“Máfia do marisco” controla mercado ilegal do pepino-do-mar. A iguaria também existe em Portugal

O pepino-do-mar é altamente procurado na China e no sudeste asiático. A chamada “máfia do marisco” controla o mercado ilegal desta iguaria, que também existe em Portugal.

O pepino-do-mar é uma iguaria da cozinha asiática que contém anti-inflamatórios e, na medicina tradicional chinesa, é usado para tratar uma série de problemas de saúde, como a redução da dor articular.

Em Portugal, podemos encontrá-lo em vários locais, como na ria Formosa, no Algarve. Mas na cadeia de ilhas de calcário entre a Índia e o Sri Lanka é bem mais comum: a baía de Bengala e o golfo de Manar, nas proximidades, têm sido terreno fértil para o mercado ilegal de pepino-do-mar.

O número de incidentes criminais na Índia e no Sri Lanka envolvendo pepinos-do-mar aumentou de cerca de oito em 2015 para nada menos do que 58 em 2020, escreve o portal Big Think.

A única semelhança entre um pepino-do-mar e o típico vegetal a que estamos habituados é o nome. Não só o pepino-do-mar é um animal, como é bem mais caro do que o pepino dos supermercados. Um quilograma desta iguaria pode custar centenas, senão milhares de dólares.

As pequenas criaturas têm um grande papel nos oceanos. Não só reciclam resíduos em nutrientes, como libertam ingredientes essenciais (no valor de cinco Torres Eiffel por recife por ano) para os recifes de coral e ajudam a desacelerar a acidificação dos oceanos.

No entanto, os pepinos-do-mar são mais conhecidos na China e no sudeste asiático por serem uma iguaria. Podem ser comidos secos, fritos, em conserva ou crus; como acompanhamento de repolho chinês ou cogumelos shiitake; temperados e misturados com carne ou outro tipo de marisco; ou usados em sopas, ensopados e salteados.

O valor de pepino-do-mar tem crescido a olhos vistos: se nos anos 80, um quilo custava cerca de 70 dólares, agora pode chegar até 3.500 dólares, dependendo da espécie. Desde então, as populações globais das espécies mais caras caíram até 60%.

À medida que os pepinos-do-mar ficam mais raros, tornam-se mais valiosos, o que incentiva mais a pesca ilegal.

Nas águas da Índia e do Sri Lanka a situação é complicada. Em 2001, a Índia proibiu o comércio e a exportação de pepinos-do-mar. Por sua vez, no Sri Lanka, a pesca de pepinos-do-mar permanece legal, embora esteja sujeita a licenças para tentar evitar a exploração excessiva.

Ter um mercado legal para pepinos-do-mar ao lado de um mercado ilegal oferece à “máfia do marisco” duas alternativas lucrativas, escreve o Big Think. Não só podem contrabandear a iguaria do Sri Lanka para a Índia, como podem também pescar na Índia, fazendo de conta que foram apanhados no Sri Lanka.

Para evitar situações como estas foi criada uma task force especial, que já apreendeu quase uma tonelada de pepino-do-mar pescado ilegalmente, avaliada em mais de 850 mil dólares.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Astrónomo amador descobre mais uma lua de Júpiter

Kai Ly revisitou dados captados em 2003 pelo Telescópio Canadá-França-Havai (CFHT) e descobriu uma nova lua na órbita de Júpiter, que ganhou o nome provisório de EJc0061. Segundo a União Astronómica Internacional (IAU), Júpiter tem 79 …

Nova tecnologia microondas permite "ver" através das paredes

Investigadores do US National Institute of Standards and Technology (NIST), nos Estados Unidos, desenvolveram um novo sistema de radar que pode produzir imagens em tempo real de objetos que se encontram atrás de paredes ou …

Pizza para Itália e salmão para a Noruega. Emissora pede desculpa por imagens usadas nos Jogos Olímpicos

O canal de televisão sul-coreano MBC pediu desculpa publicamente após usar imagens para representar países durante a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Fotos de pizza para a comitiva italiana, de salmão para a …

"Quanto mais cedo, melhor". A dona da Marlboro apoia a proibição dos cigarros até 2030

O CEO da Philip Morris Internacional, dona da Marlboro, apoia a proibição da venda de cigarros, mas os activistas anti-tabaco já acusaram a empresa de hipocrisia por tentar comprar uma farmacêutica enquanto lucra com o …

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …