Montenegro entra na pré-campanha do PSD. Quer “contrariar sondagens”

PSD / Flickr

O ex-líder parlamentar do Partido Social Democrata (PSD), Luís Montenegro

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro, que em janeiro desafiou Rui Rio, entrou esta quinta-feira na pré-campanha do partido para as legislativas de outubro, em Lamego, sustentando que todos se devem esforçar para ajudar o partido e contrariar os resultados das sondagens.

“O que tem de se concretizar, e por isso eu estou aqui, é o esforço de todos os militantes, dirigentes e candidatos do PSD em fazerem passar a nossa mensagem, em reforçarem a nossa capacidade eleitoral, em contrariarem aqueles que são hoje os resultados das sondagens”, afirmou, durante uma visita à Festa da Nossa Senhora dos Remédios.

Luís Montenegro mostrou-se convencido de que “a proposta do PSD é muito mais vantajosa para o futuro do país do que a proposta do PS”, sendo que esta opção política se faz através da eleição dos deputados. “É esse o meu esforço. Eu faço a minha quota parte, que é neste momento muito limitada, e desejo que todos façam o mesmo”, frisou.

Luís Montenegro desafiou em janeiro Rui Rio a convocar diretas no partido, repto rejeitado pelo presidente do PSD que apresentou uma moção de confiança à direção, aprovada com cerca de 60% dos votos em Conselho Nacional.

O potencial candidato à liderança do PSD lembrou que a última vez que apareceu também foi numa campanha eleitoral, para o Parlamento Europeu.

“Já tinha afirmado que estaria indiscutivelmente ao lado do PSD na batalha eleitoral que se seguia, que é esta, das eleições legislativas”, realçou, explicando que Lamego é uma terra que lhe “diz muito” e onde tem raízes familiares.

Escusando-se a falar de “questões diretas do PSD”, Luís Montenegro optou por criticar o PS e o primeiro-ministro, António Costa, que “toca em tudo, mas depois foge antes de resolver os problemas”. “O PS limita-se a gerir o dia a dia, limita-se a distribuir a riqueza que o país foi acumulando nos últimos anos, fruto da recuperação que o Governo anterior empreendeu”, criticou o antigo líder parlamentar social democrata.

Na sua opinião, Portugal devia “ter aproveitado estes anos para incrementar mais o crescimento” e estar preparado “para o momento em que a economia global pode eventualmente trazer algumas dificuldades”. “Se eventualmente isso acontecer, fruto desta falta de visão do PS, nós sofreremos os efeitos que eram absolutamente evitáveis se tivéssemos pensado mais no futuro e não tanto na festa do dia a dia”, sublinhou.

Luís Montenegro contou que tem vários convites para participar em ações de campanha, para os quais está disponível, desde que se acerte a sua disponibilidade com a das candidaturas e “o interesse global” do partido.

“O que eu quero é que, no fim do dia, a minha participação também possa trazer alguma mais-valia, mesmo que seja muito pequena, e que possa contribuir para um bom resultado do PSD”, nas eleições de 6 de outubro, afirmou.

Durante a tarde desta quinta-feira, Montenegro acompanhou os candidatos do círculo eleitoral de Viseu, liderados por Fernando Ruas, que foi eurodeputado entre 2015 e 2019.

O ex-presidente da Câmara de Viseu e da Associação Nacional de Municípios Portugueses garantiu aos jornalistas que será “a voz do interior em Lisboa”. “Não me conformo que tenhamos apoios fortes da coesão e que eles, por artifícios que nós vamos conhecendo, vão parar todos a Lisboa. Só somos países da coesão porque temos, infelizmente, territórios como este que estão muito abaixo da média europeia”, afirmou Fernando Ruas.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Com este aventaleiro, o PSD pode esperar sentado por algum resultado positivo !…. Já estamos mais que saturados, das lengalengas Partidárias e Politiquices que nos conduzem sempre ao mesmo; Nos interesses instalados, não se mexe. Ultra Liberalismo e corrupção são a mama dos aparelhos Políticos. Certo é que os pilares fundamentais da Sociedade; Saúde, Justiça, Educação e equidade Social, continuam e no meu ver continuaram na penúria, ao favor da alta finança !

RESPONDER

Remodelação à vista (com saídas e trocas de pastas por "um Governo de combate")

O Governo de António Costa tem pela frente um mês de Julho decisivo que ficará marcado pela chegada dos fundos da bazuca europeia. E há dirigentes socialistas que acreditam que o primeiro-ministro deve aproveitar a …

Líderes da UE alertam Londres para respeitar acordo do Brexit

Os líderes da União Europeia (UE) alertaram o Governo britânico, este sábado, que os dois lados devem implementar o acordo do Brexit, numa reunião com o primeiro-ministro britânico à margem da cimeira do G7. A presidente …

Variante Delta está a crescer em Portugal. Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo. "Até …

Vírgula permite aos deputados receberem abono de exclusividade mesmo mantendo cargos em empresas

Um parecer da Comissão de Transparência permite aos deputados acumularem funções em empresas enquanto recebem o subsídio de exclusividade na Assembleia da República. Tudo por culpa de uma vírgula que desperta interpretações diversas. A situação é …

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …

Castillo obtém a maioria dos votos nas Presidenciais peruanas

Pedro Castillo obteve a maioria dos votos nas eleições presidenciais de domingo no Peru, com 50,168% dos votos, restando apenas 0,328% para contar, uma distância que a sua rival, Keiko Fujimori, não será capaz de …

Câmara de Lisboa arrisca multa de 80 milhões devido à partilha de dados

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) terá cometido quatro violações à lei da Proteção de Dados, puníveis cada uma com uma coima até aos 20 milhões de euros. Em declarações ao jornal Público, Elsa Veloso, advogada …