Menina transgénero é a primeira capa de 2017 da National Geographic

Debi Jackson / Twitter

A menina transgénero Avery Jackson na capa da National Geographic

A menina transgénero Avery Jackson na capa da National Geographic

Quando nasceu, Avery era um menino e, agora, será a primeira pessoa transgénero a aparecer na capa da publicação de janeiro da revista National Geographic.

“A melhor coisa de ser uma menina é que agora eu não preciso fingir que sou um menino“, lê-se na capa da edição especial.

A frase pode parecer inicialmente estranha para quem a lê, mas fica bem explicada quando aliada à imagem da capa, em que Avery Jackson, de 9 anos, aparece em destaque.

A revista em questão é uma edição especial sobre a identidade de género, que ouviu mais de 100 crianças e adolescentes de todo o mundo, tentando abordar a questão de uma forma ampla.

O anúncio foi feito em primeira mão pela mãe da menina, através do Twitter.

“Estou a tremer tanto que mal consigo escrever. Obrigada por mostrarem a Avery! “, escreveu Debi Jackson na rede social, numa publicação que foi partilhada mais de 200 vezes.

Pouco depois, foi a vez do perfil do Instagram da revista se manifestar sobre a novidade, numa publicação que recebeu mais de 240 mil “gostos”, para além de diversos comentários de apoio.

De acordo com o Distractify, a editora chefe da revista, Susan Goldberg, comentou que um dos principais problemas relatados por crianças de todo o mundo foi a falta de igualdade de géneros.

Segundo Goldberg, as meninas de diversas regiões ainda vêem o seu potencial limitado apenas por terem nascido mulheres.

A publicação da revista deve estar disponível para compra a partir do dia 27 de dezembro. Até lá, o site da National Geographic já está a disponibilizar algumas informações sobre do que será abordado na próxima edição.

ZAP / Hypeness

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Seria preferível a ciência e a medicina dedicarem-se à descoberta da causa biológica dos problemas da identidade de género e providenciar uma cura em vez de os transgenders passarem por todo o calvário da mudança de género e/ou sexo; até porque estas pessoas nunca serão bem aquilo que sentem ser e/ou pretendem ser. Há características físicas que nunca desaparecem, levando a que as mesmas sejam facilmente identificáveis. Vejam por exemplo a fotografia da revista com o adolescente que agora é “uma adolescente”: tem claramente cara de miúdo, mesmo com o cabelo e a roupa de miúda usados.

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …