Ministra da Saúde reage às demissões no D. Estefânia (e acaba por criticar a sua secretária de Estado)

André Kosters / Lusa

A ministra da Saúde, Marta Temido

A ministra da Saúde, Marta Temido, assumiu esta quarta-feira que o Hospital pediátrico D. Estefânia é “uma das jóias da coroa” e não pode ser desfalcado, mas lembrou que “não abundam pediatras no país” e que a unidade já conta com 80 destes profissionais.

“Sendo uma das jóias da coroa, é um hospital que não podemos desguarnecer. Mas é uma unidade que tem cerca de 80 pediatras, estando integrada no Centro Hospitalar de Lisboa Central que tem outros 20 pediatras, e tem três dezenas de médicos internos”, afirmou na comissão parlamentar de Saúde, quando questionada sobre os responsáveis da urgência do D. Estefânia cujo pedido de demissão de funções foi esta quarta-feira conhecido.

A ministra salientou que “não abundam pediatras” em Portugal e que “há que ser muito cuidadoso” na forma como são distribuídos pelos vários hospitais do país os profissionais disponíveis e que se vão formando em cada especialidade.

Marta Temido indicou que vai acompanhar a situação dos pedidos de demissão de responsáveis clínicos do hospital D. Estefânia e considerou que as demissões de responsáveis hospitalares podem ser vistas de duas formas: “ou como sinais de que algo não vai bem ou como formas de descredibilizar o sistema”.

“Prefiro sempre encará-las como sinais de que algo não vai bem e que é preciso melhorar”, disse Marta Temido aos deputados ainda durante a comissão parlamentar de Saúde.

A demissão dos chefes de equipa de urgência do hospital D. Estefânia foi esta quinta-feira conhecida apesar de o pedido de demissão ter sido apresentado à administração hospitalar em outubro passado.

Estas declarações da ministra da Saúde, tal como nota o semanário Expresso, esquecem-se do histórico da sua própria equipa governativa. Em causa está o facto de a secretária de Estado da Saúde, Raquel Duarte Bessa, ter apresentado a demissão do Hospital de Gaia por falta de condições – tal como fizeram os especialistas do D. Estefânia, escreve o jornal.

Ou seja, segundo as palavras de Marta Temido, a sua secretária de Estado terá “descredibilizado o sistema” ao exigir requisitos mínimos para a prestação de cuidados.

Raquel Duarte Bessa demitiu-se da direção da Unidade de Gestão Integrada do Tórax e Circulação do hospital no passado março e até se antecipou ao protesto de 52 colegas no mesmo hospital. Os médicos apresentaram a demissão por falta de condições de trabalho.

De acordo como Expresso, a crítica da ministra à sua secretária de Estado da Saúde foi feita sem dar conta. Marta Temido acabaria depois por acrescentar que prefere encarar as demissões de responsáveis do Serviço Nacional de Saúde “como sinais de que algo não vai bem e que é preciso melhorar”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se a Senhora Ministra -em vez de se tentar limpar e ao sistema- pugnasse pela defesa dos superiores interesses dos portugueses, não faria muito melhor do que defender o seu tacho?

RESPONDER

Astrónomos detetam o quasar mais distante e antigo do Universo

Uma equipa de astrónomos conseguiu detetar o mais distante e antigo quasar do Universo. Chama-se J0313-1806 e localiza-se a mais de 13 mil milhões de anos-luz da Terra. Os quasares são objetos energéticos e muito brilhantes. …

Harry Potter. HBO Max trabalha em possível série de televisão

A saga Harry Potter pode estar a caminho da televisão. Segundo o The Hollywood Reporter (THR), o projeto ainda está em fase inicial, mas os diretores executivos da HBO Max já estão em reuniões com …

Intrigante sistema de seis exoplanetas com movimentos rítmicos desafia teorias de formação planetária

Com o auxílio de vários telescópios, incluindo o VLT (Very Large Telescope) do Observatório Europeu do Sul (ESO), os astrónomos descobriram um sistema com seis exoplanetas, cinco dos quais estão presos numa dança rítmica rara …

Boavista 0-2 Sporting | Leões garantem dérbi confortável

O Sporting cumpriu a sua “obrigação” e foi vencer por 2-0 a casa do Boavista, numa 15ª jornada fundamental, uma vez que na próxima segunda-feira a formação de Alvalade recebe o Benfica, no grande dérbi …

Violino põe em risco compromisso da Alemanha de devolver objetos saqueados pelos nazis

Um violino com 300 anos está no centro de uma disputa que ameaça minar o compromisso da Alemanha em devolver objetos saqueados pelos nazis. Ninguém sabe por que Felix Hildesheimer, um negociante de instrumentos musicais judeu, …

Consumo de álcool aumentou durante a pandemia de covid-19

Embora o consumo de álcool tenha aumentado mais entre os jovens, os adultos mais velhos, sobretudo os que sofrem de ansiedade e depressão, também revelaram estar dentro desta tendência. “O aumento do consumo de álcool, especialmente …

Alphabet diz adeus ao Loon, projeto que queria espalhar Internet através de balões

O projeto da Alphabet que tinha como objetivo levar Internet às partes mais remotas do mundo "perdeu o fôlego" e os seus responsáveis decidiram pôr-lhe um ponto final. Num comunicado divulgado na última sexta-feira, Alastair Westgarth, …

Estudo identifica cidades europeias com maior mortalidade devido à poluição do ar

Madrid, Antuérpia e Torino (em Espanha, Bélgica e Itália, respetivamente) lideram o ranking de mortes associadas à poluição por dióxido de azoto (NO2). Já a maior mortalidade atribuível a partículas finas é encontrada em cidades …

Fim do Flash Player colapsou sistema de estação ferroviária chinesa

O sistema ferroviário na cidade de Dalian, no nordeste da China, ficou paralisado por causa da desativação do programa Flash Player da Adobe. A Adobe encerrou o suporte técnico do seu player de multimédia Flash Player …

Eis o que o mundo pode aprender com o confinamento da China

O confinamento na China tem apresentado resultados excecionais no controlo da pandemia, à custa da perda de liberdade das pessoas. Ainda assim, há muito que se pode aprender com o exemplo chinês. Colocar o autoritarismo contra …