Mindset, sinergia: uma maneira de combater o stress

Nova configuração mental, sinérgica, faz com que as pessoas respondam da melhor forma aos momentos de stress. Combater, em vez de fingir.

Stress. Faz parte da vida da grande maioria das pessoas que conhecemos. Incluindo de nós próprios.

O ideal não é fingir que o stress não existe. O ideal é combater o stress e saber combater. Ou pelo menos, saber como lidar com isso.

Ideia reforçada pela revista Vice, que começa por citar um estudo publicado na revista Nature, precisamente sobre como proteger adolescentes do stress. A resposta é uma “intervenção de mentalidade sinérgica”.

Investigadores de diversas universidades dos Estados Unidos da América concentraram-se em mais de 4 mil adolescentes, em escolas, mas avisaram que a abordagem pode ser aplicada também em adultos.

Primeiro, explicaram aos voluntários o que é este mindset: saber interpretar as respostas do corpo ao stress (coração a bater mais rápido, por exemplo) para transformar essas reacções em algo útil, bom; não prejudicial.

Após a primeira sessão, já havia consequências positivas na saúde mental e nas respostas fisiológicas dos participantes.

Essa “mentalidade sinérgica” junta duas abordagens: a “mentalidade de crescimento” – desenvolver as habilidades e a inteligência necessárias para realizar tarefas stressantes, saber superar essas tarefas – e a “mentalidade de melhorar o stress” – as respostas psicológicas e fisiológicas podem ajudar a optimizar o desempenho de cada um, e não distrair, travar.

Em resumo: transmitiram aos adolescentes a ideia de que o stress deve ser enfrentado de frente, combatido, lidado.

Alguns participantes falaram sobre as suas qualidades e virtudes, perante júris que estavam (propositadamente) a desvalorizar o discurso.

Depois fizeram análises à intensidade do stress no seu dia-a-dia e à sua auto-estima.

Quem completou as sessões sobre mentalidade sinérgica mostraram uma auto-estima negativa diária reduzida, comparando com quem não seguiu essas sessões. Mais auto-estima, menor impacto do stress, não se sentirem mal com eles próprios…

Este mindset, consideram os investigadores, protegeu os participantes dos efeitos negativos da saúde mental relacionada com o stress.

A longo prazo, a nível escolar, a probabilidade de passar para o ano lectivo seguinte foi maior em 14,4%, nos voluntários.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.