Medina acusa adversários de passar informações falsas

Miguel A. Lopes / Lusa

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa.

O presidente da Câmara de Lisboa mostrou-se indignado com notícias sobre a compra da sua casa e desconfia que tenham sido passadas informações por fonte de candidatura adversária.

Depois das notícias recentes que dão conta de que Fernando Medina, não declarou o valor de compra de 645 mil euros de um duplex, tendo declarado apenas os 220 mil euros que deu de entrada, o presidente da Câmara de Lisboa e candidato socialista à autarquia começou por garantir ter cumprido “escrupulosamente” as suas obrigações legais.

 

Já esta quarta-feira, em declarações sobre o assunto feitas na quarta-feira à TVI 24, Fernando Medina acusando “fontes partidárias de candidaturas adversárias” de estarem a passar informações “falsas” aos jornais.

“Desconhecia o posicionamento da proprietária na hierarquia da família Teixeira Duarte, as suas relações com o grupo. Não comprei um apartamento à Teixeira Duarte, comprei um apartamento em frente aos meus sogros“, diz Medina, citado pelo DN.

No site da sua campanha, num manifesto intitulado “Transparência”, Medina clarifica que “a casa foi adquirida por um preço superior ao que estava a ser pedido pela agência, 645 mil euros em vez dos 635 mil solicitados, uma vez que teve mais do que um interessado a fazer propostas”, juntando um documento que sustenta a afirmação.

Quanto à falta de declaração ao Tribunal de Constitucional da propriedade do duplex na Avenida Luís Bivar, conforme foi inicialmente noticiado, Medina aproveita também para deixar a situação clara.

“Em Agosto de 2016, atualizei a minha declaração do Tribunal Constitucional, dando conta do contrato promessa celebrado e da forma como o iria liquidar. Fiz referência exaustiva ao financiamento da entrada inicial (realizado com o apoio das nossas famílias), e da nossa intenção de contrair um empréstimo bancário para financiamento do restante”.

Como a Lei determina, no fim do mandato que exerço, irei apresentar dentro de dias nova atualização da declaração de rendimentos e património ao Tribunal Constitucional”, acrescenta o autarca.

Além disso, o ainda presidente da Câmara de Lisboa reitera que esta foi uma compra “como qualquer cidadão”.

“Tive como motivo ter residência próxima da família, para bem-estar de todos. Tive conhecimento por anúncio e negociei exclusivamente através de agência. Paguei um valor totalmente em linha com o mercado e os praticados neste imóvel. Recorri a financiamento bancário para pagar a compra. Repito, adquiri uma casa como qualquer cidadão“.

MP investiga compra e venda de casas de Medina

O Ministério Público está a investigar a compra de um imóvel por parte do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, na sequência de uma denúncia anónima recebida na Procuradoria-Geral da República (PGR).

Em resposta enviada à agência Lusa, a PGR confirma que “a matéria relativa à compra do imóvel é referida numa denúncia anónima recebida na Procuradoria-Geral da República em finais de agosto” e que a participação foi remetida ao Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa “onde se encontra em investigação”.

A notícia da compra do imóvel foi avançada pelo Observador, que revelou que Fernando Medina não declarou ao Tribunal Constitucional ser proprietário de um duplex no centro de Lisboa que adquiriu a 27 de setembro de 2016 por 645 mil euros, tendo apenas informado do pagamento de um sinal de compra de 220 mil euros.

O jornal i noticiou, esta quarta-feira, que a PGR recebeu em agosto uma denúncia que remeteu ao DIAP de Lisboa e que está agora “em investigação”. A análise ao caso pela Justiça, acrescentou a PGR, já estava a decorrer antes das notícias divulgadas desde segunda-feira e que questionam o valor do negócio.

Segundo a revista Sábado, a casa pertencia e foi vendida por um elemento da família Teixeira Duarte, que controla a construtora com o mesmo nome, à qual foram adjudicadas pela autarquia obras como a recuperação do Miradouro de São Pedro de Alcântara.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Físicos produziram o campo magnético mais forte e controlável de sempre

Um grupo de cientistas do Instituto de Física do Estado Sólido da Universidade de Tóquio, no Japão, produziu o campo magnético mais forte e controlável já criado em ambientes fechados - é um macro para …

"Impossível" puzzle químico do ouro foi finalmente resolvido

Uma equipa de cientistas russos e alemães conseguiu decifrar o segredo da estabilidade da estrutura cristalina do calaverita (AuTe2) - um raro mineral metálico também conhecido como telúrio de ouro. A descoberta, publicada nesta terça-feira na …

Há caranguejos mutantes e zangados a invadir a costa dos EUA (e são verdes)

Uma espécie agressiva de caranguejo verde está a invadir as águas do estado norte-americano de Maine, deixando um rasto de destruição nos habitats e ecossistemas aquáticos. Os caranguejos (Carcinus maenas) ameaçam várias espécies, como mexilhões azuis, …

Porsche quer ser a primeira fabricante alemã a deixar o diesel

A Porsche quer tornar-se a primeira fabricante automobilística alemã a deixar o diesel, apostando em motores a gasolina, híbridos e, a partir de 2019, em veículos elétricos, anunciou este domingo o presidente executivo da empresa. "Agora …

Viver nas cidades aumenta risco de demência (e a culpa é da poluição)

Viver na cidade influencia a nossa saúde. Segundo um estudo recente, a poluição do ar pode aumentar em 40% o risco de desenvolver demência. O impacto da poluição do ar na nossa saúde já era conhecido, …

Finalmente resolvido o mistério do assassino de gatos em Londres

Um dos mistérios criminais que intrigava a Inglaterra está finalmente resolvido. A conclusão é que, afinal, o famoso assassino de gatos de Croydon não existe. O mistério à volta da morte de mais de 400 gatos …

Benfica - Aves | Triunfo de águia exuberante e perdulária

O Benfica respondeu ao triunfo do FC Porto no sábado com uma vitória caseira sobre o Desportivo das Aves, por 2-0. O resultado pode indicar algumas dificuldades por parte da formação “encarnada”, mas pode-se dizer, sem …

Aquecimento global no Pleistoceno elevou nível do mar até 13 metros

O aquecimento global no final do período do Pleistoceno, com temperaturas similares às previstas para este século, reduziu a camada de gelo da Antártida oriental e elevou o nível do mar até 13 metros acima …

Autor dos mais famosos estudos sobre comida viu 13 artigos retirados

O famoso investigador norte-americano está envolvido numa polémica, depois de 13 dos seus estudos científicos terem sido retirados de algumas publicações. É provável que nunca tenha ouvido falar de Brian Wansink mas, tal como recorda o …

NASA observa movimentos tectónicos recentes em Marte

A sonda Mars Express da NASA observou fissuras proeminentes em Marte causadas devido à ação de falhas tectónicas que atingiram a superfície do planeta há menos de dez milhões de anos. As imagens foram capturadas …