Ministro da Cultura assaltado em casa enquanto dormia

Miguel A. Lopes / Lusa

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, foi assaltado, na sua própria casa, enquanto dormia, durante a madrugada desta terça-feira. Os assaltantes entraram por uma porta de incêndio e levaram um telemóvel e uma carteira.

Castro Mendes confirma o assalto em declarações ao Correio da Manhã, relatando que o assalto ocorreu enquanto dormia em casa, na residência da zona das Avenidas Novas, em Lisboa, onde vive com a mulher.

“Entraram na minha casa através de uma janela que não estava trancada. Depois passearam-se pela casa e levaram o meu telemóvel e a minha carteira com documentos”, conta o ministro ao CM.

O governante refere ao jornal que, nessa mesma noite, foram assaltadas mais duas casas na mesma zona, considerando que os assaltos podem ter sido cometidos pelos mesmos criminosos.

“Os ladrões entraram pelas traseiras do prédio, usando uma porta de incêndio“, confirma ao CM a PSP, notando que a força policial procedeu a peritagens na residência.

Castro Mendes revela também que se apercebeu do assalto por volta das 3h da manhã, altura em que acordou para fazer “um telefonema urgente” e não encontrou o telemóvel.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.