MNE chinês critica “politização” da epidemia por governos estrangeiros

Luong Thai Linh / EPA

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi

O ministro chinês dos Negócios Estrangeiros, Wang Yi, criticou esta sexta-feira políticos estrangeiros por “politizarem” a epidemia, ao pedirem responsabilidades à China e condenarem a gestão da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os comentários de Wang, difundidos pela agência noticiosa oficial Xinhua e citados pela agência Lusa, surgem depois de o Presidente norte-americano, Donald Trump, ter criticado repetidamente a China, por alegadamente ter encoberto o surto nos estágios iniciais, e suspendido os pagamentos à OMS, por considerar que a organização serviu os interesses chineses ao vincular informação incorreta.

Outros países, incluindo a Austrália, também pediram uma investigação independente sobre a origem da pandemia, levando a China a suspender a licença para exportação de grandes produtores de carne bovina australianos, numa aparente retaliação.

Sob a liderança do Presidente chinês, Xi Jinping, a China conseguiu, de acordo com o ministro, “controlar o surto, através de esforços árduos, e retomou gradualmente a vida económica e social, ao mesmo tempo que tomava medidas de prevenção e controlo”.

Wang foi citado durante uma conversa por telefone, na quinta-feira, com os ministros dos Negócios Estrangeiros da Hungria, Estónia e Bósnia e Herzegovina. A China “superou as suas próprias dificuldades, ofereceu apoio e assistência aos países relevantes, compartilhou experiências e tratamentos de prevenção e controlo sem reservas, e facilitou a compra de equipamento antiepidémico na China a vários países”, disse Wang.

As tentativas de politizar a pandemia e de difamar a OMS são “uma grave violação dos princípios morais internacionais e minam os esforços internacionais antiepidémicos”, acrescentou o responsável.

O número de casos de infeção pelo novo coronavírus que continuam ativos na China caiu, nas últimas 24 horas, abaixo dos 100 pela primeira vez desde janeiro passado, quando o país entrou em estado de alerta máximo para a doença.

A China diagnosticou, nas últimas 24 horas, quatro novos casos de contágio local pelo novo coronavírus, na província de Jilin, no nordeste do país, que faz fronteira com a Rússia e a Coreia do Norte.

A nível global, segundo um balanço da agência AFP, a pandemia já provocou mais de 300 mil mortos e infetou quase 4,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de 1,5 milhões de doentes foram considerados curados. A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

Engenheiros japoneses fizeram levitar objectos com "armadilha acústica"

Engenheiros japoneses descobriram uma forma de fazer pequenos objectos levitar usando apenas ondas sonoras, o que pode ser um passo importante para a tecnologia. A engenharia biomédica, o desenvolvimento de farmacêuticos e a nanotecnologia podem vir …

Juno fez a maior aproximação a Ganimedes das duas últimas décadas (e as imagens são de cortar a respiração)

A NASA divulgou, recentemente, um vídeo da sonda Juno a passar por Júpiter e Ganimedes, uma das suas luas. As imagens são de cortar a respiração. Juno visitou Ganimedes em junho. As imagens foram captadas no …

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …