Os milkshakes são a nova arma de arremesso político no Reino Unido

Os milkshakes, embora pareçam inofensivos, já não o são. No Reino Unido, configuram a nova arma de arremesso político. Independentemente do sabor, nunca uma bebida de leite foi tão política.

Os ovos, antigos reis do protesto, foram ultrapassados pela bebida de leite em voga: os batidos. Pelo menos no Reino Unido.

Este mês, Tommy Robinson, fundador do movimento de extrema-direita Liga de Defesa Inglesa (EDL) e candidato independente​ pelo noroeste da Inglaterra nas eleições europeias, foi atingido por um milkshake de morango duas vezes em dois dias, enquanto fazia campanha. Mas não foi o único.

O YouTuber e candidato do UKIP pelo sudoeste de Inglaterra, Carl Benjamin, também foi atingido três vezes em três dias por batidos, depois de ter feito comentários considerados sexistas sobre a trabalhista Jess Phillipse e de se ter recusado a pedir desculpa.

No Reino Unido, o uso desta bebida é uma novidade no que diz respeito ao arremesso de objetos como arma de protesto. Segundo o Sapo 24, em Inglaterra os ovos eram presença assídua em protestos políticos, quer crus, quer podres. Aliás, ex-primeiro-ministro David Cameron e o ex-vice-primeiro-ministro John Prescott foram alguns dos visados.

Mas a tradição parece estar a mudar. Este sábado, dia 18 de maio, em Edimburgo, na Escócia, as autoridades pediram ao McDonald’s perto do local onde discursava o ex-líder do UKIP Nigel Farage, que encabeça agora a lista do Partido do Brexit, para não vender milkshakes.

Na montra da famosa cadeia de fast food, podia ler-se um aviso: “Não estamos a vender milkshakes ou gelados hoje à noite. Isso deve-se a um pedido da polícia, devido a eventos recentes.”

O Burguer King aproveitou a deixa e, no Twitter, informou que continuava a vender as bebidas, referindo posteriormente que não incitavam à violência – nem ao desperdício dos seus “deliciosos milkshakes”.

No entanto, apesar das prevenções, Farage não escapou à famosa bebida de leite e foi atingido por um milkshake. O batido foi arremessado por Paul Crowther, um britânico de 32 anos, que contou ao The Guardian que considerava do seu direito protestar contra “pessoas como Farage”.

O manifestante adiantou ainda que arremessou um milkshake de banana e caramelo salteado da cadeia Five Guys. O momento foi captado em vídeo e publicado nas redes sociais.

No Twitter, Nigel Farage reagiu: “Infelizmente, alguns ‘remainers’ [cidadãos que defendem a permanência do Reino Unido na União Europeia] têm-se tornado radicais, ao ponto de a campanha normal estar a ser impossível de realizar”,.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Caríssima equipa do ZAP. Corrijam logo na entrada a negrito
    “…Independentemente do sabor, numa uma bebida de leite foi tão política.”
    Para “…Independentemente do sabor, NUNCA uma bebida de leite foi tão política.

Responder a EJ Cancelar resposta

Trump chega a acordo com os democratas sobre orçamento para evitar “shutdown"

O Presidente norte-americano anunciou, esta segunda-feira, ter chegado a acordo com a oposição democrata quanto ao orçamento, evitando assim a perspetiva de paralisação (“shutdown”) da administração federal até às próximas Presidenciais. "Estou feliz por anunciar que …

Bianca Devins foi assassinada e as imagens partilhadas centenas de vezes na Internet

Uma jovem de 17 anos foi assassinada quando acompanhava o namorado a um concerto, nos Estados Unidos. O companheiro, que ainda tentou o suicídio após o crime, partilhou fotografias do cadáver da vítima na Internet, …

VianaPolis chega a acordo com casal. Já só restam sete moradores no prédio Coutinho

A VianaPolis informou, esta terça-feira, ter chegado a acordo com um casal que detinha um apartamento no prédio Coutinho, em Viana do Castelo, onde ainda permanecem sete pessoas em cinco frações. Em declarações à agência Lusa, …

Ghosn processa Nissan e Mitsubishi na Holanda

Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan e da Mitsubishi e ex-CEO da Renault, processou as duas fabricantes de automóveis japonesas e reclama uma indemnização de 15 milhões de euros. Carlos Ghosn instaurou à Nissan e à Mitsubishi …

Faturas detalhadas de telecomunicações estão a confundir os clientes, alerta a Deco

As faturas detalhadas de telecomunicações, adotadas na sequência da decisão da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), estão a confundir os clientes, revelou esta terça-feira a Deco Proteste, que considerou que a medida do regulador deve …

Catarina Martins entreabre porta a nova geringonça

Catarina Martins lembrou que nas últimas legislativas se fez na política "o que nunca se tinha feito antes" e alerta que o que se conseguiu alcançar "não chega" face a "tudo o que há para …

Destroços de navio interditam praia em Torres Vedras

A praia do Navio, em Santa Cruz, está interdita a banhos e a desportos náuticos devido ao aparecimento de destroços de um navio afundado. A praia do Navio, em Santa Cruz, no concelho de Torres Vedras, …

Ministro da Justiça demite-se após eleição de Boris Johnson (e não é o único)

O ministro da Justiça britânico, David Gauke, anunciou a sua demissão após ser conhecida a eleição de Boris Johnson para a liderança dos conservadores e a sua designação como primeiro-ministro do Reino Unido. No domingo, David …

TdC deteta pagamentos "ilegais" do Serviço de Saúde da Madeira a empresa que pertencia ao presidente

A sociedade gerida pelo então presidente do Serviço de Saúde da Madeira recebeu 116 mil euros do Serviço de Saúde da Madeira. O Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) autorizou "ilegalmente" o pagamento de 116 mil …

Fábio Coentrão apontado ao FC Porto

O lateral esquerdo, que se encontra neste momento sem clube, terá sido alvo de sondagem por parte do FC Porto para reforçar a equipa de Sérgio Conceição. Segundo o jornal A Bola, Fábio Coentrão já foi …