Milo, o “comunicador de ação” que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, ou colocá-lo em risco enquanto pratica desportos aquáticos.

Embora seja possível transportar um walkie-talkie durante um passeio pela floresta com os amigos, este aparelho pode apresentar alguns constrangimentos. É necessário pressionar para pode falar, e só pode interagir uma pessoa de cada vez, já para não falar dos ruídos do vento que podem incomodar qualquer conversa.

Agora, com o comunicador Milo estes problemas podem finalmente ser resolvidos, pois o pequeno aparelho foi feito para ajudar os amantes de aventura a manterem contacto à distancia, diz o New Atlas.

O “comunicador de ação” facilita conversas entre amigos enquanto um grupo pratica exercícios à distancia. Esta conexão pode ser feita sem estar ligado a um smartphone, opera sem Wi-Fi ou rede móvel, e pode ser usado com mãos livres.

“A ideia do Milo surgiu quando eu estava a fazer esqui com os meus filhos, que são muito melhores do que eu e muitas vezes me passam a perna, chegando primeiro ao topo da colina”, referiu Peter Celinski, fundador e CEO da Loose Cannon Systems, que está a desenvolver o Milo.

Celinski explicou que estava cansado de gritar para eles irem mais devagar. “Tentava comunicar através do meu telefone ou de um walkie-talkie, mas para além de ficar com as mãos geladas, raramente respondiam. Então pensei que que tinha que haver uma maneira melhor de conseguirmos comunicar”, e assim surgiu a ideia o Milo.

O Milo foi pensado para trabalhar com redes sem fios e é permite a comunicação de voz em grupo através de várias vias. O alcance máximo entre dois dispositivos é de mais de 600 metros, mas à medida que o grupo se divide, a rede pode estender-se por mais de 1,6 km.

Configurar uma rede de grupo é tão simples quanto aproximar um Milo do outro, apertar um botão e esperar que este emita um som de confirmação. Em seguida, as conversas são criptografadas para garantir que ninguém de fora do grupo possa bisbilhotar. A configuração também tem capacidade para notificar o grupo caso alguém saia do alcance.

O dispositivo pesa apenas 72 gramas e pode ser preso no bolso de um casaco, alça de mochila, braçadeira, ou instalado num capacete com uma base magnética. O aparelho foi construído para momentos de grande ação, por isso conta com impermeabilização, o que significa que pode ser submerso até 1 metro de profundidade durante pelo menos 30 minutos, tal como também sobrevive a uma queda de 2 metros.

O Milo tem seis microfones de alto desempenho e a sua tecnologia de processamento de áudio ajuda a garantir a qualidade das comunicações num volume natural de conversação, suprimindo o vento e outros ruídos do ambiente. A saída de áudio é feita através de um altifalante e amplificador personalizados.

O preço do aparelho começa nos 169 dólares (cerca de 143 euros) na compra de uma unidade, sendo que na compra de quatro pode conseguir um valor de 549 dólares (perto de 467 euros). Se tudo correr como planeado, a empresa vai colocar o produto à venda já em dezembro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Da "política do filho único" a incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …

O maior elevador panorâmico do mundo tem vista para os cenários de Avatar

Com o recente lançamento de fotografias subaquáticas dos bastidores do Avatar 2 e a notícia de que Avatar 3 está quase a terminar as filmagens, não há melhor momento para revisitar o parque nacional que …

Pandemia tirou comida da mesa, mas deu asas a startup que transforma plástico do mar em máscaras

A startup portuguesa Skizo transformou a pandemia numa oportunidade de crescimento. Quando faltava comida nalgumas mesas, a empresa de produção de sapatilhas e bolsas passou a fazer máscaras a partir de plástico retirado dos oceanos …

Na Irlanda, o Pai Natal é considerado um "trabalhador essencial"

A Irlanda fez esta semana um anúncio especialmente dedicado às crianças, afirmando que o Pai Natal é considerado um trabalhador essencial no país e, por isso, não terá as suas deslocações restringidas no período natalício. …

Mais 2400 novos casos. Portugal ultrapassa os 300 mil desde o início da pandemia

Portugal ultrapassou hoje a barreira dos 300 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia no país, em março, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou mais 2.401 novos casos, tendo passado a contabilizar …

Medidas para o Natal conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”. “O Governo …

Os assentos do meio da Delta Air Lines vão continuar vazios

A companhia norte-americana Delta Air Lines anunciou esta semana que continuará a manter os assentos do meio vazios, mantendo a política de distanciamento social decretada por causa da pandemia de covid-19. A bloqueio destes lugares intermediários …