Militantes do PS excluídos de concursos para dirigentes do Estado

PSD / Flickr

O Governo tem preterido, nos últimos anos, um grande número de socialistas que surgem entre os melhores candidatos a cargos de dirigentes do Estado, mesmo depois de uma seleção. 

O Público analisou as 339 propostas de candidatos que chegaram às diferentes tutelas desde que a Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (Cresap) foi criada, em 2012 – propostas que consistem em listas dos três melhores nomes para cada cargo -, e parece haver um padrão nos nomes rejeitados: “quase todos têm uma ligação ao Partido Socialista”, conclui o jornal.

Os ex-candidatos entrevistados pelo Público concordam que a Cresap faz um trabalho isento, levando a cabo uma análise de currículos e entrevistas que culminam numa lista enviada ao Governo com os três melhores candidatos.

No entanto, na maioria das vezes, o Governo escolhe o candidato que está próximo ou dentro dos partidos no poder.

O assunto veio à ribalta recentemente, ao serem conhecidas as últimas 14 nomeações para direções dos centros distritais da Segurança Social, recorda o jornal, verificou-se que todos os escolhidos tinham em comum serem militantes do PSD ou do CDS-PP. O PCP levantou a questão e António Costa anunciou que iria exigir um balanço global das nomeações feitas pela Cresap.

Entretanto, o jornal já fez as contas: num universo de 339 listas com os três melhores candidatos selecionados pela Cresap, há um candidato que já chegou 11 vezes à reta final dos concursos sem ter sido nomeado, outros quatro que estiveram em dez short-lists e 20 pessoas que estiveram acima de cinco vezes nas indicações. De acordo com o Público, “muitos deles têm ligações directas ao maior partido da oposição ou foram nomeados pelo anterior Governo”.

É o caso de Fernando Marques Mano, militante do PS, que foi integrado 10 vezes na lista de três melhores candidatos eleitos pela Cresap e em nenhuma dessas foi escolhido para ocupar o cargo a que se candidatava.

“A existência da Cresap é louvável” e “funciona com isenção”, sublinha, mas “o Governo é absolutamente parcial na escolha e nomeia sempre a pessoa da sua conotação política”.

Para Nuno Pólvora, antigo assessor da ministra da cultura socialista Gabriela Canavilhas e atual diretor de espetáculos do Teatro Nacional de São Carlos, a situação retira a “razão de ser” da comissão, uma vez que o Governo baseia as suas escolhas nas ligações políticas e não no mérito.

Uma das soluções propostas para fazer frente à situação é obrigar a Cresap a hierarquizar os três melhores candidatos, ao invés de ordená-los por ordem alfabética, o que obrigaria o Governo a justificar a escolha do segundo ou terceiro melhor candidato.

ZAP

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Ladrão é ladrão, boy é boy, seja ele do grupo dos vigaristas cor-de-laranja ou dos aldrabões cor-de-rosa. Já agora: quantos candidatos de qualidade, mas SEM partido, foram preteridos?

  2. E sabiam que há um acordo de cavalheiros entre PS e PSD para a administração da CG de Depósitos?
    É que, quando está o PSD no governo, a administração da Caixa é do PS, e quando está o PS no governo, é do PSD. Mas é só nisto? Claro que não! é certamente em tudo.
    A podridão, é mais do que se pode imaginar.

  3. A noticia e os comentários sugerem-me Brito Camacho ” A m…. é sempre a mesma, só mudam as moscas”. Este o grande mal.

  4. Mais caricato que isto só o facto do atual Subdiretor Geral da Direçao Geral das Autarquias Locais , apesar de ter integrado a shirt list para Vice Presidente da Comissao de Coordenacao Regional do Norte , ter sido preterido pelo Governo para o cargo por uma pessoa que nunca terá entrado numa Autarquia e cuja maior nota curricular parece ter sido Presidente da Comissao Politica do PSD de Viana do Castelo.

  5. Foi nomeado novo Prwsidente do Porto de Aveiro e Figueira quemè??? presidente assembleia muinicipal da camara de Ovar….Ah pois já lá esteve….. e nessa altura era nilitante de coisa nenhuma?????? enfim….. meritosl e depois sao estes que nos avaliam!!!!!!!!!

  6. à short list chegam os que têm melhor curriculo, mas depois ou pertencem a algum partido politico e se for do governo tanto melhor, mas também podem ser da opus day e da gay ou da maçonaria, os que não pertencem a nenhuma destas organizações bem podem ser os melhores mas não chegam lá.
    è por isso que temos muitas vezes concursos anulados com a desculpa que não existem os 3 nomes para a short list, como foi o caso da IGF para depois lá colocarem ao que se diz um da opus gay. E depois é o resultado que temos uma administração publica pesada e incompetente em 90% dos casos, porque as instituições são a imagem do seu lider e neste caso com um ex- lider preso e o actual lider que se esquece de pagar impostos e que diz o Manuel Dias Loureiro é um exemplo de empresário, está tudo dito….

RESPONDER

Museu Neandertal responde a Joe Biden. "Eram mais espertos do que pensa"

O Museu Neandertal, na Alemanha, endereçou um convite ao Presidente norte-americano Joe Biden, depois de o governante ter considerado a decisão do governador do Texas de acabar com a obrigatoriedade de utilização de máscara um …

Olhos postos no Senegal. Violentos protestos contra a prisão do opositor do Governo

Os confrontos no Senegal, os piores dos últimos anos, foram desencadeados pela detenção do líder da oposição Ousmane Sonko. Os confrontos eclodiram em Dakar, na quinta-feira, depois de o principal líder da oposição, Ousmane Sonko, ter …

Grupo de cientistas questiona missão da OMS e pede investigação independente na China

Um grupo de cientistas está a pedir uma investigação independente sobre a origem do Sars-CoV-2, com acesso total aos registos da China. Um grupo de cientistas escreveu uma carta aberta, divulgada nos jornais Le Monde e …

Brasil a braços com uma tragédia anunciada. República Checa pede ajuda estrangeira

No Brasil, o número diário de mortes já ultrapassou o dos Estados Unidos. Alemanha, Suíça e Polónia estão a disponibilizar os seus hospitais para receber casos graves de covid-19 da República Checa. Em relação a número …

Iniciativa Liberal diz não a Moedas e avança com candidatura em Lisboa

Este sábado, a Iniciativa Liberal rejeitou integrar a megacolicação encabeçada por Carlos Moedas e anunciou um candidato próprio à Câmara de Lisboa.  Foi este sábado, na Praça do Município, que João Cotrim de Figueiredo, líder do …

Agente da PSP que chamou "aberração" a Ventura suspenso por 10 dias

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) confirmou a suspensão de dez dias a Manuel Morais, o agente que chamou "aberração" a André Ventura. O agente da PSP Manuel Morais vai iniciar, este sábado, …

1.007 novos casos e 26 mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou este sábado 26 mortes e 1.007 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico deste sábado, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de 1.007 …

Publicada lista de entidades abrangidas por alargamento da ADSE

A ADSE já publicou a lista de entidades abrangidas pelo alargamento do subsistema de saúde da função pública aos trabalhadores com contrato individual de trabalho. As entidades reguladoras e a maioria das empresas municipais foram …

O "caminho ainda é longo", mas Portugal já administrou um milhão de vacinas

Esta sexta-feira, Portugal ultrapassou o marco do primeiro milhão de vacinas administradas, mas o "caminho ainda é longo". Portugal ultrapassou, esta sexta-feira, um milhão de vacinas contra a covid-19 administradas, uma marca que o secretário de …

Cavaco fala em "democracia amordaçada" (e na "vergonha" dos números da pandemia)

Este sábado, numa participação na Academia de Formação Política das Mulheres Sociais-Democratas, Cavaco Silva deixou duras críticas ao Executivo de António Costa, sublinhando que a pandemia mostrou um "SNS fragilizado por decisões erradas do governo". O …