Ministério Público pede pena máxima para Pedro Dias

Paulo Novais / Lusa

Pedro Dias, suspeito de triplo homicídio em Aguiar da Beira.

O Ministério Público pediu 25 anos de cadeia para Pedro Dias pelos homicídios do militar Caetano, do casal Pinto e do homicídio na forma tentada do militar Ferreira, que Pedro Dias acusa de ser o verdadeiro autor dos disparos que levaram à morte do casal.

Esta quinta-feira, o Ministério Público pediu a pena máxima de prisão pelos homicídios na forma consumada e o homicídio na forma tentada pelos quais está a ser julgado. “Entendemos que, por cada um dos crimes de homicídio, deve ser condenado em penas parcelares próxima da moldura máxima“, afirmou a procuradora.

No entanto, o Ministério Público deixou cair o crime de homicídio tentado de Lídia da Conceição, que foi sequestrada em Moldes, mudando o crime para ofensa à integridade física, segundo o Observador.

“O arguido atentou contra a vida de quatro pessoas”, afirmou a procuradora, referindo que o militar António Ferreira só não “perdeu a vida por circunstâncias alheias à vontade do arguido”. “A vida que António Ferreira tinha antes, em função das lesões produzidas pelo disparo do arguido, nunca mais será a mesma“.

O Ministério Público destaca também o facto de as vítimas serem jovens, “com ambição, arte e engenho para conquistar o mundo”. “Duas vítimas quando cumpriam a nobre missão de defender o seu semelhante e outros dois que queriam cumprir um sonho“.

A procuradora destacou por último as razões “mesquinhas” que levaram o arguido a cometer os crimes. No caso dos dois militares, porque não queria que lhe fosse feita “uma revista pessoal” e que fosse “descoberta a arma” e no caso do casal Pinto porque precisava do carro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

DiCaprio explica como reverter a crise climática

Ice on Fire é um documentário HBO produzido e narrado pelo ator norte-americano Leonardo DiCaprio que retrata a atual crise climática. A grande produção foi discutida esta segunda-feira em Lisboa, onde se falou do contexto …

Descoberto fóssil de macaco que viveu há 4,2 milhões de anos no Quénia

Uma equipa internacional de investigadores descobriu restos fósseis de um pequeno macaco que viveu no Quénia há 4,2 milhões de anos. Os responsáveis pela investigação, que será publicada na revista Journal of Human Evolution, são cientistas …

Air France acusada de negligência no desastre do voo Rio de Janeiro-Paris

A justiça francesa acusou a Air France de negligência, na sequência da investigação ao acidente aéreo do voo Rio de Janeiro-Paris, que causou 228 mortos em 2009, confirmou esta quarta-feira a AFP. O Ministério Público considerou …

Governo "está preparado” para eventual greve dos camionistas

O ministro do Trabalho, Vieira da Silva, disse esta quarta-feira que “não perdeu as esperanças no esforço de conversação” com os representantes dos camionistas, mas garantiu que “o Governo está preparado para o que vier …

Carga misteriosa e contradições nos passageiros. Revelados novos dados sobre o MH370

A França é o único país que continua a investigar o desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines em Março de 2014. E emergem novos dados sobre o que apuraram os magistrados envolvidos no caso, …

Foi avistada uma alforreca gigante no Reino Unido

A alforreca gigante, a maior alguma vez encontrada em águas britânicas, foi avistada na Cornualha, no Reino Unido, no sábado, por uma bióloga e repórter da BBC. Segundo o Washington Post, a criatura foi avistada, no …

Montepio condenado a ressarcir cliente que culpou de ataque informático

O Tribunal da Relação de Guimarães condenou o banco Montepio a pagar a uma cliente de Barcelos os 28.596 euros que em quatro dias foram retirados da sua conta, na sequência de ataque informático. Por acórdão …

Crew Dragon. Já se sabe o que causou a misteriosa explosão da nave da SpaceX

A NASA e a SpaceX explicaram, finalmente, o motivo da explosão da nave espacial Crew Dragon. Apesar de terem sido divulgadas imagens da explosão, nenhuma das agências explicou as razões do desastre. As imagens da nave …

Turistas britânicos encorajados a afixar cartazes de Maddie durante as férias

Turistas britânicos com viagens marcadas para o estrangeiro estão a ser encorajados a levar cartazes de Madeleine McCann pela campanha oficial lançada pelos pais para encontrar a criança inglesa desaparecida em Portugal em 2007. “Vai de …

Crianças preferem ser YouTubers do que astronautas

A maioria das crianças entrevistadas prefere mais ser YouTuber do que ser astronauta. De uma lista de cinco profissões, a de cosmonauta foi a menos escolhida entre crianças americanas e britânicas. Há 50 anos, a ida …