O mítico (e perigoso) autocarro do filme “Into the Wild” foi levado para um lugar seguro

O autocarro abandonado na Stampede Trail, no Alasca – que ficou famoso pelo livro e filme “Into the Wild” – fez a sua primeira jornada em décadas. Um helicóptero levou-o para um lugar seguro.

De acordo com a CNN, guardas do Alasca transportaram o autocarro, também conhecido como Fairbanks Bus 142 e “Magic Bus”, na tarde de quinta-feira, por helicóptero, informou a Guarda Nacional do Alasca.

A decisão de remover o autocarro em coordenação com o Departamento de Recursos Naturais foi tomada por preocupação com a segurança pública, informou o guarda em comunicado. Na sua localização atual, perto de Healy, no Alasca, o autocarro atraiu pessoas para o perigo do deserto do Alasca.

O veículo será protegido enquanto o departamento considera todas as opções para a sua colocação permanente.

Visitar o veículo em ruínas tornou-se uma espécie de peregrinação para os caminhantes desde que o livro de Jon Krakauer foi publicado em 1996. A adaptação para cinema foi lançada em 2007.

O livro de não-ficção narra a vida de Christopher McCandless, que cresceu num subúrbio abastado de Washington, nos Estados Unidos. Depois de terminar a Universidade de Emory, em 1990, deixou para trás a sua vida confortável e seguiu para o oeste sem contar aos amigos e familiares.

Em abril de 1992, McCandless viajou à boleia para o Alasca, onde um homem o deixou na encosta da Stampede Trail, de acordo com o livro. Alguns dias depois, encontrou o autocarro abandonado, onde morou durante cerca de três meses antes de decidir voltar à civilização.

Porém, quando tentava voltar, chegou a uma travessia do rio Teklanika. Como o rio corria rápido e estava cheio devido à chuva e ao derretimento dos glaciares, McCandless não conseguiu atravessar, de acordo com Krakauer. Derrotado, voltou para o autocarro, onde sobreviveu durante cerca de um mês antes de morrer em agosto de 1992.

Caminhantes tentam refazer os passos de McCandless todos os anos, mas muitos fracassam e têm de ser resgatados. Alguns até morreram. Em fevereiro, bombeiros e soldados do estado do Alasca resgataram cinco alpinistas italianos na Stampede Traile, quando voltavam da visita ao autocarro abandonado. Menos de um ano antes, uma mulher da Bielorrússia morreu no trilho, a tentar atravessar o rio Teklanika para visitar o autocarro com o seu novo marido.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente filme e excelente banda sonora!
    Não percebo como um autocarro parado pode ser perigoso… perigoso é tudo o resto!…

RESPONDER

Guerra aberta pelo ouro da Venezuela em Inglaterra. Maduro ordena investigação ao "roubo"

Nicolás Maduro, Presidente da Venezuela, ordenou uma "investigação penal" ao que denomina "o roubo de ouro venezuelano" que está depositado no Banco Central de Inglaterra. Esta é a resposta do governante depois de o Tribunal …

Hospitais da Papua-Nova Guiné recusam atender grávidas. Médico aconselha mulheres a evitar gravidez

Um obstetra da Papua-Nova Guiné aconselhou as mulheres daquele país a não engravidarem nos próximos dois anos, revelando que o medo de transmissão do coronavírus tem levado os hospitais a recusarem atender grávidas. Segundo noticiou esta …

China vai encerrar gradualmente todos os mercados de aves vivas

A China vai fechar gradualmente todos os mercados onde aves vivas são vendidas, visando reduzir os riscos para a saúde pública, informou hoje a imprensa oficial. Chen Xu, alto funcionário da Administração Estatal de Regulação do …

Em 33 anos, Amazónia perdeu 72,4 milhões de hectares de floresta. O equivalente ao território do Chile

A floresta amazónica, presente em nove países da América do Sul, perdeu 72,4 milhões de hectares de cobertura vegetal entre 1985 e 2018, uma área equivalente ao território do Chile, segundo dados divulgados na quinta-feira …

Decisão do Reino Unido é "absurda", "errada" e "desapontante"

O chefe da diplomacia portuguesa considerou hoje a decisão do Reino Unido de excluir Portugal dos “corredores de viagem internacionais” como um “absurdo”, “errada” e que causa “muito desapontamento”, trazendo ainda graves consequências económicas e …

"Peixe racista". Estátua da Pequena Sereia novamente vandalizada

A icónica estátua da "Pequena Sereia" em Copenhaga, um dos monumentos mais famosos da Dinamarca, foi novamente vandalizada, ao ter sido pintada com uma frase antirracismo, divulgou hoje a polícia dinamarquesa. “A Pequena Sereia foi vandalizada …

Itália admite segunda vaga e defende restrições a viagens

Itália abriu esta terça-feira fronteiras aos viajantes de países que não integram o espaço europeu de livre circulação Schengen, mas com restrições. O ministro da Saúde de Itália afirmou, esta quinta-feira, não poder afastar uma segunda …

Menos férias e mais dias de aulas para quem não tem exames no próximo ano letivo

O próximo ano letivo vai ter menos dias de férias e mais dias de aulas para os alunos que não tenham exames. Os alunos terão aulas presenciais e aulas à distância. O ministro da Educação, Tiago …

FC Porto revela camisola para a próxima época (e as opiniões dividem-se)

O FC Porto revelou a camisola oficial do clube para a próxima temporada. Pelas redes sociais, as opiniões dividem-se, havendo quem não esteja satisfeito com a mudança. Os adeptos portistas acordaram esta sexta-feira com a imagem …

Veto da Índia ao TikTok pode custar mais de 5 mil milhões de euros à ByteDance

O executivo indiano anunciou o bloqueio de 59 aplicações móveis chinesas, assegurando que as aplicações roubam dados dos utilizadores e partilham informações com o governo chinês. O grupo chinês de tecnologia ByteDance, que desenvolveu o TikTok, …