Militares portugueses vão ajudar a combater o Estado Islâmico

O embaixador dos Estados Unidos Brett McGurk, representante adjunto do presidente Barack Obama para coligação internacional, revelou que militares portugueses vão ajudar a combater o Estado Islâmico.

De acordo com o Diário de Notícias, a decisão terá sido tomada em dezembro, mas mantida em segredo até agora.

Numa entrevista dada em Lisboa pelo embaixador Brett McGurk, que a RTP1 divulgou parcialmente na passada quinta-feira, este revelou que “a iniciativa de treino em que Portugal vai participar é muito importante porque as forças de segurança iraquianas entraram em colapso no verão passado”.

No entanto, pouco mais se sabe sobre a participação portuguesa: de acordo com o comunicado da reunião de dezembro passado, o Conselho Superior de Defesa Nacional (CSDN) apenas “analisou e deu parecer favorável (…) à possibilidade de participação na coligação multilateral no Iraque, no quadro da formação e treino militar“.

Na reunião seguinte do CSDN, a 12 de março, o organismo comunicou que “deu parecer favorável às seguintes propostas do Governo: participação de oito militares, durante um ano, na operação da UE na República Centro Africana, para apoio às autoridades deste país nos setores da segurança e da gestão das suas forças armadas; participação adicional de um navio Patrulha Oceânico, no âmbito da missão no Golfo da Guiné, aprovada na anterior sessão do Conselho”, cita o DN.

Contudo, apesar de não referidos, haverá já “30 militares do Exército” prontos a ir para o Iraque, durante um período inicial de seis meses, que ficarão na área de Bagdade. A segurança dos militares portugueses e dos outros países está a cargo dos EUA e da Espanha, nações que lideram o grupo onde Portugal se integra.

Neste momento, os militares aguardam apenas as autorizações de sobrevoo dos países em rota, prevendo-se a partida numa aeronave militar C-295 da Força Aérea – o que, refere o DN, significa que as Forças Armadas receberam instruções para avançar do Governo e que este obteve a autorização do CSDN e do Comandante Supremo das Forças Armadas, Cavaco Silva.

Ao Diário de Notícias, o tenente-coronel paraquedista Miguel Machado, autor do site Operacional, especializado em matérias de Defesa, afirmou achar “muito estranho que essa missão não seja divulgada. É inédito, porque o CSDN divulga sempre” o envio das missões militares para o estrangeiro, afirmou.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Escabroso o comportamento dos governantes do meu Paí.
    Tudo é feito em secretismo como se tratasse duma coutada privada.
    Acções terroristas, é o mínimo que se pode dizer desta colaboração do militares
    pagos e mantidos pelo povo,. Povo que entretanto definha na miséria enquanto a tropa vai colaborador em acções terroristas lideradas por países terroristas.

  2. Fale de coisas que sabe… Uma missão com tropas de elite a treinar forças de resistência num País estrangeiro entende que deveria ser titulo de 1º Página?
    Eu só tenho pena que o Mundo Ocidental tenha deixado passar 2 anos sem fazer nada contra a barbárie que se passa. Neste aspecto devemos estar todos de acordo, quando baterem à nossa porta pode ser tarde demais.

  3. Ao contrário do dito pelo Cda Burke o Exército iraquiano não “colapsou”! E, tanto não colapsou que, com “direcção” de Generais do Irão (ou seja Persas) e apoio do Irão, já recuperou Tikrit e está a correr com o tal E.I. da Província de Anbar, para lhes cortar a via de infiltração pela retaguarda, antes de avançar para Norte para correr com eles de Mossul….Esta é que é a realidade…!
    A outra realidade é que o chefe de Mr. Burk, (Barraka Obomba), recusou ao governo do Iraque hélis de ataque e aviões-bombardeiros (?!), que foram prontamente fornecidos pela Fed. da Rússia do Sr. V. Putin !
    Porque seria que recusaram o material de ataque ?
    Em resumo, com um País completamente Falido e a pagar Juros de Sangue aos Bancos do país do Sr. Burke, a tropa de Portugal devia era deixar-se de brincadeiras e Zelar pelo Interesse da Nação Portuguesa e do Povo Português….! O resto é fantochada e subserviência a manobras sujas de potências estrangeiras, que nada têm a ver com o nosso Interesse Nacional Permanente de Sobrevivência Nacional, ponto final parágrafo…….

  4. O meu comentário, como militar e graduado que fui, no tempo das ex. Províncias Ultramarinas, especialista em explosivos, minas e armadilhas, e que dava instrução desta matéria a todos os oficiais que mobilizados passavam pela EPE em Tancos, e tendo corrido elevados riscos no levantamento de várias minas em Nova Coimbra no Distrito do Niassa, e no trajeto Binta/Guidage na Guiné, para onde fui nomeado por escolha, onde levantei também várias minas e até corpos de 3 soldados nossos que ali se encontravam abandonados há mais de 2 meses, mortos numa emboscada, e que guardo ainda hoje como recordação 2 carregadores de G3, juntos aos seus corpos, discordo que as nossas tropas aceitem ordens destes cobardes e vendilhões da Pátria, para irem encher os bolsos à custa dos contribuintes, para países que em nada nos dizem respeito. Não bastou fazer um 25 de Abril cobardemente pelos capitães? É preciso que em nome da democracia que nem em Portugal existe, se continue a enganar e a roubar o povo esbanjando dinheiro que nos faz falta? Tenham o mínimo de vergonha senhores militares, e mandem os falhados defenderem ou protegerem o que talvez a eles pertença.

RESPONDER

Refeições tardias podem realmente fazer engordar

Um jantar tardio pode contribuir para o aumento de peso e para altos níveis de açúcar no sangue, concluiu um pequeno estudo recentemente publicado. "Este estudo lança uma nova luz sobre como é que ingerir …

Salgado. "A montanha vai parir um rato" (mas ainda vamos saber o que aconteceu)

A defesa de Ricardo Salgado disse, esta sexta-feira, que ficou claro, na instrução da Operação Marquês, que o mais provável é a absolvição do ex-presidente do BES dos crimes de corrupção e que “a montanha …

Covid alastra na América. EUA bate recorde diário com mais de 60 mil infetados

Os Estados Unidos registaram 754 mortos e 60.383 infetados (um novo recorde) por covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com um balanço da Universidade Johns Hopkins. Depois de a Europa ter sucedido à China como …

Os maiores tubarões do mundo têm pequenos "dentes" nos olhos (e já se sabe porquê)

Uma investigação sobre os olhos dos tubarões-baleia, os maiores tubarões do mundo, revelaram que os seus olhos estão cobertos por pequenos dentes chamados "dentículos dérmicos". O tubarão-baleia (Rhincodon typus) é o maior peixe do oceano, com …

Astrónomos localizaram com precisão o centro do Sistema Solar

Pela primeira vez, uma equipa internacional de cientistas foi capaz de localizar com precisão o centro de gravidade do Sistema Solar. De acordo com o portal Science Alert, que recorda que o baricentro (centro gravidade) …

Misteriosa cruz de mármore com 1.200 anos encontrada no Paquistão

Uma cruz de mármore foi recentemente descoberta no cimo das montanhas do Baltistão, no Paquistão. Os investigadores acreditam que tem cerca de 1.200 anos e que pode ser um sinal da presença de uma antiga …

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …