Medina arrasa relatório do TdC: “incompetente”, “lamentável” e “falso”

António Pedro Santos / Lusa

Fernando Medina

“Tecnicamente incompetente.” É assim que Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, classifica o relatório do Tribunal de Contas sobre a venda de 11 imóveis da Segurança Social ao município.

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, classificou esta quinta-feira o relatório do Tribunal de Contas sobre a venda de onze imóveis da Segurança Social ao município como “tecnicamente incompetente”, recusando que tenha sido um negócio com prejuízo para o Estado.

O preço de venda de onze imóveis da Segurança Social à Câmara de Lisboa para arrendamento acessível, acordado em 2018, por 57,2 milhões, é inferior em 3,5 milhões ao valor de mercado, revelou o Tribunal de Contas num relatório divulgado na quarta-feira.

Segundo o organismo que fiscaliza as contas públicas, o memorando assinado em julho de 2018 entre o município presidido por Medina e o ex-ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social Vieira da Silva “privilegiou a prossecução de uma política de arrendamento acessível em Lisboa em detrimento da receita e consequente sustentabilidade da Segurança Social“.

“O relatório do Tribunal de Contas é um relatório lamentável a todos os títulos e é um relatório tecnicamente incompetente“, defendeu esta quinta-feira o presidente da autarquia, numa conferência de imprensa que decorreu nos Paços do Concelho.

Fernando Medina afirmou que o Tribunal de Contas “acusa a Segurança Social de ter feito uma venda com prejuízo”, o que considerou “absolutamente falso“, tendo em conta a realização de “quatro avaliações” e que os imóveis foram “adquiridos em condições de mercado”.

“Sejamos claros. O Tribunal de Contas avaliou uma operação, avaliou todo o seu conteúdo, os contratos, as avaliações e deu visto favorável à compra pela Câmara Municipal de Lisboa de 11 imóveis da Segurança Social. E o mesmo Tribunal de Contas vem uns meses depois, num outro relatório, de outra secção do Tribunal de Contas, tecer fortíssimas críticas à operação”, disse.

De acordo com o chefe do executivo municipal, a Segurança Social “nesta operação teve lucro“. “Porque comprou um edifício por cerca de 56 milhões de euros, alienou 11 edifícios de imediato à Câmara de Lisboa, sem nenhuma chatice, sem nenhuma dificuldade adicional, por mais de 57 milhões de euros, ao mesmo tempo que contribuiu para um objetivo de renda acessível.”

Fernando Medina criticou ainda que o TdC tenha feito “pronunciamentos de natureza política” no relatório e venha dizer, “no fundo, que a Segurança Social devia ter especulado no mercado imobiliário, vendendo [os imóveis] ao mais alto preço“, num momento em que o país e a cidade enfrentam um “grave problema” no acesso à habitação.

“Isto é uma conceção completamente errada do que é o papel das instituições da Segurança Social, mas também do que é o papel completamente errado do Tribunal de Contas. O Tribunal de Contas está neste relatório a fazer política, não tendo sido eleito para isso”, considerou o autarca.

Enquanto português não o aceito, enquanto presidente da Câmara Municipal de Lisboa muito menos aceito”, afirmou.

O presidente da autarquia realçou ainda que a câmara vai investir cerca de 30 milhões de euros nas obras de requalificação daqueles edifícios de modo a contribuir para o acesso à habitação.

Num comunicado divulgado logo após a divulgação do relatório, o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social garantiu que a venda de 11 imóveis da Segurança Social à Câmara de Lisboa para arrendamento acessível “foi feita a valores de mercado” e na sequência de quatro avaliações externas.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Esta criatura da câmara de Lisboa sempre foi boa a fazer negócios com o imobiliário. Compra sempre abaixo do valor de mercado mesmo quando, exatamente no mesmo período de tempo, vende igual ou acima do valor de mercado! O PS tem o seu futuro garantido. Este será um líder à imagem dos seus antecessores.

  2. Apenas quer uns sites para colocar outdoors a fazer PROPAGANDA de “FACHADA” em todos os sentidos da palavra! sem falar de outras ilicitudes da competente gestão “tecnica” de Medina!
    De facto é o TdC que tem motivações meramente “politicas”, actos “incompetentes” e gestão de “sacos azuis”…

RESPONDER

Enquanto Flamengo afasta regresso de Jorge Jesus, o "Galo" vem ao ataque

O treinador benfiquista afasta o cenário de uma saída precoce do Estádio da Luz. O Flamengo rejeita o regresso de Jorge Jesus, enquanto o Atlético Mineiro manifesta o seu interesse. Jorge Jesus foi categórico: "Não vou …

"Ihor gritava como um cão atropelado". Seguranças contam nova versão em tribunal

O segurança Manuel Correia testemunhou esta quarta-feira que “ouviu gritos” de Ihor Homeniuk vindos de uma sala do SEF no aeroporto de Lisboa e que encontrou um dos inspetores com um pé em cima da …

Dos pés de Cancelo para a cabeça de Bernardo Silva. City ganha na Champions com um golo 100% português

Os internacionais portugueses João Cancelo e Bernardo Silva foram fundamentais para a vitória do Manchester City sobre o Borussia Monchengladbach (2-0), na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões, com ação direta nos dois …

"População não interiorizou a gravidade da situação". Depois de Siza, Cabrita aponta o dedo aos portugueses

Num relatório sobre a aplicação do decreto do estado de emergência na segunda quinzena de janeiro, Eduardo Cabrita justifica o fecho das escolas e o fim das vendas ao postigo, culpando a população pelas decisões …

Esta época há menos 500 clubes. "É o drama absoluto", diz presidente da FPF

Esta época há menos 500 clubes em comparação com a temporada transata. O presidente da FPF, Fernando Gomes, classifica a situação de "drama absoluto". A pandemia de covid-19 e a consequente interrupção das competições foi um …

Psicólogos no recrutamento e mudanças na formação. IGAI quer acabar com discriminação na polícia

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) quer envolver psicólogos no processo de recrutamento de novos polícias e rever os currículos de formação para acabar com práticas discriminatórias nas forças de segurança. As alterações no processo de …

Coleção de joias da era Viking é encontrada na Ilha de Man. É "excecionalmente rara"

Uma coleção de joias da era Viking foi encontrada na Ilha de Man, entre Inglaterra e a Irlanda, em novembro de 2020 e foi agora classificada como tesouro. Os especialistas acreditam que os artefactos, descobertos …

“As brasileiras são mercadoria". Professor da UP suspenso por comentários machistas e xenófobos nas aulas

Após uma denúncia que reuniu assinaturas de mais de uma centena de alunas, o professor auxiliar Pedro Cosme da Costa Vieira foi suspenso pelo período máximo de 90 dias, da Faculdade de Economia da Universidade …

Houve buzinão na Luz (mas sem "carinho"). Jesus culpa covid-19 pela crise do Benfica

Algumas dezenas de adeptos protestaram junto ao Estádio da Luz com um buzinão, entre gritos de "Rua Vieira" devido aos maus resultados do Benfica. Antes disso, Jorge Jesus tinha apelado a um "buzinão de carinho" …

Marcelo remete diretamente para o Governo limites ao ruído nos prédios

O chefe de Estado incluiu o detalhe "decreto-lei do Governo", no novo decreto para a renovação do estado de emergência, para permitir que o Executivo limite o ruído nos prédios. No último decreto que executou o …