//

Morreu Maria João Abreu. Atriz tinha 57 anos

Maria João Abreu morreu esta quinta-feira, após ter sofrido dois aneurismas. A atriz tinha apenas 57 anos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Maria João Abreu estava internada no Hospital Garcia de Orta, em Almada. A atriz, de 57 anos, foi submetida a intervenções cirúrgicas e esteve em coma induzido.

Acabou por falecer esta quinta-feira, avança a SIC.

No dia 30 de abril, Maria João Abreu sentiu-se mal durante as gravações da novela “A Serra”, da SIC, onde interpreta uma das personagens da trama. A atriz “desmaiou, depois de ter apresentado falhas no raciocínio e sinais de mal-estar geral”, avançou, na altura, o Correio da Manhã.

Depois do sucedido, foi transportada de urgência para o Hospital Amadora-Sintra, mas “a gravidade do seu estado levou a que fosse transferida para o Hospital Garcia de Orta”, em Almada.

A atriz nasceu em Lisboa, em 1964, e foi casada com João Raposo, com quem teve dois filhos. Maria João Abreu era casada com João Soares desde setembro de 2012.

Estreou-se como atriz em 1983, no musical “Annie” de Thomas Meehan, dirigida por Armando Cortez no Teatro Maria Matos. Passou pelo teatro, cinema e televisão, e estava agora a gravar a telenovela “A Serra”, na SIC.

Nas redes sociais, o músico João Soares, marido da atriz, publicou uma fotografia e confirmou a morte da artista. “A minha João partiu.”

“Infelizmente, todo o meu amor por ela, todo o amor da família e todo o amor dos amigos não foi suficiente para impedir que esta viagem se iniciasse. Algo ou alguém lá em cima, com muita força… com muita, muita, muita mais força levou-a para junto de si”, escreveu.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by João Soares (@jrgsoares)

“Acredito que tenha sido porque ela é precisa, é necessária, faz falta lá, ainda mais do que faz falta aqui… e porque não tomaram em conta o que me faz falta a mim. Para onde vai, vai fazer aquilo que sempre fez: cuidar! Agora pode fazê-lo sempre. A todos. O meu Anjo ganhou asas. A minha João partiu. Até já, meu amor. Cuidarei dos nossos. Estaremos juntos quando assim acontecer. Espera-me. Teu. Sempre teu”, lê-se ainda.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, publicou uma nota de pesar no site da Presidência, recordando como “o humor, a emoção e a empatia ligam-nos aos outros, até aos outros que não conhecemos, como é o caso dos atores e das atrizes”.

Marcelo recorda a atriz como “uma figura que representava para muitos portugueses a familiaridade de quem está connosco porque se parece connosco”.

  Liliana Malainho, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.