Ministério “vingou-se dos docentes” que não fizeram prova de avaliação

Mário Fernandes / Flickr

Mário Nogueira, da FENPROF, numa manifestação de professores

Mário Nogueira, dirigente da FENPROF, numa manifestação de professores

As listas de colocações de professores divulgadas esta terça-feira representam para a Fenprof “um ato de vingança” do Ministério da Educação para com os contratados que não fizeram a prova de avaliação, ao excluírem quase oito mil docentes nestas condições.

Para Mário Nogueira, a exclusão de perto de oito mil docentes, segundo contas da federação sindical, “é uma vingança, um castigo” do ministério para “os professores que desobedeceram não fazendo a prova”.

A aprovação na PACC é condição fundamental para que todos os docentes contratados com menos de cinco anos de serviço possam concorrer a um lugar nas escolas.

A Fenprof manifestou-se disponível para apoiar juridicamente todos os docentes contratados excluídos por não terem feito a PACC e que pretendam avançar para tribunal para impugnar as listas e as colocações.

Ainda de acordo com as contas da Fenprof, o saldo entre aposentações e rescisões e entradas nas escolas aponta para uma “destruição de mais de 5 mil postos de trabalho para professores” este ano letivo nos estabelecimentos escolares, e defendeu que os milhares hoje colocados não podem ser considerados “um número residual” tendo em conta a proximidade da abertura do ano letivo, que acontece dentro de dois dias, a 11 de setembro.

Quase 6.750 professores colocados, horários-zero caíram para metade

De acordo com os dados divulgados hoje pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC), dos “4.405 docentes dos quadros opositores à mobilidade interna, foram colocados 3.488”, ou seja, quase 3.500 professores que não tinham horários atribuídos nas escolas ou agrupamentos a que pertencem conseguiram colocação noutra escola para lecionar.

“Caiu assim para menos de metade (917) o número de docentes que estão transitoriamente sem componente letiva, em relação ao número equivalente no ano passado”, refere o MEC, em comunicado.

No total, foram hoje colocados nas escolas 6.744 docentes, dos quais 3.488 são dos quadros e 3.256 são contratados.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Guerrinha de chacha esta treta, façam as provas de avaliação e não piem, se os alunos tb fazem provas extra curriculares, os professores que o façam também, muitos não as sabem têm o rabinho apertado.

  2. As avaliações deveriam ser periódicas, bem como a actualização e renovação de conhecimentos, e das aptidões minimas, não só para professores e certas profissões onde mais se fazem sentir a sua necessidade, mas para todos de um modo geral.
    Não faz sentido nenhum titulos vitalicios de competencias que podem não existir ou estarem desatualizadas, pelas mais diversas razões além das fraudulentas.
    Uma sociedade que não cultivar a flexibilidade, a daptação, a eficiencia e o desempenho de excelencia numa época de grande concorrencia e desenvolvimentos acelerados estará certamente definhando e correndo o risco de extinção.

  3. É preciso ter lata

    Sempre foram uns previligiados e agora fizeram a birrinha de não serem avalaiados, como se de deuses se tratassem. e agora a culpa é dos outros que os andam perseguir.
    Haja decoro.
    Mal comparado faz-me lembrar quando membros indesejados de certas etnias são punidos, e somos logo apelidados de racistas

    • Quando diz privilegiados refere-se aos longos dias de férias a fazer matrículas, constituir turmas, rever termos, fazer o lançamento do ano letivo, atender encarregados de educação fora de horas de expediente, corrigir provas aos fins-de-semana, apanhar dos encarregados de educação, morar no Minho e trabalhar no Algarve, esperar 25 anos para entrar nos quadros….

RESPONDER

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …

Holanda reduz velocidade máxima nas autoestradas em prol da qualidade do ar (e deixa o primeiro-ministro "muito infeliz")

O Governo holandês vai baixar os limites de velocidade nas autoestradas do país para travar as emissões de monóxido de nitrogénio, que contribui para a degradação da camada de ozono. O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, anunciou …

Facebook para iOS utiliza câmara do iPhone sem que o utilizador note

Há um erro na aplicação do Facebook para iOS - sistema operativo do iPhone - que liga a câmara do telemóvel sem que o utilizador se aperceba quando este faz scrool no feed de …

Tesla vai abrir a sua primeira fábrica na Europa

O construtor de carros elétricos Tesla vai abrir uma fábrica nos arredores de Berlim, anunciou o presidente executivo da empresa, Elon Musk, na terça-feira à noite ao receber um prémio na capital alemã. “Tenho uma informação …

Continental vai contratar 300 engenheiros para o Porto

A Continental vai instalar no Porto um centro de desenvolvimento de tecnologias que poderá empregar "cerca de 300 engenheiros" e apoiará o desenvolvimento de soluções para veículos elétricos, condução autónoma e cibersegurança, anunciou esta quarta-feira …

Comissão Europeia aprova comercialização da primeira vacina para o Ébola

A Comissão Europeia anunciou no início da semana que concedeu uma autorização para a comercialização da primeira vacina contra o Ébola, designada Ervebo e produzida pela farmacêutica Merck. A vacina estava a ser produzida desde o …

Facebook lança o seu próprio MB Way

O Facebook lançou nos Estados Unidos uma nova funcionalidade para facilitar pagamentos através das quatro principais aplicações do grupo, que é semelhante ao funcionamento das transações com o MB Way. Em comunicado, Deborah Liu, responsável do …

O dilema dos chumbos, o "engano" de Ventura e o "falso liberal". O primeiro debate aqueceu

O primeiro debate quinzenal da legislatura arrancou esta quarta-feira e ficou marcado pelas retenções até ao 9.º ano - Chumba ou não chumba?, quis saber a direita, bem como pelo aumento do salário mínimo nacional …

Sondagem europeia defende tratado internacional que proíba "robôs assassinos"

Quase três em cada quatro pessoas querem que o seu governo colabore com outros países para proibir sistemas letais de armas autónomas. A organização não-governamental Human Rights Watch (HRW) divulgou esta quarta-feira os resultados de uma …

Pentágono está a criar bactérias que detetam explosivos no subsolo

O Pentágono, em conjunto com a empresa de defesa Raytheon, está a desenvolver um sistema capaz de produzir bactérias geneticamente modificadas no subsolo, com o objetivo de detetar explosivos no subsolo. Neste projeto, iniciado pela Agência …