Medina “cumpriu escrupulosamente” todas as obrigações legais

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina

O candidato socialista à presidência da Câmara de Lisboa e atual presidente do município, Fernando Medina, garantiu hoje que cumpriu “escrupulosamente” as obrigações legais relativamente à entrega da declaração de rendimentos ao Tribunal Constitucional, afirmando que foi “totalmente transparente”.

“Entreguei uma declaração ao Tribunal Constitucional informando de uma aquisição que estava a fazer, um contrato promessa”, indicou Fernando Medina aos jornalistas, à margem da apresentação da Comissão de Honra da sua candidatura à Câmara de Lisboa, presidida pelo fadista Carlos do Carmo.

“Aliás, tive a atenção de ceder a declaração e de ir muito mais além do que é pedido, do que a lei obriga, que é explicar a forma como essa aquisição seria financiada, no meu entender isso é suficiente do ponto de vista das obrigações legais”, acrescentou o autarca.

Esta terça-feira, o jornal Observador noticiou que o presidente da Câmara de Lisboa não declarou ao Tribunal Constitucional ser proprietário de um duplex no centro de Lisboa, que adquiriu a 27 de setembro de 2016 por 645 mil euros, tendo apenas informado do pagamento de um sinal de compra de 220 mil euros.

Para o autarca, esta é “uma questão que é rapidamente ultrapassável”, uma vez que faltam poucos dias para entregar uma nova declaração ao Tribunal Constitucional referente ao fim do mandato na Câmara de Lisboa.

“Todas essas questões ficarão sanadas e ficarão explícitas para aqueles que têm dúvidas”, reforçou o candidato socialista à presidência da Câmara de Lisboa.

Ainda assim, Fernando Medina reiterou que foi “escrupuloso no cumprimento das obrigações” legais, advogando que tem uma vida “totalmente transparente”, uma vez que “está tudo nas declarações entregues” ao Tribunal Constitucional.

Está declarada a aquisição da casa, a forma como ela é financiada, a forma aliás de entrada do valor da casa. Está lá muito mais do que a lei obriga”, reforçou o autarca, assumindo “um compromisso de transparência”.

De acordo com o candidato socialista, até ao momento não lhe foi solicitada qualquer retificação à declaração de rendimentos entregue em agosto ao Tribunal Constitucional.

Não tenho nada a esconder sobre isso. A aquisição que fiz, fiz o meu melhor. Mal tive o compromisso relativamente aquilo que ia ser a aquisição do imóvel procedi a essa inscrição”, referiu Fernando Medina, frisando que fez “o melhor do cumprimento da lei”.

 

Teresa Leal Coelho “não alimenta polémicas”

Questionada sobre o assunto à margem de um almoço debate que decorreu hoje na zona do Saldanha, a candidata do PSD à Câmara de Lisboa, Teresa leal Coelho mostrou-se convicta de que “Fernando Medina tem uma visão da sociedade também na defesa da transparência e do escrutínio”.

Por isso, continuou, “com certeza que o doutor Fernando Medina, o presidente da Câmara de Lisboa, estará em condições para dar todas as explicações que lhe foram pedidas”.

Quanto a mais comentários sobre o assunto, a candidata social-democrata foi taxativa. “Eu não alimento esse tipo de polémicas relativamente a adversários e muito menos a três semanas das eleições”.

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Então se já entregou uma declaração que até diz mais que o que deve, qual é o interesse de entregar outra agora? Tudo mal explicado e a cheirar mal…

    • Qual é a parte do “…uma vez que faltam poucos dias para entregar uma nova declaração ao Tribunal Constitucional referente ao fim do mandato na Câmara de Lisboa.” que não percebe???

    • Mal explicado ou não percebe o que foi dito?
      Não sabe que tem de entregar uma declaração quando iniciam o mandato e outra quando terminam , pois só assim se sabe os bens com que começou e com que termina.

      È assim que querem ganhar as eleições, caluniando o melhor canditado a LISBOA

  2. Pois, o sr Medina já veio à televisão e disse que queria “esclarecer de forma muito clara” o ocorrido.
    O sr. Medina explicou:

    (início de citação) “As alegações são totalmente falsas.” (fim de citação!)

    Obrigado sr. Medina por não tomar os portugueses por palermas e contrapor tão absurdas e infundadas desconfianças com tão claras e pormenorizadas explicações.
    Os portugueses ficaram totalmente esclarecidos…

    • Deve ouvir muito mal, pois ele até explicou a entrada que deu no contrato promessa compra e venda e que pediu empréstimo, para liquidar o restante.

      • Pois, de facto não ouvi, até fiz questão de recuar várias vezes a gravação. As citações são textuais, sem tirar nem por uma única palavra.

        Para quem quiser e puder verificar, é ver na RTP3, serviço noticioso “3 às 17”, pelas 17h:24.

        Não sei porque terá achado inacreditável o relatado…

  3. Pronto pronto. Peço desculpa por ter interpretado mal o texto. Mas como estávamos a falar do tipo que afixou cartazes de obra feita pela cidade em plena campanha eleitoral uma coisa levou à outra.

RESPONDER

Duterte quer ser morto a tiro caso se torne um ditador

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, pediu para os militares o matarem a tiro caso tencione violar a Constituição e resolva permanecer no cargo mais do que o seu mandato lhe permite. "Caso permaneça no poder …

"The Shape of Water" lidera corrida aos Óscares com 13 nomeações

O filme "The Shape of Water" lidera as nomeações da 90.ª edição dos Óscares, que serão entregues a 04 de março, em Los Angeles, incluindo as categorias de Melhor Filme, Melhor Realização e Melhor Atriz, …

Queda de helicóptero da TV Globo faz duas vítimas mortais

Um helicóptero da Rede Globo caiu, esta terça-feira, na Praia do Pina, no Recife, provocando duas vítimas mortais. Um helicóptero da TV Globo caiu esta terça-feira na praia do Pina, em Boa Viagem, na zona sul …

Tribunal de Beja pediu exame psiquiátrico a um morto

A Directora de Psiquiatria do Hospital de Beja nem queria acreditar quando recebeu do tribunal da cidade uma solicitação para realizar uma perícia médico-legal psiquiátrica a um morto. "Obviamente, não é possível", foi a resposta. Ana …

Erupção violenta no vulcão Mayon pode estar iminente. 40 mil pessoas procuram abrigo

O monte Mayon, o vulcão mais ativo das Filipinas, continuou esta terça-feira a emitir lava e cinzas, obrigando cerca de 40 mil habitantes a procurar abrigo em centros de evacuação. A lava foi projetada até 700 …

Polícia quer enviar cães pisteiros à Casa dos Horrores para procurar cadáveres

A polícia norte-americana quer enviar cães pisteiros nas novas buscas à casa do casal Turpin, acusado de ter mantido em cativeiro durante vários anos os seus 13 filhos, em Perris, na Califórnia, para procurar eventuais …

Portugueses fogem da Venezuela e refazem a vida em Madrid

Madrid é uma cidade de refúgio de muitos luso-venezuelanos, principalmente jovens da segunda e terceira geração de emigrantes portugueses, que falam melhor castelhano e que tiveram de sair da Venezuela. "Viemos para Madrid devido à situação …

Corrida para evitar a nova lei já esgotou os eucaliptos nos viveiros

A semente de eucalipto mais recomendada pelas celuloses, por crescer mais depressa, está esgotada nos viveiros devido à corrida dos proprietários que tentam fazer novas plantações antes da entrada em vigor da nova lei que …

"Tinham que meter Manuel Vicente no processo"

Orlando Figueira, o ex-procurador do Ministério Público (MP) acusado de ter recebido subornos de Manuel Vicente, o ex-vice-presidente de Angola, negou todas as acusações de que é alvo. Em tribunal, Figueira ilibou Manuel Vicente e …

Nem escondido num porta-bagagens Puigdemont vai poder regressar a Espanha

Espanha montou um sistema de vigilância para assegurar a prisão do líder independentista Carles Puigdemont no caso de este tentar regressar à Catalunha, mesmo que tente voltar escondido num porta-bagagens. O ministro da Administração Interna espanhol, …