levantassem.

O agradecimento vem em forma de aplausos demorados, lágrimas, e uma palavra apenas: obrigado.

ZAP / Move

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Isto sim, é que foi um grande homem, sinto-me triste pela morte dele e feliz ao mesmo tempo, em 2 minutos senti mais sentimentos por este anjo do que pelo Eusébio, nunca vi salvar alguém, simplesmente chutava uma bola, que Deus lhe dê umas asas a Sir Nicholas Winton, pois um homem que salvou tantas vidas bem o merece. Os meus sentimentos.

  2. Completamente despropositado a comparação entre o Eusébio e Sir Winton…o que é que tem a ver uma coisa com a outra? É mesmo só vontade de dizer mal ó tigre 25?
    Diga mal do governo…Não quer que o Sir Winton venha para o Panteão pois não? Lamentável a morte dos 2 senhores isso sim, cada um no seu mister e tempo…

RESPONDER

Professores "desenrolam" queixas em frente do parlamento (e pedem saída do ministro)

Dirigentes da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) colocaram esta quinta-feira grandes faixas com reivindicações junto da Assembleia da República e criticaram o ministro da Educação, que tem que “ir embora”. “Quem não sabe ter uma atitude …

Iniciativa Liberal quer retirar "carga ideológica" da Constituição

A Iniciativa Liberal vai apresentar um projeto de revisão constitucional com uma primeira parte dedicada a retirar "carga ideológica à Constituição", clarificando, por exemplo, que serviços públicos de saúde e educação podem ser prestados pelo …

Urgência do Hospital Santa Maria está a chegar ao limite

A urgência dedicada aos casos suspeitos de covid-19 do Hospital Santa Maria, em Lisboa, reflete a evolução da pandemia em Portugal com doentes a avolumarem-se à porta para realizar o teste e no interior a …

Novo Banco. BCP garante que não faz "favores a ninguém" ao emprestar dinheiro ao Fundo de Resolução

O presidente executivo do BCP, Miguel Maya, disse ontem que o banco não faz "favores a ninguém" ao entrar no empréstimo de 275 milhões de euros da banca ao Fundo de Resolução, que posteriormente financiará …

Máfia italiana "lavou" milhões de euros ganhos com fundos europeus na Madeira

Uma das mais violentas máfias de Itália, a Società Foggiana, utilizou a Madeira para branquear mais de 16 milhões de euros obtidos com um esquema de burla à União Europeia (UE). Em causa estão fundos comunitários …

Ajudas de custo para professores deslocados ficaram na gaveta (e não estão previstas no OE2021)

O Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) previa um programa de ajudas de custo para professores deslocados como incentivo à fixação. No entanto, a medida não avançou. O Jornal de Notícias avança esta sexta-feira que a …

Biden ainda à frente, mas nada está perdido para Trump. A luta pelos "swing states" continua

O dia em que os norte-americanos vão saber quem é o próximo presidente dos EUA está muito próximo. Entres sondagens, parece fácil levantar a ponta do véu. No entanto, é importante não esquecer que não …

Nani entre os candidatos a melhor jogador da época na MLS

O internacional português, capitão dos Orlando City, está entre os 46 jogadores nomeados para o prémio de melhor da época na liga norte-americana de futebol (MLS), anunciou, esta quinta-feira, o organismo. A eleição decorre até 9 …

"Estranho, muito estranho". Ana Gomes comenta morte do marido de Isabel dos Santos e é criticada

O empresário congolês Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, morreu no Dubai, durante a prática de mergulho. Uma morte prematura aos 48 anos que leva Ana Gomes a comentar o assunto como "estranho", "muito …

Conselho Europeu. Vacinas distribuídas de forma justa e fronteiras não vão fechar

O presidente do Conselho Europeu garantiu, esta quinta-feira, no final de uma videoconferência entre os líderes da União Europeia, que os 27 estão "unidos" para enfrentar a "luta difícil" contra a segunda vaga da covid-19. "A …