Ministra da Administração Interna admite rever proposta de lei sindical da PSP

Manuel de Almeida / Lusa

A Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa

A Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa

A ministra da Administração Interna disse esta quinta-feira, no Parlamento, estar disponível para fazer alterações à proposta de lei sindical da PSP, nomeadamente ao artigo que proíbe os sindicatos de fazerem declarações sobre a hierarquia e o funcionamento da polícia.

“Reconheço que a sua redação (artigo 3) pode ser infeliz e que pode levar a interpretações indesejadas”, admitiu Constança Urbano de Sousa, que está disponível para o discutir e alterar.

Na presença de algumas dezenas de polícias presentes nas galerias da sala do plenário, a ministra começou por referir que a proposta de Lei do Governo para alterar a lei sindical da PSP pretende rever o regime de faltas sindicais, tendo por base o modelo da lei do trabalho da função pública.

A PSP tem, atualmente, 14 sindicatos cujos representantes sindicais têm direito a quatro dias de faltas remuneradas por mês, mais 33 dias de faltas justificadas, o que totaliza 31.153 faltas ao serviço num ano, “sobretudo à segunda-feira, sexta-feira e fins-de-semana”.

A atual situação, acrescentou Constância Urbano de Sousa, provoca “alterações em nove mil escalas por mês”, já que “estão ausentes todos os dias 85 polícias, num total de 600 por semana”.

Depois da intervenção da ministra, foi a vez do deputado do PCP Jorge Machado, que defendeu a alteração dos aspetos mais gravosos do diploma, nomeadamente o artigo 3.º, a chamada “lei da rolha”, e propôs a audição de todas as estruturas sindicais, reiterando que é possível melhorar o diploma.

A estas questões, a ministra disse ter “disponibilidade total” para negociar.

Carlos Peixoto, do PSD, referiu que a proposta do Governo “mostra a fragilidade do Governo” e que “quanto mais tempo passa, mais fica provado que o Governo e o PS não se entendem com a sacrossanta maioria de esquerda estável e sem sobressaltos”.

Quanto à proposta, o deputado disse que o PSD “não passa cheques em branco a ninguém” e criticou a já conhecida “lei da rolha”, que se refere à proibição dos sindicatos de fazerem declarações sobre a hierarquia e o funcionamento da polícia vertida no diploma (artigo 3), considerando que esta impõe “restrições inadmissíveis”.

Sandra Cunha do BE também se mostrou preocupada com a redação do artigo 3 do diploma, reconhecendo a necessidade de a proposta de lei ser revista.

“A redação do artigo 3 limita em muito a atividade sindical: há matérias que têm de ser trabalhadas e revistas”, disse.

Telmo Correia do CDS admitiu que há problemas suscitados pela proliferação de sindicatos, a sua representatividade e a dificuldade de diálogo que isso provoca, mas que não se pode “pegar fogo” a todo o edifício legislativo que está em vigor.

Criticou também o facto de a ministra chegar ao plenário sem, à partida, os apoios dos partidos que sustentam o Governo e também sem ouvir as estruturas sindicais pois está em causa uma matéria de Estado.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Faca feita de fezes entre os vencedores deste ano dos prémios Ig Nobel

Uma faca feita com fezes congeladas e um jacaré a arrotar são alguns dos vencedores dos prémis Ig Nobel, que distinguem as invenções mais incomuns. Os prémios Ig Nobel – uma paródia dos prémios atribuídos pelas …

O hemisfério norte teve o verão mais quente de que há registo (e isso é um sinal de alerta para a Terra)

O hemisfério teve em 2020 o verão mais quente de que há registo. No geral, o Planeta Terra teve três dos meses mais quentes, e o mês de agosto foi o segundo mais quente que …

Há uma nova explicação para o naufrágio do Titanic: Uma fantástica Aurora Boreal

Todos conhecemos a história do Titanic. Também todos sabemos que o seu naufrágio aconteceu após o grande navio ter embatido num iceberg. Contudo, um investigador americano põe novas hipóteses em cima da mesa. E se …

Famalicão 1-5 Benfica | "Águia" faminta com nota artística

Após a desilusão de Salónica, que ditou um adeus precoce dos milhões da fase de grupos da Liga dos Campeões, o Benfica goleou na noite desta sexta-feira o Famalicão por 5-1, numa espécie de redenção. Neste …

O anonimato de Banksy teve um custo. Perdeu os direitos sobre uma das suas obras mais icónicas

O famoso artista de rua britânico Banksy perdeu uma longa batalha judicial pelos direitos autorais da obra "The Flower Thrower", contra a Full Colour Black, empresa que produz postais de felicitações. Banksy, o misterioso artista que, …

Reino Unido e Espanha aumentam restrições. Itália e Alemanha com quase dois mil casos

Madrid restringe movimentos de 850 mil pessoas, Itália regista um aumento dos casos de infeção nas últimas 24 horas, britânicos enfrentam novas restrições no país e Alemanha com dois mil novos casos de covid-19. A região …

Trump novamente acusado de assédio sexual. "Enfiou a língua na minha garganta", disse Amy Doris

O Presidente dos EUA, Donald Trump, foi acusado esta quinta-feira de agressão sexual por uma ex-modelo, num episódio que alegadamente terá ocorrido num torneio de ténis, em 1997. A ex-modelo Amy Dorris relatou ao jornal britânico …

Ventura pondera suspender mandato para se dedicar à campanha presidencial

O presidente do Chega afirmou hoje que o seu partido "está a analisar" no plano jurídico a questão da suspensão temporária do seu mandato de deputado para se dedicar às campanhas dos Açores e presidenciais. Em …

Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recupera, avisa neurologista

Um neurologista ouvido num documentário da RMC Sport diz que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher está em estado vegetativo e dificilmente recuperará. Já passaram quase sete anos desde que Michael Schumacher sofreu um acidente …

Processos com acórdãos a meias entre Rangel e Galante estão em risco

Durante dez anos, centenas de acórdãos do Tribunal da Relação de Lisboa foram feitos a meias entre Rui Rangel e Fátima Galante. Agora, esses processos estão em risco. A Procuradoria-Geral da República anunciou esta sexta-feira a …