Milhares de pessoas peregrinam a pé em direcção a Fátima

José Gomes / Flickr

-

 

Milhares de pessoas caminham a pé em direção ao Santuário de Fátima para participarem na peregrinação internacional de 12 e 13 de maio, que será presidida pelo patriarca latino de Jerusalém, Fouad Twal.

O Serviço de Peregrinos do Santuário de Fátima prevê que até terça-feira, dia 13 de maio, 30 mil pessoas se desloquem a pé até ao maior templo mariano do país, tendo apoio, ao longo de vários percursos, de 1.750 voluntários distribuídos por 72 postos de assistência e, ainda, em diversas equipas itinerantes.

A GNR tem, também, desde segunda-feira, uma operação para garantir a segurança dos peregrinos que se deslocam a pé para Fátima.

Numa primeira fase, o policiamento será orientado para as estradas utilizadas pelos peregrinos que se deslocam a pé para Fátima e zonas envolventes ao santuário, enquanto na segunda fase a operação visa garantir a segurança dos fiéis naquela cidade.

Abertura oficial

A abertura oficial da peregrinação está marcada para as 18h30 de segunda-feira, na Capelinha das Aparições, encerrando com a missa, seguida da procissão do adeus, na manhã de terça-feira, no recinto do santuário.

Até à manhã de quinta-feira, inscreveram-se para a peregrinação 100 grupos de fiéis, oriundos de 24 países, sendo os mais representados Portugal, Itália, Polónia, Reino Unido e Alemanha.

Em entrevista à sala de imprensa do santuário, o patriarca latino de Jerusalém afirmou que Fátima “é um sinal incontestável do poder de Maria na história da humanidade”, adiantando que irá “apresentar a Nossa Senhora as súplicas dos seus filhos do Médio Oriente e as dos seus filhos de todo o mundo” e pedir “pelas necessidades dos cristãos e de todos os habitantes da sua pátria, a Terra Santa”.

Fouad Twal adiantou que nesta ocasião deseja, também, “chamar todos os cristãos do mundo e todos os bispos a sentirem-se corresponsáveis pela comunidade cristã da Terra Santa e por todo o Médio Oriente, pela sua existência e pelo seu futuro”.

Sobre a visita do papa à Terra Santa, de 24 a 26 de maio, o patriarca salientou que Francisco se desloca “como peregrino da paz e da unidade” e pediu, como gestos concretos para assinalar a visita do chefe de Estado do Vaticano, “liberdade total de acesso aos locais sagrados para todos os crentes das diferentes comunidades” e “liberdade para que as famílias, aquelas que vivem separadas pelo muro, possam encontrar-se com os seus”.

Destacando que “o Médio Oriente está em chamas”, Fouad Twal referiu, na mesma entrevista, que o mundo “não encontrará a paz nem a graça se não se esforçar por colocar em prática o que Nossa Senhora pediu, conversão, oração, sacrifício, reparação”.

Papa Francisco visita Terra Santa

A 5 de janeiro, o papa Francisco anunciou a viagem à Terra Santa, numa peregrinação que inclui Belém, Jerusalém e também Amã, capital da Jordânia.

“O objetivo principal será o de comemorar o histórico encontro entre o papa Paulo VI e o patriarca Atenágoras (de Constantinopla), que teve lugar exatamente a 5 de janeiro de há 50 anos”, disse o papa.

Já este mês, o Vaticano anunciou que um rabino e um professor muçulmano, os dois da Argentina, vão acompanhar o papa nesta viagem.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pandemia fez com que quase metade dos portugueses poupe menos

Quase metade dos portugueses (48%) afirma poupar menos devido ao impacto da pandemia, embora mais de um terço assuma que a crise sanitária está a ter um efeito positivo nos seus gastos, segundo um estudo …

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …