“Morte à América”. Manifestantes atacam embaixada dos EUA em Bagdade

Murtaja Lateef / EPA

Milhares de manifestantes atacaram, esta terça-feira, a embaixada dos EUA em Bagdade, queimando bandeiras, derrubando câmaras de vigilância e gritando “morte à América”.

O ataque ocorreu após participantes da procissão fúnebre de 25 combatentes mortos nos ataques aéreos de domingo terem conseguido passar por todos os postos de controlo da chamada Zona Verde de Bagdade, onde a embaixada está localizada, sem incidentes, mas as forças de segurança iraquianas intervieram às portas da embaixada e os manifestantes tornaram-se violentos.

Segundo a AFP, os manifestantes são homens de uniforme de combatentes do Hachd al-Chaabi, uma aliança de paramilitares dominados por fações xiitas pró-iranianas às quais pertencem as brigadas do Hezbollah, a fação alvo dos ataques, mas também mulheres agitando bandeiras iraquianas e do Hachd.

Carregando cartazes a defender que “o Parlamento deve libertar as tropas norte-americanas, caso contrário, vamos libertá-las” e “fechar a embaixada norte-americana em Bagdade”, os manifestantes gritaram “a América é o grande Satanás”.

O sentimento anti-americano foi reacendido por ataques em retaliação pela morte de um empreiteiro norte-americano num ataque de foguete contra uma base iraquiana, não reclamado, mas atribuído por Washington à fação xiita das brigadas do Hezbollah.

Hachd al-Chaabi, que ajudou o Governo iraquiano na luta anti jihadista, foi integrado às forças regulares.

Pelo menos 25 combatentes morreram nos ataques de retaliação dos EUA na fronteira entre o Iraque e a Síria, anunciou uma milícia apoiada pelo Irão, que prometeu vingança pela “agressão dos corvos norte-americanos do mal”. Um anterior balanço apontava para 19 combatentes mortos nos ataques aéreos dos Estados Unidos a bases de uma fação armada pró-iraquiana no oeste do Iraque.

Os ataques perto de Alcaim, uma cidade iraquiana na fronteira com a Síria, onde as Brigadas do Hezbollah no Iraque e na Síria combatem ao lado do regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad, provocaram “25 mortos e 51 feridos — combatentes e comandantes — e o balanço ainda pode aumentar”, indicou a Hachd al-Shaabi, organização de milícias paramilitares formada para combater o grupo extremista Estado Islâmico.

No Twitter, Donald Trump acusou o Irão de ter orquestrado o ataque. “O Irão matou um empreiteiro norte-americano e feriu muitos outros. Respondemos com força, e iremos sempre fazê-lo. Agora o Irão está a orquestrar um ataque à embaixada dos Estados Unidos no Iraque”. Trump garantiu que os iranianos serão “totalmente responsabilizados” e disse esperar que o “Iraque usasse as suas forças para proteger a embaixada” norte-americana.

As brigadas, também conhecidas como Kataeb Hezbollah, são uma força independente do grupo libanês com o mesmo nome e operam sob um conjunto de milícias, muitas apoiadas pelo Irão, conhecidas coletivamente como Forças Populares de Mobilização.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Entrevista: "Demorei 2 anos a aperfeiçoar o meu passe; os miúdos de Timor já jogam lindamente!"

Sara Moreira Silva é a líder da primeira escola de voleibol em Timor-Leste, que vai arrancar em janeiro de 2021. Fica aqui a perspetiva de uma portuguesa que vê muito talento entre os timorenses...que não …

O edifício mais antigo do mundo ainda em funcionamento "mora" em Roma

O Panteão de Roma, o edifício mais antigo desta cidade italiana, continua a ser utilizado nos dias de hoje, cerca de 2.000 anos depois da sua construção. Edificado em meados de 125 a.C sob a …

Da cabeça de javali à perdiz. Historiadores e chefs ensinam a cozinhar pratos medievais

Uma equipa de historiadores e grandes chefs reuniu-se para oferecer um curso online para ensinar os alunos a criar banquetes medievais. Professores da Universidade de Durham e chefs do restaurante Blackfriars criaram o Eat Medieval, que …

The Climate Store. Os preços desta loja sueca variam conforme a pegada ecológica

Os rótulos dos alimentos já indicam o quão bom ou mau um produto é para a nossa saúde, mas e o planeta? Um número crescente de marcas está agora a rotular os seus produtos para …

A cidade-irmã mais famosa de Petra abre finalmente ao público. "Esconde" túmulos amaldiçoados

A cidade de Hegra, localizada nos desertos a norte de Al Ula, no noroeste da Arábia Saudita, vai pela primeira vez abrir ao público, podendo os visitantes explorar agora este local antigo sem quaisquer restrições. …

Falha no Microsoft Excel pode ter levado a mais de 1.500 mortes no Reino Unido

Um erro no Microsoft Excel que eliminou quase 16 mil casos de covid-19 das estatísticas do Reino Unido pode ter levado a mais de 1.500 mortes evitáveis, de acordo com um artigo da Warwick University. Os …

Pessoas com bons hábitos de sono têm menor risco de insuficiência cardíaca

Os padrões de sono saudáveis ​​incluem acordar de manhã cedo, dormir 7 a 8 horas por noite e não ter insónias ou sonolência diurna excessiva. Esta pode ser a receita secreta para evitar insuficiência cardíaca, …

Marcelo quer regras do Natal na próxima semana. E lembra que não há lugar para uma crise política

O Presidente da República defendeu, esta sexta-feira, que as medidas para o fim-de-semana do Natal devem ser conhecidas já na próxima semana. E congratulou-se com o facto de já haver um Orçamento aprovado. Em resposta às questões …

Jogos de guerra ajudaram exércitos a vencer guerras. É uma tradição secular

Alguns jogos de guerra foram utilizados por vários exércitos internacionais para simular conflitos e treinar militares para guerras reais, contou à revista Vice Antoine Bourguilleau, que escreveu recentemente um livro sobre o fenómeno. Estes jogos …

Código da Estrada alterado. Uso do telemóvel ao volante com multas mais pesadas

O uso do telemóvel durante a condução vai passar a ter uma coima entre os 250 e os 1250 euros, segundo as alterações ao Código da Estrada aprovadas, esta sexta-feira, em Conselho de Ministros. "O Conselho …