Mês de junho foi muito frio em Portugal (embora tenha sido o mais quente já registado no mundo)

truette / wikimedia

Embora o mês de junho de 2019 tenha sido o mais quente já registado no mundo, particularmente pela onda de calor excecional que atingiu a Europa, em Portugal continental foi muito frio e com precipitação normal, revelou um relatório do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) divulgado na quarta-feira.

Segundo o relatório climatológico mensal do IPMA, junho de 2019 foi o mês mais frio desde junho de 2000 e o 13.º mais frio desde junho de 1931, com o valor médio da temperatura média do ar (que agrega a máxima e a mínima) a situar-se nos 18,19ºC, menos 1,23ºC face ao normal, informou o Sapo 24, citando a agência Lusa.

O IPMA refere que os valores da temperatura do ar (máxima, mínima e média) foram inferiores ao normal entre 04 e 15 de junho, salientando que a temperatura máxima foi 5,6ºC mais baixa no dia 06.

Excecionalmente, os valores da temperatura do ar foram muito superiores ao normal, em particular a temperatura máxima, entre os dias 01 e 03, com Portugal continental a atingir, no dia 01, um valor médio de 33,3ºC, mais 8,0ºC em relação ao normal.

Quanto à chuva, o relatório assinala que o valor médio da quantidade de precipitação, de 23,8 milímetros, corresponde a cerca de 74% do valor normal mensal. Em junho, apenas a região Sul, em particular o interior do Baixo Alentejo e o Algarve, teve níveis de precipitação inferiores ao normal.

A situação de seca meteorológica manteve-se no final de junho, tendo-se verificado um “ligeiro aumento” da área em seca extrema na região Sul. De acordo com o relatório, 33,9% do território continental estava em seca extrema ou severa, 22,7% em seca moderada e 40,9% em seca fraca.

Comparativamente a maio, houve uma “diminuição significativa” da percentagem de água no solo no litoral Norte e Centro, mantendo-se no interior Norte e Centro, no Vale do Tejo, no Alentejo e Algarve inferior a 20 por cento.

As estatísticas do IPMA foram divulgadas um dia depois de dados do programa europeu de observação da Terra Copernicus terem apontando junho de 2019 como o mês de junho mais quente registado no mundo, devido sobretudo à onda de calor que atingiu alguns países do Centro e Sul da Europa, mas não Portugal.

Segundo os dados, as temperaturas subiram 0,1ºC em relação ao recorde mundial anterior, de junho de 2016, tendo na Europa aumentado cerca de 2°C acima do normal.

Combinando informação de satélite e histórica, o Copernicus estimou que a temperatura em junho na Europa esteve 3°C acima da média registada entre 1850 e 1900.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

SEF recorre ao Ministério Público por suspeita de venda de vagas de atendimento

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) apresentou uma participação ao Ministério Público, por indícios de crime de auxílio à imigração ilegal, devido à alegada venda de vagas de atendimento em portais de anúncios classificados. A …

Cientistas desmascaram teoria comum sobre canhotos

Desde sempre houve muitas alegações sobre o que significa ser canhoto e se muda o tipo de pessoa que alguém é — mas a verdade é quase um enigma. Mitos sobre a lateralidade aparecem ano após …

Arranca a greve na Ryanair. Empresa não descarta atrasos ou mudanças de voos

Os tripulantes da Ryanair começam esta quarta-feira uma greve de cinco dias, até domingo, convocada pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) e que conta com serviços mínimos decretados pelo Governo. Nesta …

O navio Open Arms já atracou em Lampedusa

O navio Open Arms chegou ao porto da ilha de Lampedusa por volta da meia-noite, hora italiana, depois do procurador de Agrigento, Luigi Patronaggio, ter ordenado a apreensão do navio e o desembarque imediato dos …

Fernando Haddad condenado a quatro anos e meio de prisão

O ex-prefeito de São Paulo e antigo candidato às Presidenciais brasileiras foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, por recursos financeiros não declarados durante a eleição municipal de 2012. Fernando …

Reunião com motoristas termina sem acordo. Há troca de acusações e uma nova greve à vista

Falhou esta terça-feira o acordo para iniciar um processo de mediação entre Antram, que representa as empresas, e o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP). A Antram acusou, esta terça-feira, o Sindicato dos Motoristas …

Alzheimer ataca regiões do cérebro que nos mantêm acordados durante o dia

Demasiadas sonecas durante o dia são um dos primeiros sinais externos do Alzheimer, embora seja difícil dizer por que isso acontece. Alguns cientistas sugeriram que a doença perturba as regiões do cérebro que promovem o …

Caminhar e correr torna-se agora mais fácil com estes novos calções robóticos

Cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, criaram uns calções robóticos que nos fazem sentir até sete quilos mais leves quando estamos a caminhar ou a correr. Esta invenção poderá ajudar pessoas que caminhem …

Imagens da NASA mostram que a Lua brilha mais do que o Sol

Se os nossos olhos pudessem ver radiação altamente energética chamada raios-gama, a Lua pareceria mais brilhante do que o Sol. É assim que o Telescópio Espacial de Raios-gama Fermi da NASA tem visto o nosso …

Novo estudo adensa mistério sobre "Lago dos Esqueletos" nos Himalaias

Esqueletos humanos encontrados no lago Roopkund, na Índia, pertenceram a pessoas de origens várias, algumas do Mediterrâneo, que morreram em eventos separados por mil anos. O lago Roopkund, na Índia, é famoso por terem sido descobertos …