Ministério alerta para circulação de lista falsa de colocações no Ensino Superior

Marcos Santos / USP Imagens

A lista de colocações que anda a circular na Internet é falsa. Lista oficial será conhecida apenas na madrugada do próximo domingo, alerta o Ministério do Ensino Superior.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior acaba de alertar que a lista de colocações que anda a circular na Internet é falsa e que os resultados da 1ª fase de acesso ao Ensino Superior só serão conhecidos no próximo domingo, avança o Observador.

“A lista de colocações das vagas do Acesso ao Ensino Superior 2017/18 que anda a circular na Internet é falsa. O MCTES informa que irá distribuir hoje [sexta-feira] essas listas com embargo até às 00H01 de domingo, dia 10 de setembro”, informa em comunicado.

“Esta não é a primeira vez que detetamos que existe uma lista falsa a ser partilhada entre os candidatos”, disse ao jornal Público Dulce Anahory, do gabinete de comunicação do MCTES.

O ano passado aconteceu o mesmo, mas fizeram parecer que se tinham antecipado ligeiramente ao embargo. Desta vez, exageraram no período de antecipação. Ainda não temos a lista pronta, portanto a lista não pode ser verdadeira”, acrescentou.

Este ano, pela primeira vez desde 2009, o número de alunos candidatos na 1.ª fase do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior superou o número de vagas: 52.579 candidaturas para 50.838 vagas nas instituições públicas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Chefe do Estado-Maior do Exército demite-se

O chefe do Estado Maior do Exército (CEME), o general Rovisco Duarte, demitiu-se nesta quarta-feira, dois dias após a tomada de posse do novo ministro da Defesa A notícia, inicialmente avançada pela TVI24, é agora confirmada …

"Biscoitos Ronaldo" geram polémica em café português no Reino Unido

Café em Worcester, Reino Unido, vendeu cerca de 60 bolachas. Dono alega que se tratava de uma brincadeira. Um português que vive no Reino Unido gerou polémica ao vender, no seu café, bolachas alusivas às acusações …

Macron segue os passos de Portugal e remodela o Governo francês

Depois de Portugal, foi a vez da França fazer uma remodelação governamental. Quatro ministros estão de saída, entram oito e seis mudam de pasta. A remodelação do Governo francês foi anunciada na terça-feira, duas semanas depois …

Governo quer vender fardas da PSP e GNR na Internet

A criação de uma plataforma online para a venda das fardas dos militares da GNR e dos agentes da PSP é uma das medidas que consta do Orçamento do Estado para 2019, com o objectivo …

Explosão em escola na Crimeia faz 10 mortos e centenas de feridos

Pelo menos 10 pessoas morreram e outras 50 ficaram feridas numa explosão no Instituto Politécnico da cidade de Kerch, no leste da Crimeia, de acordo com fontes médicas russas. "Como resultado de uma explosão no Instituto …

Relação confirma pena de prisão máxima para Pedro Dias

O Tribunal da Relação de Coimbra confirmou esta quarta-feira a decisão da primeira instância de condenar Pedro Dias a 25 anos de prisão por vários crimes cometidos em Aguiar da Beira, a 11 de outubro …

Benefícios fiscais só para novos contratos podem acelerar despejos

Depois de analisar as propostas do pacote de habitação, a UTAO avisa para as possíveis consequências das medidas de alívio fiscal no arrendamento, por apenas se aplicarem a novos contratos.   A Unidade Técnica de Apoio …

Subvenções vitalícias a políticos custam 7,17 milhões (e a lista continua em segredo)

O Orçamento de Estado para 2019 prevê um gasto de 7,17 milhões de euros com as subvenções vitalícias atribuídas a políticos. Um valor que desce apenas 90 mil euros, relativamente a 2018, numa altura em …

Afinal, a Google cedeu dados de bloggers ao Benfica

O Benfica chegou a acordo com a Google para a obtenção da identidade dos autores de blogues que divulgaram emails roubados ao clube. Os encarnados terão desistido da acção contra a gigante tecnológica. O Jornal de …

Centeno contraria Marcelo: “O único orçamento eleitoralista foi o de 2016”

Na sua primeira entrevista após a entrega do Orçamento de Estado para 2019, Mário Centeno rejeitou que a proposta seja eleitoralista, afirmando que o único orçamento eleitoralista nesta legislatura foi o de 2016. Ao contrário das …