Mórmons portugueses deixam de ter de ir a Espanha casar

A comunidade da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, ou ‘mórmons’, como são conhecidos, vai inaugurar o primeiro Templo em Portugal, mais especificamente em Lisboa.

Os membros da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais conhecidos como mórmons, já não precisam de ir até Espanha para casar ou celebrar ‘selamentos’, agora que a comunidade vai inaugurar o primeiro Templo em Portugal.

O Templo é inaugurado a partir da próxima semana, com uma visita aberta à comunicação social a 13 de agosto, mas a sua idealização remonta a 2010, ano em que começou a ser planeada a compra dos terrenos necessários à construção dos dois edifícios, o Templo e a Capela.

Em declarações à agência Lusa, Francisco Paulo Adriano, da equipa de Portas Abertas do Templo de Lisboa, explicou que desde o plano inicial da construção até à inauguração “tudo correu dentro do previsto”.

“Tínhamos previsto entre dois anos e meio, três anos, para a construção, e até ficou um bocadinho antes tudo pronto”, referiu. De acordo com Francisco Adriano, o projeto integra os dois edifícios e uma área de jardins, com dois hectares, sendo que cada um dos edifícios tem diferentes funções.

“O edifício a que chamamos de capela é utilizado ao longo da semana, com atividades e reuniões, que nós chamamos reuniões de adoração, ao domingo, é um edifício como muitos que nós temos espalhados pelo país”, começou por explicar.

“O Templo é um edifício especial. É o primeiro em Portugal. Até agora, o Templo mais perto era em Madrid e no Templo é onde realizamos as cerimónias religiosas, por exemplo, o casamento. Por isso tem este significado especial porque é para os participantes da igreja realizarem estas cerimónias e é só neste edifício que elas são feitas”, acrescentou.

Significa isso que até agora, quando havia necessidade de celebrar uma cerimónia, nomeadamente o casamento, os membros da igreja tinham de ir a Madrid, algo que sucedeu desde 1999, porque antes disso tinham de ir à Suíça, onde ficava na altura o templo mais próximo, referiu Francisco Adriano.

O mesmo responsável adiantou que no Templo “o foco principal é a adoração a Jesus Cristo” e que a cerimónia do casamento é “a mais especial”, mas não é a única, destacando também o ‘selamento’, uma cerimónia de família, que representa a união entre os membros da família.

“Outra coisa que é feita dentro do Templo é instrução, há sessões onde são feitos compromissos de aprendizagem e de devoção e de adoração e é também um local de oração, meditação e de busca de inspiração para os desafios do dia-a-dia”, apontou.

De acordo com o responsável, o Templo terá capacidade para cerca de 500 pessoas, enquanto a Capela poderá receber à volta de 800, sendo que, neste caso, o espaço é multiúsos e poderá ser alugado e utilizado por toda a comunidade e não só pelos membros da igreja.

Outro local que também será de uso público é os jardins, com dois hectares, “mais de 300 árvores e milhares de flores, e fontes”, que “estará sempre aberto para as pessoas utilizarem, passearem”.

Questionado sobre o valor total da obra, Francisco Adriano disse desconhecer, mas adiantou que os fundos são todos da igreja, sem qualquer apoio governamental, vindos dos donativos dos membros espalhados por todo o mundo.

No dia 13 de agosto, a primeira cerimónia pública, a apresentação à comunicação social será para levar os jornalistas a conhecer o espaço, sendo uma “ocasião única” para visitar o interior do Templo, já que a partir de setembro será de acesso apenas aos membros da igreja.

Depois do dia 13 haverá um período de portas abertas, até dia 6 de setembro, durante o qual todos poderão visitar os edifícios, ver todas as salas e perceber o que é feito em cada uma das salas, através de uma visita guiada.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias está em Portugal desde 1975 e conta, atualmente, com cerca de 45 mil membros, dispersos por 72 congregações. No país há 44 capelas.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Itália: Da crise pandémica à crise política. Conte tem agora o voto de confiança dos deputados

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve ontem a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante …

"Risco de readmissão é grande". Quase um terço dos infetados voltou ao hospital (e um em cada oito morreu)

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, quase um terço das pessoas que tiveram alta de um internamento por problemas de saúde relacionados com a covid-19, em Inglaterra, regressaram ao hospital pela …

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada", perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu esta …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …