Militares subalugam casas do Estado em Lisboa a turistas

Paulo Cunha / Lusa

O ministro da Defesa Nacional, José Azeredo Lopes, com o primeiro-ministro, António Costa

Segundo revela esta terça-feira o Diário de Notícias, casas do Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA) alugadas a militares têm sido usadas como alojamento local para turistas estrangeiros.

Na sua edição desta terça-feira, o Diário de Notícias avança que casas do Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA) alugadas a militares, em Lisboa, têm sido usadas como alojamento local para turistas estrangeiros.

Um dirigente do IASFA afirmou que “já chegou ao nosso conhecimento e é preocupante, até porque tem a ver com o património da Ação Social Complementar”. Além disso, a preocupação inerente prende-se também com o momento gravidade que o IASFA vive neste momento. O diigente preferiu o anonimato por não estar autorizado a falar sobre o caso.

Confrontado, o Ministério da defesa desconhece a situação. Fonte oficial do gabinete de Azeredo Lopes disse ao Diário de Notícias que não é o ministério, mas sim o IASFA que tem de responder sobre esta matéria.

Segundo conta o matutino, um dos casos foi alvo de uma queixa escrita ao IASFA por três moradores do prédio (dois sargentos e um cabo) em maio do ano passado. O apartamento do terceiro andar, na zona da Boa Hora, “passou a ser habitado desde o início” deste ano, com os restantes inquilinos a assistirem “à entrada e saída contínuas de pessoas de diversas nacionalidades a qualquer hora do dia ou da noite”.

Os autores da queixa desconhecem a quem é que o IASFA arrendou o apartamento da Rua Aliança Operária. Ainda assim, não deixaram de comunicar a situação ao instituto que também tem registado a presença de trabalhadores de limpeza naquele local após a saída dos ocupantes.

Além disso, as preocupações dos inquilinos prendem-se também com questões de segurança. De acordo com a queixa, a segurança dos moradores e das suas casas está comprometida, isto porque a chave da porta de entrada foi distribuída “várias vezes a pessoas completamente alheias” ao edifício.

De acordo com o jornal, a situação financeira do IASFA é problemática há vários anos. Aliás, o buraco de dezenas de milhões de euros já originou várias auditorias, tanto do Ministério da Defesa como também do Ministério das Finanças.

Um dos principais objetivos da tutela tem sido apurar, ao certo, qual o património habitacional efetivo do IASFA. Fontes ouvidas pelo DN admitem a existência de mais situações de subaluguer de habitações à revelia do instituto.

Disponibilizar casas com “rendas económicas” aos militares das Forças Armadas é um dos instrumentos de apoio social do IASFA aos associados.

ZAP //

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. Coitados dos militares ganham tao pouco que deram em especuladores com casas que nao sao deles e pelos vistos nao precisam delas.
    Tirem-lhes as casas e aluguem-nas a quem precisa.
    Este pais é cada tiro cada melro, nao tem maneira de alinhar.
    Ja nao bastava o esquema das armas roubadas agora isto.
    É o que eu digo, pobrezinhos dos militares ganham tao pouco.

  2. É SÓ BENEFÍCIOS. CASAS A RENDA CONTROLADA, ÓCULOS DE SOL PAGOS PELO ESTADO, MESSES À DESCRIÇÃO PARA MILITARES E FAMILIARES E POR AI FORA!
    MAS SÃO APOIOS QUE ESTÃO DISPONÍVEIS A TODOS, BASTA SEREM ESPERTOS E APROVEITAREM AS OPORTUNIDADES.
    O QUE É TRISTE É QUE DETURPARAM AS COISAS POIS ESTES APOIOS ERAM DADOS NO TEMPO EM QUE NINGUÉM QUERIA SER FUNCIONÁRIO PUBLICO POIS OS ORDENADOS ERAM BAIXOS FACE AO PRIVADO. PARA COMPENSAR DAVAM REGALIAS MAS COM O AVANÇAR DAS DÉCADAS AS REGALIAS AUMENTARAM E OS SALÁRIOS AINDA MAIS. VIDAS DE LUXO QUE QUANDO SÃO VISTAS À LUZ DO DIA NEM PARECEM REAIS MAS SÃO! NO PRIVADO TAMBÉM SE DÃO REGALIAS É CERTO (NÃO VAMOS CONSIDERAR AS PPP) MAS NÃO SÃO PAGAS POR TODOS NOS COMO É O CASO DESTAS.

  3. neste momento a questão é, mas o que é que estes srs não fazem nos meandros da oilgarquia militar?

    se calhar está na hora do sr PR como chefe supremo, dar algumas indicações ao desgoverno para se investigar o que se passa.

    pq o que se tem ouvido deve ser apenas o que se vê acima das águas, que devem ser muito negras.

  4. Oh pessoal, acabamos com os militares, mantendo o governo, visto que não sabe de nada e não é responsável.
    Quando houver m… , digo, necessidade, vamos ali a Espanha alugar uns pelotões.

  5. 44 anos depois a “abrilada” continua a bater o pé ao poder politico e faz o que lhe apetece. Quem se meter com eles… apanha!

  6. O Costa vai dizer que não sabia e que o ministro da defesa não sabia e que o secretário de estado não sabia mas que o problema vai ser resolvido rapidamente através do sub secretário de estado que também nada sabia e que vai criar uma comissão de inquérito que depois, daqui a três anos vai apanhar com as culpas todas. ATENÇÃO fui meter gasóleo hoje e está a €1.50. Grande socialismo!!

  7. Concordo inteiramente. Então o PM enganou os velhos a bem da especulação imobiliária. Diz-se que o de Lisboa andou a fazer uns negócios com o teixeira e umas casas. Por que motivo não podem estes também ganhar algum com o imobiliário?

  8. Isto é uma vergonha. Um descalabro. E anda o desgraçado do contribuinte a pagar impostos para os militares coitadinhos terem casa de renda económica. Para depois… andarem a fazerem negócio. E o mais grave é que eles fazem isto com as casas do IASFA há varios anos…!!!

Hospital da Cruz Vermelha acusa Francisco George de pôr em risco sobrevivência da unidade

Clínicos do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa (HCVP) acusam Francisco George de estar a colocar em risco "a sobrevivência clínica e económica" daquela unidade de saúde de Lisboa. Mais de 50 clínicos do Hospital da Cruz …

André Ventura acredita que será reeleito

A demissão do líder do Chega deverá ser feita oficialmente esta semana, mas André Ventura acredita que será reeleito com o apoio das distritais, das regionais e dos militantes. O líder da distrital do Porto apresentou …

Primeira linha de crédito de 400 milhões de euros para empresas já esgotou

A primeira linha de crédito criada pelo Governo para apoiar empresas, no âmbito da crise desencadeada pela pandemia de covid-19, já esgotou. De acordo com o semanário Expresso, já não estão a ser aceites candidaturas para …

Recém-nascidos vão poder ser registados pela Internet

O registo de recém-nascidos vai poder ser feito através da plataforma digital dos Serviços da Justiça, de modo a evitar as saídas de casa. Os balcões "Nascer Cidadãos", que garantiam o registo de bebés após o …

Quase 30% dos brasileiros diz não fazer isolamento social

Quase um terço dos brasileiros não faz isolamento social para evitar a proliferação do novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, segundo uma sondagem divulgada pelo Instituto Datafolha. De acordo com os inquéritos feitos pelo Instituto …

Sindicato dos magistrados do MP quer legislação para dispensa de autópsias

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) defende a criação de uma legislação temporária para a dispensa de autópsias médico-legais durante a pandemia de Covid-19. De acordo com o Observador, numa carta aberta enviada à …

Rússia nega "categoricamente" subornos na atribuição do Mundial 2018

Esta terça-feira, Dmitri Peskov, porta-voz do Kremlin, disse que o Mundial 2018 de futebol foi atribuído pela FIFA de “forma absolutamente legal”. A Presidência russa negou “categoricamente”, esta terça-feira, a existência de qualquer tipo de subornos …

Na Nova Zelândia, nem a covid-19 vai parar o Coelho da Páscoa. É um "trabalhador essencial"

Este ano, na Nova Zelândia, nem a covid-19 vai parar o Coelho da Páscoa. Esta segunda-feira, Jacinda Ardern, primeira-ministra do país, classificou o famoso coelho como um "trabalhador essencial". Segundo a primeira ministra neozelandesa, o Coelho …

Assassino do jornalista eslovaco Jan Kuciak condenado a 23 anos de prisão

Um tribunal eslovaco condenou na segunda-feira a 23 anos de prisão o assassino do jornalista Jan Kuciak, que investigava as relações entre o crime organizado e o poder. O repórter foi morto a tiro em …

"Não compreendo que Rui Pinto esteja preso, enquanto os agentes do SEF estão em casa"

Ana Gomes fez uma comparação entre a detenção do hacker português Rui Pinto e o facto de inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), suspeitos de agredir um cidadão ucraniano até à morte, estarem …