Ministro da Administração Interna não emitiu despacho de alerta para a Leslie

Tiago Petinga / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

Eduardo Cabrita, Ministro da Administração Interna, não emitiu o despacho de alerta que podia reforçar os meios de proteção e socorro durante a tempestade que atingiu Portugal. A decisão poderia ter tido impacto junto das populações.

De acordo com a Sic Notícias, o Ministro da Administração Interna não emitiu o despacho de alerta para a tempestade Leslie que poderia ter tido maior reflexo no terreno, junto das populações e dos meios.

Mesmo depois dos avisos meteorológicos acionados em território português, motivados pela aproximação da tempestade, Eduardo Cabrita optou por não emitir o decreto de situação de alerta que permitiria reforçar os meios de proteção contra o furacão que evoluiu para uma tempestade tropical ao entrar em Portugal.

Este tipo de despachos são emitidos pelo ministério da Administração Interna e, durante os incêndios de 2017, um despacho foi emitido pelo gabinete que permitiu acionar mais meios de combate e ajuda para a GNR e PSP.

Em agosto deste ano, Eduardo Cabrita também assinou um despacho por causa dos alertas de incêndio e, graças a esse despacho, as Forças Armadas foram chamadas para patrulhar as florestas.

Sobre a não emissão do despacho para a Leslie, em declarações à SIC, a Associação Portuguesa de Técnicos de Segurança e Proteção Civil (ASPROCIVIL) afirmou que, dado os alertas prévios, “este despacho não se afigurava tão importante quanto isso“.

Segundo o Observador, se o alerta tivesse sido emitido, o decreto permitiria uma resposta nacional ou local e ficaria ativo durante um período de tempo previamente delineado.

À Sic Notícias, o ministro da Administração Interna não respondeu sobre o facto de não ter emitido o despacho apesar de terem resultado mais de duas mil ocorrências e 28 feridos da passagem da tempestade.

Horas depois do silêncio do ministro, a resposta chegou por escrito afirmando que competia às autarquias “impedir a circulação ou condicionar a realização de eventos”.

O presidente da ASPROCIVIL, Ricardo Ribeiro, relativizou a questão afirmando que “neste contexto, como havia um alerta prévio face àquilo que acontecia, e havia um alerta vermelho que devia ter a correspondência por parte dos serviços municipais e dos serviços públicos, este despacho não se afigurava tão importante quanto isso“.

Segundo o Jornal I, a tempestade causou mais de 80 milhões em prejuízos – um número oito vezes superior aos grandes incêndios da serra de Monchique, que lavraram este ano.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Irão condena "firmemente" ataque na Síria. EUA quis enviar "mensagem clara"

O Irão, aliado do regime sírio de Bashar al-Assad, condenou "firmemente" os ataques norte-americanos a milícias pró-iranianas na Síria, considerando que podem "intensificar os conflitos" na região. Segundo o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Said …

Vieira segura Jesus apesar da pressão interna

O presidente do SL Benfica, Luís Filipe Vieira, descarta neste momento avançar para a demissão do treinador encarnado, Jorge Jesus, apesar da pressão interna para o fazer, avança este sábado o desportivo Record. Segundo a …

Os antigos egípcios tinham um segredo para fazer pão. Milénios depois, eis a receita

Ninguém sabia como é que os antigos egípcios faziam pão, até uma investigadora ter posto – literalmente – as mãos na massa e descoberto qual era o seu segredo. "A produção de pão no Egito faraónico …

Afinal, Messi pode mesmo ficar em Barcelona

O internacional argentino Lionel Messi, que no verão passado admitiu publicamente que queria deixar o FC Barcelona, poderá continuar no clube. A informação é avançada este sábado pelo jornal espanhol Marca, que dá conta que …

Governo vai começar a executar o PRR pela área da saúde e apoio aos idosos

O Governo quer começar a executar o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) pela área da saúde e combate às vulnerabilidades sociais. Em declarações ao jornal Público, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira …

Testes alargados a todas as escolas e passam a contemplar amostras de saliva

Os testes ao novo coronavírus vão abranger todas as escolas de Portugal continental e contemplar a amostra de saliva para a realização dos rastreios laboratoriais, segundo a atualização da norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) …

Poeira de asteróide encontrada na cratera Chicxulub encerra caso da extinção dos dinossauros

Uma equipa de investigadores acredita ter encerrado o caso da extinção dos dinossauros após ter encontrado poeira de asteróide na cratera que Chicxulub terá criado há 66 milhões de anos. Desde os anos 1980 que a …

CDS recebeu com "alegria e entusiasmo" candidatura de Moedas a Lisboa

O presidente do CDS-PP afirmou, esta sexta-feira, que o partido recebeu com "grande alegria e entusiasmo" a candidatura de Carlos Moedas à Câmara de Lisboa, considerando que é "um nome forte" e uma "ótima notícia" …

Nem Pote, nem Porro. As estatísticas mostram que Manafá tem sido o melhor em Portugal

O índice de desempenho de uma ferramenta de scouting usada por grandes clubes europeus aponta Wilson Manafá como o jogador em melhor forma da Liga NOS. Não é tecnicamente dotado, nem um favorito dos adeptos. O …

TAP avança com lay-off de um ano a partir de segunda-feira

A TAP vai avançar com um processo de lay-off clássico, que passará por uma redução dos períodos normais de trabalho ou suspensão de contratos, a partir da próxima segunda-feira e durante 12 meses. De acordo com …