Morreu o comandante Van Kirk, último tripulante do Enola Gay

P.D. / Wikimedia

A tripulação do bombardeiro Enola Gay, uma super-fortaleza B-52. Theodore Van Kirk é o terceiro a contar da esquerda.

A tripulação do bombardeiro Enola Gay, uma super-fortaleza B-52. Theodore Van Kirk é o terceiro a contar da esquerda.

O último membro da equipa de pilotagem do Enola Gay, famoso por ter lançado a primeira bomba atómica sobre Hiroshima, em agosto de 1945, morreu na segunda-feira com 93 anos, noticiam os media norte-americanos.

Theodore Van Kirk, conhecido como “O Holandês”, morreu na segunda-feira de causas naturais no lar de Stone Mountain, na Georgia, sul dos Estados Unidos, noticiou a cadeia televisiva NBC. Van Kirk, que na altura do bombardeamento tinha 24 anos, era o comandante do Enola Gay, um bombardeiro B-29, e um dos 12 membros da equipa.

O avião largou a primeira bomba nuclear, apelidada “Little Boy“, (Pequeno Rapaz,) sobre Hiroshima às 08h45, a 6 de agosto de 1945, provocando a morte de 145 mil pessoas, a maioria da população da cidade, situada no sudoeste da Ilha Honshu, a maior do arquipélago japonês.

Foi a primeira vez que uma bomba atómica foi utilizada durante uma guerra. A segunda bomba, “Fat Man“, foi largada três dias mais tarde, a 9 de agosto, sobre Nagasaki, matando 70 mil pessoas.

“O avião deu um salto e fez um barulho de metal a dobrar” após a explosão, afirmou Van Kirk ao New York Times, na ocasião do 50º aniversário do bombardeamento. “Logo a seguir, virámo-nos para ver a nuvem que crescia sobre a cidade de Hiroshima”, disse.

“Toda a cidade estava coberta de fumo, poeira e sujidade. Parecia um caldeirão de alcatrão negro a ferver. Conseguíamos ver alguns incêndios na periferia da cidade”, contou Van Kirk. O navegador do Enola Gay relatou ter sentido um “sentimento de alívio”, pois tinha a convicção de que essa bomba iria pôr fim à segunda guerra mundial.

De facto, a 15 de agosto, o Japão rendeu-se.

Apesar da controvérsia sobre o bombardeamento que matou instantaneamente dezenas de milhares de civis e impôs sobre outros milhares as consequências da radiação, Van Kirk defendeu a operação num artigo na revista Time, em 2005.

“Não se tratava de voltar à base ou largar (a bomba) sobre a cidade, matando os habitantes”, escreveu van Kirk. “Tratava-se de destruir os objetivos militares na cidade de Hiroshima, o mais importante quartel-general do exército encarregue de defender o Japão em caso de invasão. Tinha que ser destruído”, sublinhou o aviador.

O funeral está previsto para 5 de agosto, na sua cidade natal de Northumberland, na Pensilvânia, no este dos EUA. As cerimónias serão realizadas na intimidade da família e amigos, segundo a cadeia televisiva CBS.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Criminosos como esse que chegou aos 93 anos e sem qualquer sentimento de culpa por morte de milhares de inocentes, tem sempre o apoio da Europa e USA para os proteger,mesmo por genocidio… provavelmente tera um funeral cheio de gloria e lagrimas, este mundo e uma fantasia

  2. Nisto do “genocídio dos americanos” é muito complicado falar em “Hiroshima e Nagasaki” sem falar em “Pearl Harbour”.

    Para os mais esquecidos, recorde-se que os americanos estavam sossegados na sua base do pacífico, a tentar passar ao lado da II Guerra Mundial, quando no dia 7 de Dezembro de 1941, de surpresa e sem declaração de guerra, o Japão lançou um ataque por mar e ar sobre Pearl Harbour.

    Morreram 2400 pessoas nesse ataque.

    O que o Japão fez em Pearl Harbour foi um genocídio para começar uma guerra.

    O que os EUA fizeram em Hiroshima foi um genocídio que acabou com essa guerra.

    O resto, é contabilidade.

    No que me diz respeito, como português, agradeço aos japoneses o seu ataquezinho rasteiro, que obrigou os EUA a acordar para a guerra e vir cá à Europa salvar-nos dos alemães.

    Sim, porque se os EUA não tivessem, repito, vindo cá salvar-nos dos nazis, a Angela hoje seria a nossa presidente.

    E o resto é reescrever a história.

  3. Sim os japonezes atacaram pearl habor,mas foi numa situacao delicada parecida acho com que a russia ta passa.mas nao se arrepender do resultado dessa bomba,ele tem consciencia dos civis mulheres e criancas que matou,e ainda nenhum pingo de arrependimento?ah se deus existir ele nao entrara no ceu concerteza

  4. Na minha opinião, não existem genocídios bons e genocídios maus. Todos eles são maus, venham de onde vierem, especialmente quando envolvem civis inocentes. Sendo assim, tanto lamento Hiroshima e Nagasaki, como lamento Pearl Harborour. Estes trágicos acontecimentos não podem ser analisados apenas do ponto de vista ideológico. Um criminoso é sempre um criminoso.
    Para terminar quero apenas aqui deixar dois exemplos significativos: Augusto Pinochet, em 20 anos de ditadura, mandou matar cerca de 3.000 chilenos, obviamente é um criminoso. Agostinho Neto em apenas 3 meses, mandou matar de forma atroz cerca de 70.000 angolanos (números que podem ser superiores), na chamada revolta de Nito Alves. Porém, Agostinho Neto é uma grande poeta, humanista, Libertador, fundador da Pátria Angolana. A história escreve-se assim, de acordo com os posicionamentos ideológicos e com a conivência de interesses que ultrapassam o nosso entendimento.

RESPONDER

Detetadas "partículas fantasma" de radioatividade nas profundezas da Terra

Recorrendo ao detetor Borexino, do laboratório italiano de Gran Sasso, cientistas conseguiram encontrar "partículas fantasma" oriundas das profundezas da Terra. Estas estranhas partículas, monitorizadas pela comunidade científica desde meados de 2007, conta o britânico The …

Uma anã branca "ressuscitou" para devorar a sua companheira mais fraca

Os astrónomos detetaram uma explosão de uma "estrela vampira" em dados colhidos acidentalmente pelo telescópio espacial Kepler. Este fenómeno é um dos eventos mais raros de novas - explosões nuclear cataclísmica numa estrela. As novas ocorrem …

Sporting CP 1-0 Marítimo | Borja dispara rumo ao pódio

O Sporting sofreu, mas levou a “água ao seu moinho”. Na recepção ao um Marítimo consistente, mas pouco perigoso, o “leão” venceu por 1-0, numa partida com poucas ocasiões de golo, mas com domínio claro …

Reino Unido vai tornar públicos registos de avistamentos de OVNIs

A Força Aérea britânica vai disponibilizar todos os documentos sobre os avistamentos de OVNIs online. Até então, os registos eram mantido sob segredo. A Força Aérea Real do Reino Unido decidiu tornar públicos os registos de …

Sobreviventes a um cancro na infância têm maior probabilidade de vir a ter outro

Sobreviventes a um cancro têm uma maior probabilidade cinco vezes maior de vir a ter outro em comparação com a população em geral. O risco vai diminuindo ao longo do tempo desde o primeiro diagnóstico. Pessoas …

Lineker: "Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"

"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados", disse Gary Lineker, antigo internacional inglês, que agora é comentador da BBC. Em entrevista ao The Guardian, o antigo avançado da seleção …

Bater com um cutelo e espezinhar. A massagem que promete livrar de todas as dores

Santiago Terrases oferece uma massagem única, na qual calca as pessoas com os pés e bate-lhes com um cutelo. O norte-americano garante que consegue tirar todas as dores. No estado de Nevada, nos Estados Unidos, está …

"Choveram" propostas de empréstimo por Marega

O emblema portista recebeu vários proposta de empréstimo por Moussa Marega, mas acabou por as rejeitar. O FC Porto apenas abre mão do jogador caso seja paga a cláusula de rescisão. A imprensa francesa avança esta …

Crise de saúde mental nos jovens. Há um sexo mais em risco do que o outro

O uso regular de redes sociais pode afetar a saúde mental dos jovens. No entanto, os seus efeitos podem-se manifestar mais drasticamente em raparigas do que em rapazes. Desde 2010, as taxas de depressão, automutilação e …

PS quer limitar "vistos Gold" aos municípios do interior e às regiões autónomas

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que limita a concessão dos "vistos Gold" a investimentos feitos por estrangeiros em municípios do interior ou nas regiões autónomas dos Açores e da …