Governo proíbe aulas por turnos no 1.º ciclo. Solução só deve ser considerada em “casos excecionais”

Manuel de Almeida / Lusa

O Ministério da Educação esclareceu esta sexta-feira que, no próximo ano letivo, as escolas só deverão considerar organizar os horários das turmas por turnos em “casos muito excecionais” e “devidamente justificados”.

O jornal Público avança, esta sexta-feira, que a organização dos horários escolares por turnos apenas estarão autorizados “nos casos em que existam mais turmas do que salas de aula”. Além disso, os estabelecimentos de ensino só deverão considerar esta alternativa “em casos muito excepcionais, devidamente justificados e desde que exista acordo entre todas as partes”.

O Ministério da Educação adiantou ainda ao mesmo jornal que a organização por turnos não é permitida nas aulas do 1.º ciclo (1.º ao 4.º ano de escolaridade), que deverão mantendo horário habitual das 9h às 16h. Até às 17h30 haverá atividades de enriquecimento curricular cuja frequência é facultativa.

As escolas onde já funcionava o regime duplo – ocupação da mesma sala por duas turmas, uma no turno da manhã e outra no turno da tarde – podem manter essa situação, que atualmente é residual. No entanto, as escolas nesta situação devem garantir outras atividades na parte do turno emq ue os alunos não têm aulas.

Em relação ao 2.º e 3.º ciclos e ao ensino secundário (5.º ao 12.º ano de escolaridade), as escolas têm liberdade para elaborarem os melhores horários para reduzir os riscos de infeção por covid-19. A maioria das escolas só vai lançar os horários em setembro, mas, segundo o Público, vários agrupamento já avisaram que vão optar pela organização em turnos.

O Ministério da Educação recordou ainda que, apesar dos turnos de meio dia, as escolas continuam a ser obrigafas a dar resposta aos alunos que necessitem de apoios e atividades educativas complementares.

Em relação ao que fazer aos alunos, professores e funcionários considerados de risco, Filinto Lima, presidente da Associação Nacional de Diretores, esclareceu, em declarações ao Jornal de Notícias, que a informação que tem sido transmitida aos professores e diretores nas reuniões regionais com o secretário de Estado Adjunto da Educação vai no sentido da necessidade de, nesses casos, colocar baixa médica e justificar as faltas.

De acordo com a edição desta sexta-feira do Jornal de Negócios, apenas 1% das 3.500 escolas que retomaram o funcionamento presencial entre 18 de maio e 26 de junho registaram casos de covid-19.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Assimetrias celestes. Afinal, os ventos estelares não são esféricos

Uma equipa de astrónomos realizou várias observações de ventos estelares em torno de estrelas envelhecidas e, como resultado, apresentaram uma nova explicação para as formas das nebulosas planetárias. Os cientistas descobriram que, afinal, os ventos estelares …

Consumo excessivo de álcool afeta o sistema nervoso (e aumenta a ansiedade)

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde concluíram que o consumo repetitivo de álcool afeta diretamente células imunes do sistema nervoso central, que eliminam parte da comunicação entre os neurónios, e provoca o …

Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores - ainda que demorem mais tempo …

Exército norte-americano usou fundos de emergência covid-19 para comprar armas

O exército dos Estados Unidos utilizou fundos de emergência aprovados pelo Congresso especificamente para combater a covid-19 para comprar armas, denuncia esta semana o jornal norte-americano The Washington Post. O caso remonta a março passado, …

Carpinteiros usam técnica medieval na reconstrução de Notre Dame

A reconstrução de Notre Dame - que se prevê estar concluída no prazo de cinco anos - continua a avançar e os carpinteiros usaram técnicas medievais para erguer uma estrutura na fachada do monumento. A Catedral …

Durante um ano e meio, uma aldeia inteira perdeu a Internet todos os dias à mesma hora (e já se sabe porquê)

Durante 18 meses, os residentes de uma vila no País de Gales perderam a Internet todos os dias à mesma hora. Agora, engenheiros identificaram o motivo: uma televisão em segunda mão que emitia um sinal …

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …