Ministra da Saúde espanhola demite-se devido a alegada corrupção

lamoncloa_gob_es / Flickr

A ministra da Saúde espanhola, Ana Mato

A ministra da Saúde espanhola, Ana Mato

A ministra da Saúde espanhola demitiu-se esta quarta-feira, horas depois de um juiz a identificar como “participante a título lucrativo” do processo conhecido como Gurtel, que envolve vários ex-dirigentes do Partido Popular (PP), entre eles o seu ex-marido.

Pablo Ruz, juiz da Audiência Nacional que investiga o caso, considerou hoje que Ana Mato terá beneficiado dos delitos cometidos pelo ex-marido, Jesús Sepulveda, o ex-alcaide da localidade de Pozuelo de Alarcon, nos arredores de Madrid.

O anúncio do auto de Ruz causou profunda tensão no Governo e no Partido Popular (PP) tendo inicialmente o gabinete de Mato rejeitado que esta se demitisse, tendo fontes chegado a anunciar um comunicado em defesa da ministra, que acabou por nunca ser divulgado.

Apesar da polémica causada pelo auto, Ana Mato não chega a ser constituída arguida podendo, no entanto, ter que responder em tribunal como responsável civil pelos alegados delitos.

O juiz considera que Ana Mato não cometeu por si própria qualquer delito mas que teve benefícios dos delitos alegadamente cometidos pelo seu ex-marido, um dos 43 arguidos do caso Gurtel, um dos maiores processos de corrupção da história de Espanha.

Em fevereiro do ano passado Ana Mato garantiu que não se pensava demitir, considerando que estava a ser alvo de uma “infâmia” e de uma “caçada política” que a pretendia relacionar com o caso Gurtel.

“Esta infâmia não me vai vergar. Não tenho nada que esconder. Vou continuar a trabalhar ao serviço dos espanhóis e muito orgulhosa de fazer parte deste governo”, disse na altura a governante.

O caso Gurtel investiga uma rede de corrupção que alegadamente operava em várias zonas de Espanha, todas elas governadas pelo Partido Popular – tanto a nível local como regional – e que subornava líderes políticos para conseguir contratos milionários.

Branqueamento de capitais, fraude fiscal, tráfico de influências, suborno são alguns dos crimes imputados aos principais responsáveis da rede.

O documento policial refere-se à suposta mediação de vários responsáveis do PP para adjudicar contratos e ajudas públicas a empresas, a troca do que recebiam uma comissão que era justificada através de faturas falsas.

Vários responsáveis regionais do PP e o ex-tesoureiro do partido estão entre os arguidos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Milhões de pessoas em risco de tráfico e escravidão devido à crise climática, revela relatório

Milhões de pessoas forçadas a deixar as suas casas por causa da seca severa e ciclones correm o risco da escravidão moderna e de tráfico humano nas próximas décadas, alertou um novo relatório publicado esta …

Mercado teme corrida ao imobiliário com o fim dos vistos gold

A partir de janeiro, segundo as novas regras aplicáveis aos vistos gold, vão deixar de estar abrangidos os investimentos em imobiliário com destino a habitação em Lisboa, no Porto e no litoral. O regime que visa …

Desempregados inscritos no IEFP caem 10% em agosto

O número de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) voltou a cair, pelo quinto mês consecutivo. Agosto fechou com 368.404 desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego De acordo com os dados …

Agora que a catedral de Notre-Dame está estabilizada, pode dar-se início à reconstrução

Dois anos e meio após o incêndio que devastou a catedral de Notre-Dame, o edifício encontra-se seguro para iniciar o processo de reconstrução, que se espera estar concluído em 2024. Os trabalhos de segurança e consolidação …

Agente de viagens burlou Cristiano Ronaldo em 200 mil euros

Cristiano Ronaldo foi burlado, ao longo de mais de três anos, pela funcionária de uma agência de viagens a quem confiou os seus cartões de crédito e códigos. Jorge Mendes, Gestifute, Nani e Manuel Fernandes …

França diz-se "enganada" pela Austrália após suspensão de contrato de submarinos

Na semana passada, Estados Unidos, Austrália e Reino Unido anunciaram um acordo de defesa que inclui o desenvolvimento de submarinos nucleares na Austrália. O embaixador francês na Austrália, Jean-Pierre Thebault, disse esta segunda-feira que a França …

Sete mortos e 306 infetados nas últimas 24 horas

Portugal registou, esta segunda-feira, 306 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Rússia Unida anuncia vitória nas legislativas

O partido do Kremlin, Rússia Unida, reivindicou no domingo a vitória nas eleições legislativas russas, mas a sua maioria constitucional na Duma, a câmara baixa do parlamento, está ainda por apurar, após a contagem de …

Cientistas estão a dar vida ao holodeck, um holograma que você pode tocar

Os cientistas estão cada vez mais perto de tornar o holodeck uma realidade. Investigadores estão a criar um holograma que você pode tocar. A série Star Trek: The Next Generation apresentou a milhões de pessoas a …

A partir de novembro, EUA passam a permitir entrada de estrangeiros totalmente vacinados

A partir do início de novembro, os Estados Unidos passam a permitir a entrada de viajantes da União Europeia (UE) e do Reino Unido, desde que estejam totalmente vacinados. Os Estados Unidos vão reduzir as restrições …