Morreu Ivan Chermayeff, o génio dos lógotipos

designthinkers.com

Ivan Chermayeff

O designer gráfico Ivan Chermayeff, criador de alguns dos mais conhecidos logótipos a nível mundial, e de um painel de azulejos no Oceanário de Lisboa, morreu no domingo, aos 85 anos, noticiou hoje o jornal de arquitetura “Archpaper”.

Designer, ilustrador e artista, que o The Guardian chamou “Logo genius”, Chermayeff criou imagens memoráveis e icónicas para centenas de clientes, tendo sido sócio fundador da Chermayeff & Geismar & Haviv, uma das principais empresas de design gráfico, nos campos de identidade corporativa, desenvolvimento de marcas e design de logótipos.

Em Portugal, há três livros para a infância, publicados pela editora Bruaá, com ilustrações de Ivan Chermayeff: “Guarda como um segredo”, “Um nome para o cão” e “Estava a pensar”.

O autor concebeu ainda, em conjunto com o irmão, Peter Chermayeff, o painel de azulejos com animais marinhos, no exterior do Oceanário de Lisboa.

Nascido em Londres, em 1932, filho de um designer industrial e arquiteto russo, autor do De La Warr Pavilion (com Erich Mendelsohn), Ivan Chermayeff foi jovem para os Estados Unidos, em 1940, juntamente com o seu irmão Peter, cofundador da Cambridge Seven Associates.

Ivan Chermayeff foi criado num meio de artistas, arquitetos, designers e intelectuais. Segundo o próprio contou, frequentou 24 escolas, uma dúzia de que não tinha “memória de nada, e outra dúzia que não teve nenhum efeito” sobre ele.

Finalmente formou-se em Yale, mas, numa entrevista gravada, disse que demorou “sete anos a recuperar da sua educação” e que “teria sido melhor estudar química para se preparar para ser designer”, pois isso ter-lhe-ia ensinado “disciplina”.

Ivan Chermayeff rejeitou a ideia de ser um arquiteto que “trabalha em coisas que demoram muito tempo, e que muitas vezes falham por falta de financiamento ou qualquer outra razão”. “Com o design gráfico, há a vantagem de que 99% do que fazemos é produzido” e adorava ver os seus logotipos “rapidamente publicados por toda a cidade”.

A sua empresa, Chermayeff & Geismar, fundada em 1957 (e que juntou Sagi Haviv, em 2006) praticamente definiu a imagem da América corporativa e criou logótipos para a Pan Am, Mobile Oil, Chase Bank, Xerox, NBC, State Farm Insurance, Hearst Corporation Showtime e muitas outras marcas.

indexgrafik.fr

Alguns dos mais famosos logotipos da Chermayeff & Geismar

A empresa criou também identidades para grandes instituições sem fins lucrativos e culturais, como o Museu de Arte Moderna (MoMA), Smithsonian Institution, Cornell University, National Geographic, Kennedy Center Honors, o Southern Poverty Law Center, Fundação John D. e Catherine T. MacArthur, e para a Biblioteca do Congresso dos EUA.

Para a campanha mundial da Pan Am, concebeu o cartaz “Pan Am Portugal 1972”, com uma fotografia da costa oeste portuguesa, marcada pelo confronto entre o casario e as ondas altas do Atlântico. Igualmente atribuída a este designer é a escultura do número nove vermelho, do 9 West 57th Street, na cidade de Nova Iorque.

Ivan Chermayeff acreditava que “o design é realmente um senso comum, qualquer tipo de imagem que se comunica é válida”.

Costumava dizer que a sua grande fonte de design era “fazer perguntas beligerantes”. Quando alguém apresenta um problema, é importante descobrir “se o problema apresentado é o problema real”, e ele acreditava que muitas vezes “não era”.

pburka / Flickr

9 West 57th Street, em Nova Iorque

Ivan Chermayeff foi presidente do Instituto Americano de Artes Gráficas (AIGA) e a sua empresa recebeu a Medalha AIGA para design gráfico e comunicação visual, em 1979.

Os sócios da Chermayeff & Geismar & Haviv foram ainda homenageados pela “clareza e organização de seus sistemas gráficos e pela busca de detalhes consistentes que funcionam em todos os tamanhos e escala para resolver os problemas dos programas multilingues”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Blá blá blá". Greta Thunberg acusa líderes mundiais de não cumprirem com as promessas climáticas

Ativista considera que os anúncios feitos pelos líderes mundiais não passam de bonitas intenções que, na prática, não se traduzem em ações com verdadeiro impacto na luta contra as alterações climáticas. Greta Thunberg acusou os líderes …

Mulher com síndrome de Down perde ação judicial contra a lei do aborto no Reino Unido

Na semana passada, uma mulher com síndrome de Down perdeu uma ação judicial contra o governo britânico por causa de uma lei que permite o aborto até ao fim da gestação de fetos que poderão …

Tribunal condena corticeira da Feira por despedir trabalhadora que denunciou assédio

A corticeira Fernando Couto foi condenada pelo Tribunal da Feira a pagar uma coima de cerca de 11 mil euros por ter despedido a operária Cristina Tavares, após esta ter denunciado ser vítima de assédio …

Dupla de cientistas apresenta uma nova abordagem para reciclar plástico

Um novo estudo oferece uma abordagem totalmente nova para reciclar plástico, tendo sido inspirada na forma como a natureza naturalmente "recicla" os componentes dos polímeros orgânicos presentes no ambiente. As proteínas são um dos principais compostos …

Edição de 2021 da Web Summit recebe 40 mil participantes. Moedas como presidente não será problema

Evento, que se realiza entre 1 e 4 de Novembro, volta a decorrer em formato presencial depois de em 2020 a pandemia ter transferido as atividades para o ambiente digital. O presidente executivo da Web Summit, …

Alunos carenciados com desempenho inferior aos dos mais favorecidos

Mesmo tendo acesso a meios digitais, o desempenho dos alunos carenciados foi sempre “inferior” aos dos seus colegas oriundos de meios mais favorecidos.  Segundo noticia o Público, esta é uma das principais conclusões a que chegou …

José Rendeiro condenado a três anos e seis meses de prisão efetiva

Embaixador jubilado Júlio Mascarenhas acusa o BPP de o ter convencido a investir num produto com juros e capital garantido num momento em que o banco já atravessava sérias dificuldades. O antigo presidente do Banco Privado …

Cantor R. Kelly declarado culpado por crime organizado e tráfico sexual

O cantor norte-americano R. Kelly foi esta segunda-feira declarado culpado por crime organizado e tráfico sexual, após um julgamento em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América (EUA), que decorreu durante seis semanas, no qual …

"A FIFA engloba 211 países e 133 nunca estiveram num Mundial"

Arsène Wenger apresenta argumentos para defender a realização de um campeonato do mundo de dois em dois anos. O novo calendário FIFA continua a originar reacções e entrevistas. Arsène Wenger falou sobre as propostas - a …

Responsáveis do Lar do Comércio acusados por 67 crimes de maus tratos

O Ministério Público (MP) imputou 67 crimes de maus tratos, 17 deles agravados por resultarem em morte, a um ex-presidente e a uma diretora de serviços do Lar do Comércio, em Matosinhos. Num processo em que …