Morreu a jornalista que anunciou que a II Guerra ia começar

Morreu a repórter britânica Clare Hollingworth, que foi responsável por um dos maiores furos jornalísticos do século XX, ao notar a presença das tropas alemãs na fronteira com a Polónia em 1939.

A correspondente de guerra britânica Clare Hollingworth, que foi a primeira jornalista a noticiar a invasão da Polónia pelas tropas alemãs em 1939, morreu esta terça-feira, em Hong Kong, aos 105 anos. A sua morte foi confirmada por um sobrinho-neto, autor de uma biografia sobre a jornalista, citado pela DW.

Nascida em Leicester em 1911, Hollingworth era ainda uma “júnior” recém-contratada pelo jornal britânico Daily Telegraph quando viajou para a Polónia no fim de agosto de 1939. Ao percorrer a fronteira do país com a Alemanha, notou a presença de milhares de tropas alemãs, que aguardavam a ordem de invasão.

Hollingworth publicou a notícia no dia 28 de agosto de 1939, com o título “Mil tanques concentrados na fronteira polaca. Dez divisões prontas para ataque imediato“. O artigo saiu sem assinatura, como era habitual na época. Segundo o jornal The Guardian, a reportagem foi um dos maiores “furos” do século 20.

Quatro dias depois, a 1 de setembro, as tropas alemãs invadiram a Polónia sob as ordens do führer, Adolf Hitler – evento que desencadearia a Segunda Guerra Mundial. Às 11:15 do dia 3, o Reino Unido, a Austrália e a Nova Zelândia declaram guerra à Alemanha. A França junta-se-lhes às 15:00.

Hollingworth acabou também por testemunhar a própria invasão alemã, ao ser acordada pelas bombas lançadas sobre a cidade polaca de Katowice. A sua peça sobre o início oficial do conflito apareceu nas páginas do Daily Telegraph no dia seguinte.

A repórter acompanhou ao longo da sua carreira inúmeros conflitos, como a guerra no Vietname, Argélia, Médio Oriente, Índia e Paquistão, e a Revolução Cultural na China.

Hollingworth também fez a primeira entrevista com Mohammad Reza Pahlavi, depois de o último shah do Irão se ter tornado o líder do país, em 1941.

Entre outros furos de Hollingworth, contam-se a reportagem de 1963 que levantava suspeitas de que o ex-agente britânico Kim Philby era um espião soviético, e um artigo em 1968 que antecipava a intenção dos Estados Unidos de iniciar negociações de paz com o Vietname.

Em outubro do ano passado, comemorou o seu 105º aniversário, em Hong Kong, no Clube dos Correspondentes Estrangeiros.

“Estamos muito tristes por saber da morte de Clare. Ela foi uma extraordinária inspiração para todos nós e um estimado membro do nosso clube”, disse à AFP a presidente do FCC, Tara Joseph.

E onde quer que esteja agora, Clare Hollingworth será provavelmente a primeira a dar a notícia do que de novo se passa por lá.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Revelada finalmente a identidade do homem que trabalhou 18 meses em 15 anos

Foi revelada a identidade do auxiliar médico que, entre baixas e férias, só trabalhou 18 meses em 15 anos. Chama-se Juan Carlos, tem 60 anos e fez culturismo. Na semana passada, a imprensa espanhola contou a …

Duterte quer ser morto a tiro caso se torne um ditador

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, pediu para os militares o matarem a tiro caso tencione violar a Constituição e resolva permanecer no cargo mais do que o seu mandato lhe permite. "Caso permaneça no poder …

"The Shape of Water" lidera corrida aos Óscares com 13 nomeações

O filme "The Shape of Water" lidera as nomeações da 90.ª edição dos Óscares, que serão entregues a 4 de março, em Los Angeles, incluindo as categorias de Melhor Filme, Melhor Realização e Melhor Atriz, …

Queda de helicóptero da TV Globo faz duas vítimas mortais

Um helicóptero da Rede Globo caiu, esta terça-feira, na Praia do Pina, no Recife, provocando duas vítimas mortais. Um helicóptero da TV Globo caiu esta terça-feira na praia do Pina, em Boa Viagem, na zona sul …

Tribunal de Beja pediu exame psiquiátrico a um morto

A Directora de Psiquiatria do Hospital de Beja nem queria acreditar quando recebeu do tribunal da cidade uma solicitação para realizar uma perícia médico-legal psiquiátrica a um morto. "Obviamente, não é possível", foi a resposta. Ana …

Erupção violenta no vulcão Mayon pode estar iminente. 40 mil pessoas procuram abrigo

O monte Mayon, o vulcão mais ativo das Filipinas, continuou esta terça-feira a emitir lava e cinzas, obrigando cerca de 40 mil habitantes a procurar abrigo em centros de evacuação. A lava foi projetada até 700 …

Polícia quer enviar cães pisteiros à Casa dos Horrores para procurar cadáveres

A polícia norte-americana quer enviar cães pisteiros nas novas buscas à casa do casal Turpin, acusado de ter mantido em cativeiro durante vários anos os seus 13 filhos, em Perris, na Califórnia, para procurar eventuais …

Portugueses fogem da Venezuela e refazem a vida em Madrid

Madrid é uma cidade de refúgio de muitos luso-venezuelanos, principalmente jovens da segunda e terceira geração de emigrantes portugueses, que falam melhor castelhano e que tiveram de sair da Venezuela. "Viemos para Madrid devido à situação …

Corrida para evitar a nova lei já esgotou os eucaliptos nos viveiros

A semente de eucalipto mais recomendada pelas celuloses, por crescer mais depressa, está esgotada nos viveiros devido à corrida dos proprietários que tentam fazer novas plantações antes da entrada em vigor da nova lei que …

"Tinham que meter Manuel Vicente no processo"

Orlando Figueira, o ex-procurador do Ministério Público (MP) acusado de ter recebido subornos de Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola, negou todas as acusações de que é alvo. Em tribunal, Figueira ilibou Manuel Vicente e …