Morreu Maria do Carmo Espírito Santo Silva. Foi a mulher mais rica do país

Mário Cruz / Lusa

Maria do Carmo Moniz Galvão Espírito Santo Silva, viúva de Manuel Ricardo Espírito Santo Silva e matriarca do ramo da família Espírito Santo, morreu esta quinta-feira aos 86 anos.

Graças às participações financeiras no Grupo Espírito Santo no antigo Banco Espírito Santo, do qual chegou a ser a maior acionista, chegou a ser a mulher mais rica do país, no ranking da revista Exame, de acordo com o jornal ECO.

Além das participações financeiras no GES e BES, Maria do Carmo Moniz Galvão Espírito Santo Silva, que era mãe de Manuel Fernando Espírito Santo, antigo presidente da Rioforte, tinha também o controlo de um dos maiores grupos automóveis, a Santogal.

Maria do Carmo Espírito Santo Silva era conhecida como discreta, sem aparecer em eventos sociais e não se deixava fotografar. Depois da morte do marido, Maria do Carmo Moniz Galvão Espírito Santo Silva dividia o seu tempo entre o Estoril e Lausanne, na Suíça, onde residia.

Os problemas de saúde tinham-na obrigado a regressar a Portugal nos últimos meses de 2019 e acabou por falecer no segundo dia de 2020, com 86 anos.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE