Morreu a atriz Manuela Cassola, a Justina de “Inspetor Max”

A atriz tinha 93 anos e começou por ser conhecida no teatro. Na reta final da sua carreira participou na série televisiva “Inspetor Max”, transmitida pela TVI, onde fez de “Justina”.

A atriz Manuela Cassola morreu esta quarta-feira em Portalegre, aos 93 anos, disse à agência Lusa fonte do hospital da cidade alentejana. De acordo com o porta-voz da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano, Ilídio Pinto Cardoso, a atriz ainda foi transportada para o hospital de Portalegre, onde deu entrada já morta.

Manuela Cassola nasceu em Portalegre a 19 de junho de 1925. A atriz notabilizou-se no teatro e, na reta final da sua carreira, com a participação na série televisiva “Inspetor Max”, transmitida pela TVI, onde fez o papel da empregada Justina.

No Facebook da atriz, a filha de Manuela Cassola confirmou a informação. “Teve uma vida sempre independente até ao último dos seus dias, um amor enorme pelo teatro e pela sua arte. E assim morreu a minha mãe, com o seu gatinho no seu colo e sentada na sua cadeira. Na sua cidade onde nasceu e à qual voltou para viver os seus últimos dias”, lê-se na publicação.

Em nome da minha mãe e atriz Manuela Cassola, venho aqui participar que faleceu hoje, dia 26 de Dezembro 2018. Teve uma…

Publicado por Manuela cassola em Quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já lamentou a morte da atriz numa nota divulgada pela Presidência. “O Presidente da República apresenta as suas condolências à família e amigos da atriz Manuela Cassola, hoje falecida, que se notabilizou no teatro e que, mais recentemente, era nossa companhia de casa, através das séries televisivas em que participou, deixando-nos já saudosos”, refere.

Manuela Cassola frequentou o curso de teatro do Conservatório Nacional, tendo concluído a formação com a classificação final de 18 valores, o que lhe permitiu passar a integrar o elenco do Teatro Nacional.

(dr) José Raposo/ Instagram

Manuela Cassola no papel de Justina, na série “Inspetor Max”

Mais tarde, a atriz ingressou no Teatro São Carlos, onde teve intervenções dramáticas nas óperas “Orfeu em Lisboa” e “Tá mar”, de Ruy Coelho, entre outras. Manuela Cassola passou ainda por várias companhias, como a do Chiado, e participou em espetáculos dirigidos por Mário Viegas e Juvenal Garcês.

Nos EUA, interpretou a peça “Celestina”, de Fernando de Rojas, tendo conquistado o prémio de interpretação integrada no Festival El Ciglo de Ouro Teatro Clássico Espanhol com o Teatro Ibérico.

Além de teatro e cinema, na televisão, a atriz participou em várias séries e telenovelas, como “Passerelle” (1988), “A Banqueira do Povo” (1993), “Camilo & Filho” (1996), “Jardins Proibidos” (2000), “Super Pai” (2001) e “Rainha das Flores” (2016).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coreia do Norte anuncia "teste muito importante" em local de lançamento de mísseis

A Coreia do Norte anunciou ter realizado um "teste muito importante" no local de lançamento de mísseis de longo alcance, defendendo que terá um efeito fundamental na futura posição estratégica do país. A Agência Central de …

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …