Ministério da Educação esclarece polémica das calculadoras

USP Imagens

-

As associações de pais contestam as normas definidas para o exame nacional de Física e Química, que proíbem o uso de calculadoras gráficas, temendo que obriguem à compra de duas calculadoras, mas o ministério garante que não será necessário.

“Têm as famílias de suportar a aquisição de dois tipos de máquinas de calcular, quando a utilização das calculadoras gráficas é promovida em sala de aula e é um instrumento normal do trabalho dos nossos filhos e educandos?”, questiona a Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE), em comunicado.

O Ministério da Educação, em resposta à agência Lusa, garante que “não, os alunos não têm de comprar uma segunda calculadora”.

“Na prática, apenas vai ser necessário usar em exame a máquina de calcular que, por regra, se usou até ao 9.º ano do ensino básico. Neste ciclo de ensino, não é requerido o uso de calculadora gráfica em nenhuma das disciplinas que constituem o currículo. O investimento que as famílias fizeram continua a ser absolutamente válido”, lê-se na resposta da tutela.

Assim, de acordo com as explicações do ministério, para o ensino secundário, os pais terão apenas que comprar a calculadora gráfica, que, apesar de proibida em exames, será usada em contexto de aulas em Física e Química A, mas também em Matemática A.

Nas normas publicadas pela Direção-Geral de Educação (DGE), determina-se que, para o exame nacional de Física e Química de 2016-2017, “os alunos deverão ser portadores de calculadoras científicas, não sendo permitido o uso de calculadoras gráficas”.

Apesar de proibir o uso no exame nacional, a DGE afirma, num ofício datado de 10 de Outubro, que em sala de aula a utilização de máquinas de calcular gráficas “deve ser uma prática a considerar, nomeadamente, em atividades nas quais se utilizam sistemas de aquisição automática de dados, bem como no tratamento de dados experimentais, incluindo o traçado de gráficos”.

Já foi criada uma petição online que pede à Direção Geral da Educação a aprovação da utilização da calculadora gráfica nos exames nacionais de Física e Química, mas a DGE entende que “ponderadas as vantagens e desvantagens, considera-se que é possível elaborar provas válidas e representativas do currículo da supracitada disciplina, sem que se utilizem as calculadoras gráficas”.

O ofício da DGE refere ainda que este tipo de máquina de calcular pode ser usado num dos dois cadernos que compõem o exame nacional de Matemática A, e que ao longo do ano, para a disciplina de Matemática a calculadora gráfica “deverá ser utilizada nos termos preconizados nos documentos curriculares em vigor”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Coitadinhos dos bébés. è justo que se deixem utilizar as calculadoras graficas ou outras pois os marmanjos nem sabem a tabua da cor e, sendo assim TUDO se justifica. Puxem pela cabeça, aprendam a pensar como os do nosso tempo( Já cá cantam muitas primaveras) e os de muitos séculos atrás. Já pensaram um pouco para saberem como os arquiteteso de há 500, 600 e mil anos conseguiam edificar monumentos maravilhosos( Jeronimos, Batalha , Torre dos Clerigos ) sem as calculadoras graficas e ou outras a menos que fossem ajudados pelos extraterrestres.Se ele river possibilidades de vêr e ouvir estes disparates o Leonardo da Vinci, deve estar a rebolar-se a rir da estupidez que grassa no meio estudantil, professores , pais e afins. Tenho dito para que conste.

  2. Eu comprei uma calculadora cientifica, que custou quase 200€ para o meu filho, porque foi imposto pela escola, fruto do plano curricular imposto pelo anterior governo. Sendo proibido, o seu uso, por este governo, exijo a devolução do dinheiro.

  3. Muito bem pensado. Exigam tudo o que o anterior governo vou roubou ? mas não se esqueçam de para o próximo exigirem o que este também nos vai roubar. Parece impossivel como pesssoas perdem tempo a”exigir” o que sabem não ser possivel. Pelo menos poderá aprender a fazer contas de somar, subtrair e outras. Já agora, quanto é que os meninos e paisinhos que muito exigem, gastarem com os seus meninos em festivais, noitadas e afins ?. Tenham juizinho nessa mioleira. Exijam isso sim, qualidade de vida, que não nos roubem no IMI e outras taxas e taxinhas e exigam que não se lembrem de nos taxar o ar que respiramos. Também pouco falta para isso. PS . Não tenho simpatias politicas mas sim o que se chama de “bom senso”.

  4. Eu sou aluna de Faculdade e no meu tempo de secundária usava-se calculadoras gráficas em Matemática A e em Fisica e Quimica porque fazia-se gráficos e leituras de dados. MAS também dá para meter cábulas e escrever na calculadora. Ora assim sendo, e como Fisica e Quimica tem teórica, não é permitido levar calculadoras com possibilidade de levar cábulas. Isto é a minha ideia da proibição desta calculadora para estes exames. Agora, não barelhemos conceitos: Calculadora GRAFICA custa 100 euros para cima e faz gráficos. Calculadora CIENTIFICA custa 20-50 euros, uma normal, todos usámos na primária. Faz contas de somar, dividir, Combinações de probabilidades, trignometria, logaritmos e raízes quadradas. Agora, não me diga que paga 200 euros por uma máquina dessas, porque é mentira. Vá procurar em casa que de certeza tem uma antiga e dê ao seu filho. Na minha faculdade tenho sempre de andar com uma cientifica e uma gráfica, e só tive de pagar mais pela gráfica.

RESPONDER

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …

Há mais pessoas em quarentena do que vivas durante a 2ª Guerra Mundial

Um terço da população mundial - 2,6 mil milhões de pessoas - está em quarentena. São mais seres humanos em isolamento do que aqueles que estavam vivos para testemunhar a 2ª Guerra Mundial. Na terça-feira, o …

Biblioteca virtual no Minecraft dá voz a jornalistas censurados de todo o mundo

Enquanto governos de todo o mundo reprimem a liberdade jornalística e censuram a sua imprensa nacional, a Reporters Without Borders está a trabalhar para chegar ao público através de um canal improvável: uma enorme biblioteca …

Há mais 19 mortos em Portugal. Número de casos confirmados perto dos 6.000

Portugal registou, este domingo, mais 19 mortes devido ao surto de covid-19. O número de casos confirmados é de 5.962, mais 792 em relação aos números de sábado. A Direção-Geral de Saúde revelou este domingo o …

Criança de 14 anos morre com covid-19 no Hospital da Feira

Uma criança de 14 anos morreu, este domingo, no Hospital de São Sebastião, na Feira, vítima de covid-19. Sofria de psoríase, doença que pode debilitar o sistema imunitário. O rapaz era morador em Ovar e tinha …

A Estação Matternet é um "portal seguro de drones" para hospitais

O sistema é simples: a equipa médica do hospital coloca as amostras que precisam de ser testadas no interior da estação, e esta encarrega-se automaticamente de as colocar num drone. Depois, o topo da torre …

Espanha atinge recorde: Morreram 838 pessoas nas últimas 24 horas

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 838 mortos com o novo coronavírus, voltando a aumentar o número de falecidos num só dia e elevando o balanço total para 6.528, de acordo com a última atualização …