Ministério Público recebe queixa por indícios de burla na venda da TAP

Aero Icarus / Flickr

Elementos da Associação Peço a Palavra (APP) apresentaram uma queixa no Ministério Público contra os ex-secretários de Estado dos Transporte e do Tesouro, o presidente da Parpública e os novos donos da TAP, por suspeita de ilegalidade no negócio.

“Apresentámos esta queixa ao Ministério Publico porque existem indícios de burla na venda da TAP”, disse o cineasta António Pedro de Vasconcelos, um dos subscritores da queixa, em conferência de imprensa.

Segundo o cineasta, as suspeitas de burla prendem-se com as dúvidas sobre quem é o verdadeiro dono da TAP, sobre o facto de o negócio ter sido fechado sem o parecer prévio da entidade reguladora e por ter sido “um Governo de gestão a autorizar o Estado a assumir o compromisso de uma dívida de 776,7 milhões de euros” da empresa privatizada.

A APP reafirmou a necessidade urgente de ser travado o processo de privatização da TAP, através da sua anulação pela justiça.

Por isso, seis elementos desta associação avançaram com a queixa no Ministério Público contra o ex-secretário de Estado dos Transportes Sérgio Monteiro, a ex-secretária de Estado do Tesouro Isabel Castelo Branco, o presidente da Parpública, Pedro Ferreira Pinto, e contra os empresários Humberto Pedrosa e David Neeleman, do consórcio Gateway.

O acordo de conclusão da venda direta de 61% do capital da TAP foi assinado no dia 12 entre a Parpública e o Agrupamento Gateway, na presença da então secretária de Estado do Tesouro, Isabel Castelo Branco, do então secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Miguel Pinto Luz, os representantes do Agrupamento Gateway e da comissão executiva da Parpública.

O advogado Ricardo Sá Fernandes, outro dos signatários da queixa, disse aos jornalistas que existem indícios de “responsabilidade criminal” por parte das pessoas visadas, mas “cabe ao Ministério Público apurar os factos e acusar”.

Ricardo Sá Fernandes considera possível o Ministério Público fazer a sua investigação num “par de meses”, o que dará tempo para travar o negócio da TAP.

Para António Pedro de Vasconcelos o processo de privatização da TAP “deve ser travado imediatamente, pois cada dia que passa é um risco para empresa”.

“Se não houver um empenhamento imediato na anulação do contrato, os custos podem ser irreparáveis“, disse lembrando “exemplos infelizes” de privatizações que correram mal, como a da PT e a da Cimpor.

A APP já pediu reuniões aos ministérios que podem intervir no processo e considera que o primeiro-ministro pode cumprir o que prometeu e anular a privatização da TAP.

O cineasta defendeu ainda que todas as privatizações feitas nos últimos quatro anos, “mereciam uma investigação parlamentar”, por se tratarem de empresas estratégicas, como os CTT.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não é preciso ser “expert” na matéria para ter a sensação que nem tudo foi claro neste negócio, feito de forma apressada e atabalhoáda.
    Basta o facto de o Estado ter ficado como fiador de quase 778 milhões de euros, que a qualquer altura pode ser chamado a pagar, para se desconfiar que não houve o cuidado necessário de fazer um bom negócio para o Estado; parece mesmo que houve favorecimento deliberado ao comprador (privado) em deterimento do erário publico.

  2. Basta ver de onde vem a denúncia, para sabermos que se trata de uma cavala montada por esse FP de pseudo realizador Pedro ” traidor ” vasconcelos” que anda encornado por não lhe terem dado subsídios.

Acusado de racismo e sexismo, conselheiro político de Boris demite-se

Andrew Sabisky, conselheiro direto do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, demitiu-se esta segunda-feira, depois de ser acusado de racismo e sexismo pelo próprio Partido Conservador por causa de declarações suas no passado. Em causa estão declarações feitas …

"Impressora de pele" promete ajudar na cicatrização de queimaduras

Uma nova impressora 3D portátil é capaz de depositar "folhas de pele", umas sobre as outras, e criar um curativo biológico para cobrir grandes queimaduras. A nova impressora 3D foi desenvolvida por uma equipa de investigadores …

"Made in Space". A primeira fábrica espacial vai começar a ganhar forma

Com o objetivo de construir coisas cada vez maiores no Espaço, uma empresa do Colorado, nos Estados Unidos, está a preparar-se para uma missão de demonstração de construção. A Blue Canyon Technologies vai fornecer a infraestrutura …

Asteróide que passou recentemente pela Terra não estava sozinho

Astrónomos descobriram que o asteróide 2020 BX12, que passou pela Terra na semana passada, era afinal um sistema binário de asteróides. Estamos a falar do asteróide 2020 BX12, que passou a 4,3 milhões de quilómetros de distância da …

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …

Tribunal suspende construção da Gigafactory na Alemanha

Um tribunal alemão ordenou à Tesla, este domingo, a suspensão das obras da sua fábrica "Gigafactory" por questões ambientais. Em novembro do ano passado, Elon Musk, presidente executivo da Tesla, anunciou que a Alemanha tinha sido …

Novos semáforos da Índia ficam vermelhos quando os condutores buzinam

A Polícia de Mumbai, na Índia, instalou detetores de ruído em vários semáforos de cruzamentos importantes da cidade, visando reduzir a poluição sonora. Agora, quanto mais os condutores buzinam, mais tempo a luz se mantém …

Polícia de Hong Kong procura autores de roubo de papel higiénico

Um camião que transportava papel higiénico foi, esta segunda-feira, alvo de um assalto à mão armada em Hong Kong, onde a escassez do produto motivou uma corrida ao comércio local. As autoridades informaram que um motorista …

Centeno considera gravações de Varoufakis "politicamente lamentáveis"

O presidente do Eurogrupo considerou, esta segunda-feira, a atitude do antigo ministro das Finanças grego, que gravou reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, "politicamente lamentável". "Honestamente, não tenho comentários a fazer sobre …