Mistério resolvido. Cientistas descobriram como é que as cobras “voam”

Nem todas as cobras se movem arrastando-se discretamente pelo chão. Há uma cobra do género Chrysopelea que parece voar de árvore em árvore. Agora, os cientistas descobriram como é que estes animais se movem pelo ar.

Espécies como a do género Chrysopelea, encontrada no sul da Ásia, conseguem fazer uma transição graciosa dos galhos para o solo por causa de movimentos específicos que fazem no ar. Esses movimentos estabilizam as cobras enquanto deslizam.

Enquanto estão no ar, as cobras ondulam e mexem-se. “É este movimento impressionante que parece que estão a nadar no ar”, explicou Jake Socha, professor de engenharia biomédica e mecânica da Virginia Tech.

Os investigadores queriam saber porque é que as cobras se movem dessa forma e, especificamente, se há uma razão física subjacente pela qual a ondulação as ajuda.

De acordo com o estudo publicado esta semana na revista científica Nature Physics, Socha e os seus colegas colocaram marcadores ao longo do corpo das cobras semelhantes aos marcadores de rastreamento de movimento num fato humano usado nos filmes para criar imagens geradas em computador. Isto permitiu capturar o movimento preciso que o corpo de uma cobra faz enquanto está a voar.

Os investigadores criaram um modelo 3D das cobras a voar com os dados recolhidos pelos marcadores. Depois, testaram o movimento com e sem ondulação, descobrindo que, sem o movimento ondulado, as cobras são mais propensas a rolar no ar.

Isto implica que o movimento não seja um acidente nem um subproduto do facto de que as cobras se movem dessa forma na terra.

“A ondulação é fundamental para a capacidade de deslizar”, diz Socha. “Com ela, são planadoras graciosas. Sem ela, são apenas mais uma cobra a cair no chão.”

Os cientistas também descobriram um movimento vertical anteriormente desconhecido que ajuda as cobras a chegarem ao chão com segurança – que também pode estar relacionado com as ondulações das cobras.

As cobras são os únicos animais a usar a ondulação para se estabilizar no ar, adicionando uma camada de singularidade a um voo já por si bizarro. “A cobra é talvez o animal menos óbvio que consegue voar pelo ar”, disse Socha.

Os cientistas levantam a hipótese de que as cobras voam por várias razões: para evitar serem devorados por predadores, perseguir presas e andar de árvore em árvore. Porém, a razão exata pela qual voam ainda é considerada um mistério científico.

Este “super-poder” das cobras já levou a uma melhor criação de robôs com inspiração biológica, incluindo robôs que ondulam em terrenos difíceis, como a areia. No futuro, este estudo poderá inspirar o design de robôs voadores que imitam os movimentos da cobra.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

De norte a sul do país, autarcas pressionam Governo para fechar escolas

Os diretores escolares esclarecem que não têm qualquer autonomia para encerrar escolas, dependendo essa decisão de um parecer da entidade de saúde pública local e da confirmação por parte dos serviços do Ministério da Educação. …

Muito mais do que tabaco. Cientistas identificam drogas tomadas pelos maias em recipientes antigos

Uma equipa de cientistas da Washington State University identificou a presença de planta que não é do tabaco em recipientes de drogas dos antigos maias. Os investigadores detetaram "marigold mexicana" (Tagetes lucida) em resíduos retirados de …

Pico na primeira semana de fevereiro. Mesmo confinando, modelo prevê 1154 doentes em UCI

Portugal deverá ter 1.154 doentes internados em cuidados intensivos num pico na primeira semana de fevereiro, mesmo com um confinamento igual ao de março, avança um modelo da NOVA Information Management School. Portugal deverá duplicar o …

Biden assume leme dos EUA. Trump concede 140 perdões (e pede que se "reze" pelo sucessor)

Joe Biden assume esta quarta-feira o leme dos Estados Unidos. Porém, antes de sair, o Presidente cessante, Donald Trump, perdoou e comutou penas a mais de 140 pessoas. Nas horas finais da sua presidência, Donald Trump …

Ouvir música clássica enquanto faz exercício? A Ciência sugere que sim

Estudos sugerem que, ao contrário daquilo que pensa, ouvir música clássica enquanto se pratica exercício físico pode ajudá-lo no seu treino. Para muitas pessoas, uma parte essencial de qualquer regime de exercício é a música que …

“Não queiram fazer mistérios onde não existem”. UE encerrou caso do procurador europeu

A União Europeia (UE) deu por "encerrado" o caso do procurador europeu José Guerra e dos lapsos no seu currículo enviado pelo Governo. “A reunião dos membros do Conselho da UE decorreu na segunda-feira e …

Jack Ma reaparece após estar "desaparecido" quase três meses

O bilionário fundador do gigante do comércio eletrónico chinês Alibaba reapareceu, esta quarta-feira, numa reunião virtual com professores rurais, após meses de incerteza sobre o seu paradeiro. No vídeo, publicado no site do jornal chinês Tianmu …

Jesus voltou a testar negativo. Benfica confirma presença na Taça da Liga

O treinador do Benfica voltou a testar negativo ao novo coronavírus, num segundo teste realizado esta terça-feira, dia em que o clube anunciou ter 17 casos de infeção na sua estrutura profissional de futebol. "O Benfica …

Novas regras do confinamento entram em vigor esta quarta-feira (mas há exceções nos horários)

As novas medidas de restrição para travar a pandemia de covid-19 em Portugal entraram em vigor às 0h desta quarta-feira no âmbito do estado de emergência em vigor no país.  O primeiro-ministro anunciou esta segunda-feira que …

Ratos paraplégicos voltam a caminhar graças a proteína inovadora

Cientistas criaram e injetaram uma proteína no cérebro de ratos paraplégicos. Após um par de semanas, os ratos recuperaram a capacidade de caminhar. Não, não é milagre. Uma equipa de investigadores alemães conseguiu restaurar a capacidade …