Ex-advogado de Trump admite ter pagado para falsificar sondagens

Justin Lane / EPA

Michael Cohen, ex-advogado do Presidente dos EUA, Donald Trump

Michael Cohen pagou a uma empresa para manipular os dados de sondagens online para benefício de Donald Trump antes da campanha presidencial de 2016.

Esta quinta-feira, o Wall Street Journal avançou que Michael Cohen, antigo advogado de Donald Trump, pagou à empresa de dados RedFinch Solutions para manipular duas sondagens a favor do atual Presidente dos Estados Unidos antes da campanha presidencial de 2016. No entanto, a empresa não cumpriu o proposto.

“Quanto ao artigo sobre fraudes nas sondagens, o que fiz foi para e em benefício exclusivo de Donald Trump. Eu lamento realmente a minha lealdade cega a um homem que não a merece”, escreveu no Twitter.

O ex-advogado pediu a Trump cerca de 50 mil dólares para pagar à RedFinch Solutions. Cohen alegou que o Presidente norte-americano o tinha instruído a cometer as violações de financiamento da campanha, tese que Trump negou.

Durante a campanha, Donald Trump referiu-se várias vezes aos números das sondagens para ajudar a dar corpo à sua candidatura, adianta o Diário de Notícias.

De acordo com a publicação do Wall Street Journal, Cohen encarregou John Gauger, da empresa RedFinch Solutions, de criar uma rotina de computador para votar repetidamente em Donald Trump numa sondagem online do Drudge Report de fevereiro de 2015 sobre potenciais candidatos republicanos.

Como resultado, Trump ficou em quinto lugar na pesquisa Drudge Report, com cerca de 24 mil votos, ou 5% do total.

Gauger repetiu o processo para um inquérito online da CNBC de 2014, o qual elaborou uma lista dos principais líderes empresariais do país. No entanto, Trump não figurou entre os cem melhores.

Durante vários anos, a relação de Cohen com Trump foi bastante próxima. No entanto, a investigação do procurador especial Robert Mueller afastou-os, tendo Trump chamado “ratazana” ao ex-advogado em resultado da cooperação de Cohen com a equipa de Mueller.

Rudolph Giuliani, o novo advogado de Donald Trump, já respondeu ao caso: “O presidente não tem conhecimento de as sondagens terem sido manipuladas“, disse à Reuters.

Mas o Wall Street Journal não se fica por aqui e adianta ainda que, durante a campanha presidencial, Michael Cohen pediu a Gauger para criar uma conta no Twitter para os seus admiradores.

Mulheres que amam e apoiam Michael Cohen. Forte, pit bull, sex symbol, sério, vocacionado para os negócios e pronto para fazer a diferença!”, lê-se na conta, que ainda permanece ativa.

https://twitter.com/WomenForCohen/status/805188108220243968

Esta conta põe em causa as alegações de Cohen que dão conta de que o advogado fez tudo em “lealdade cega” a Donald Trump.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Errado. É ter pagado. As pessoas gostam sempre de corrigir. Mas para o fazerem têm de estar certas do que dizem. O que não é o caso.

      Com o verbo ser e estar: foi pago; está pago.
      Com o verbo ter e haver: ter pagado; havia pagado.

RESPONDER

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …

Sérgio Conceição sai do FC Porto no fim da época

O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, deixará o comando dos dragões no final da temporada. A derrota em casa com o Braga terá ditado a saída do técnico azul e branco. O técnico do FC …

Joacine quer mais direitos para deputados sem partido. "Está a antecipar" o futuro

A deputada Joacine Katar Moreira, do partido Livre, defendeu esta sexta-feira o alargamento dos direitos regimentais dos deputados não inscritos em partidos. A deputada única do Livre assumiu esta posição no final de uma reunião do …

França confirma 3 casos de coronavírus chinês. Já chegou à Austrália e Malásia

Depois de França ter confirmado três pessoas infetadas com o novo coronavírus oriundo da China, também a Austrália e Malásia reportaram casos. As autoridades da Malásia anunciaram este sábado terem registado os primeiros três casos de …