Governo proíbe aulas por turnos no 1.º ciclo. Solução só deve ser considerada em “casos excecionais”

Manuel de Almeida / Lusa

O Ministério da Educação esclareceu esta sexta-feira que, no próximo ano letivo, as escolas só deverão considerar organizar os horários das turmas por turnos em “casos muito excecionais” e “devidamente justificados”.

O jornal Público avança, esta sexta-feira, que a organização dos horários escolares por turnos apenas estarão autorizados “nos casos em que existam mais turmas do que salas de aula”. Além disso, os estabelecimentos de ensino só deverão considerar esta alternativa “em casos muito excepcionais, devidamente justificados e desde que exista acordo entre todas as partes”.

O Ministério da Educação adiantou ainda ao mesmo jornal que a organização por turnos não é permitida nas aulas do 1.º ciclo (1.º ao 4.º ano de escolaridade), que deverão mantendo horário habitual das 9h às 16h. Até às 17h30 haverá atividades de enriquecimento curricular cuja frequência é facultativa.

As escolas onde já funcionava o regime duplo – ocupação da mesma sala por duas turmas, uma no turno da manhã e outra no turno da tarde – podem manter essa situação, que atualmente é residual. No entanto, as escolas nesta situação devem garantir outras atividades na parte do turno emq ue os alunos não têm aulas.

Em relação ao 2.º e 3.º ciclos e ao ensino secundário (5.º ao 12.º ano de escolaridade), as escolas têm liberdade para elaborarem os melhores horários para reduzir os riscos de infeção por covid-19. A maioria das escolas só vai lançar os horários em setembro, mas, segundo o Público, vários agrupamento já avisaram que vão optar pela organização em turnos.

O Ministério da Educação recordou ainda que, apesar dos turnos de meio dia, as escolas continuam a ser obrigafas a dar resposta aos alunos que necessitem de apoios e atividades educativas complementares.

Em relação ao que fazer aos alunos, professores e funcionários considerados de risco, Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores, esclareceu, em declarações ao Jornal de Notícias, que a informação que tem sido transmitida aos professores e diretores nas reuniões regionais com o secretário de Estado Adjunto da Educação vai no sentido da necessidade de, nesses casos, colocar baixa médica e justificar as faltas.

De acordo com a edição desta sexta-feira do Jornal de Negócios, apenas 1% das 3.500 escolas que retomaram o funcionamento presencial entre 18 de maio e 26 de junho registaram casos de covid-19.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …

Toronto apresenta providência cautelar contra projeto que constrói "casas" para os sem-abrigo

Um carpinteiro canadiano decidiu construir abrigos para as pessoas que vivem nas ruas de Toronto. A autarquia considerou que são perigosos e apresentou uma providência cautelar. De acordo com a empresa de media Vice, Khaleel Seivwright, carpinteiro …

Trinta anos depois, MI6 pede desculpa por ter banido espiões gays

Richard Moore pediu desculpa " pela forma como colegas e concidadãos LGBT+ foram tratados", tendo-lhes sido negada a oportunidade de servir o país no MI6. O chefe do MI6, o serviço secreto de inteligência do Reino …

Já foram administradas 837.887 vacinas em Portugal

Um total de 837.887 vacinas contra a covid-19 foram administradas em Portugal desde 27 de dezembro, quando foi dada a primeira dose, indicou o Ministério da Saúde este sábado. Num comunicado de balanço do processo de …