Junho foi o mês mais quente da História já registado

Ian Langsdon / EPA

O mês de junho de 2019 foi o junho mais quente já registado no mundo, particularmente pela onda de calor excecional que atingiu a Europa.

Segundo dados do serviço europeu Copernicus sobre as mudanças climáticas, as temperaturas subiram 0,1.º C em junho em relação ao recorde anterior de junho de 2016 e foi sobretudo na Europa que fez muito calor, com uma temperatura de cerca de 2.° C acima do normal.

Vários recordes foram quebrados na semana passada em vários países europeus atingidos pelo calor devido a uma massa de ar quente vinda do deserto do Saara.

Combinando dados de satélite e dados históricos, o Copernicus estimou que a temperatura de junho na Europa esteve 3.°C acima da média entre 1850 e 1900.

“Os nossos dados mostram que as temperaturas no sudoeste da Europa na semana passada foram anormalmente altas”, comentou o chefe do serviço europeu, Jean-Noel Thépaut. “Embora tenha sido excecional, é provável que vivamos mais destes eventos no futuro por causa das mudanças climáticas”, acrescentou.

A equipa do Copernicus referiu ser difícil atribuir esse registo recorde “diretamente” às mudanças climáticas, mas um grupo de cientistas que se concentrou na onda de calor em França concluiu esta quarta-feira que esta foi “pelo menos cinco vezes mais provável” ter sido causada pelas alterações climáticas.

Esta equipa da rede World Weather Attribution tomou como referência os três dias consecutivos mais quentes de junho em França, nos dias 26, 27 e 28 de junho, com uma média de 27,5.° C (temperatura média do dia e da noite na área metropolitana) e comparou-os com outros períodos consecutivos de três dias de ondas de calor em junho desde 1901.

Tal evento “é pelo menos cinco vezes mais provável devido às mudanças climáticas pela atividade humana e pelo menos dez vezes mais provável em geral, quando adicionamos outros fatores”, como o papel dos solos urbanos ou das ilhas de calor, disse Friederike Otto, do Environmental Change Institute de Oxford.

Os últimos quatro anos foram os mais quentes registados no mundo, um sinal do aquecimento causado pelos níveis recordes de emissões de gases de efeito estufa.

O planeta já ganhou 1.°C desde a era pré-industrial, resultando numa multiplicação de eventos climáticos extremos, de ondas de calor a chuvas intensas ou tempestades.

Em 2015, os signatários do acordo de Paris comprometeram-se a limitar esse aquecimento a um máximo de mais 2.°C, mas as suas promessas de reduzir os gases com efeito de estufa estão a colocar o planeta numa trajetória de mais 3.°C.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coreia do Sul organizou um espetáculo de luzes para agradecer e incentivar o uso de máscara

A Coreia do Sul tem sido dos países com maior sucesso no combate à pandemia de covid-19. Com receio de uma segunda vaga, o Governo organizou uma forma incomum de agradecer aos profissionais de saúde …

Desgostos e namoriscos com humanos. Aquário de Quioto expõe complexas relações dos pinguins num fluxograma

O Aquário de Quioto, antiga capital do Japão, tem um fluxograma onde expõe as relações dos seus pinguins. Entre diferenças de idade, desgostos de amor e até namoriscos com humanos, as relações entre estes animais …

O sangue azul do caranguejo-ferradura é fundamental para a vacina da covid-19. Mas há um problema

O sangue azul do caranguejo-ferradura pode ser um elemento muito importante para encontrar a vacina para a covid-19, mas há um grande senão. O sangue azul do caranguejo-ferradura (Limulus Polyphemus) é a única fonte natural conhecida …

Jovem guarda-redes russo atingido por raio durante um treino

Ivan Zakborovsky, um jovem guarda-redes russo, está em coma induzido. O clube já revelou que o atleta não corre perigo. Ivan Zakborovsky, um guarda-redes de apenas 16 anos do Znamaya Truda, da Rússia, foi atingido por …

Elegante, leve e com fibra de carbono. O Tyr quer ser diferente de todos os outros caiaques

Embora os caiaques com assento se tenham tornado muito populares entre os pescadores, a maioria dos barcos é bastante tubular, pesada e de plástico. O Tyr da Apex Watercraft é diferente por ser elegante, leve …

2029 Majestic, a mota elétrica futurista com um design centenário

A 2029 Majestic é inspirada no modelo original de 1929, mas tem um motor elétrico e peças impressas em 3D. É o casamento ideal entre tecnologia e a tradição. Em 1929, Georges Roy criou a Majestic, …

Fernando Alonso regressa à Fórmula 1 com a Renault

O piloto espanhol Fernando Alonso vai regressar à Fórmula 1 depois de ter abandonado a modalidade em 2018. Assina agora um contrato de dois anos com mais um de opção. A escuderia Renault anunciou esta quarta-feira …

China reitera que não participará no diálogo EUA/Rússia para reduzir arsenal atómico

A China reiterou, esta quarta-feira, que não entrará nas negociações entre os Estados Unidos e a Rússia para um novo acordo que limite a quantidade de armas nucleares, e acusou Washington de “constituir uma ameaça”. Pequim …

Traumas na infância e um pai "sociopata". As revelações do livro da sobrinha de Trump

O livro de memórias de Mary Trump, sobrinha do Presidente norte-americano Donald Trump, já chegou às mãos de vários jornalistas nos Estados Unidos. A data de publicação está marcada para dia 14 de julho. No livro, …

Rússia detém antigo jornalista por acusações de traição

O ex-jornalista Ivan Safronov, assessor do diretor da agência espacial russa Roscosmos, foi detido esta terça-feira e acusado de traição. Esta terça-feira, as autoridades russas prenderam um antigo jornalista que trabalhava agora como assessor do chefe …