Medina “cumpriu escrupulosamente” todas as obrigações legais

José Sena Goulão / Lusa

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina

O candidato socialista à presidência da Câmara de Lisboa e atual presidente do município, Fernando Medina, garantiu hoje que cumpriu “escrupulosamente” as obrigações legais relativamente à entrega da declaração de rendimentos ao Tribunal Constitucional, afirmando que foi “totalmente transparente”.

“Entreguei uma declaração ao Tribunal Constitucional informando de uma aquisição que estava a fazer, um contrato promessa”, indicou Fernando Medina aos jornalistas, à margem da apresentação da Comissão de Honra da sua candidatura à Câmara de Lisboa, presidida pelo fadista Carlos do Carmo.

“Aliás, tive a atenção de ceder a declaração e de ir muito mais além do que é pedido, do que a lei obriga, que é explicar a forma como essa aquisição seria financiada, no meu entender isso é suficiente do ponto de vista das obrigações legais”, acrescentou o autarca.

Esta terça-feira, o jornal Observador noticiou que o presidente da Câmara de Lisboa não declarou ao Tribunal Constitucional ser proprietário de um duplex no centro de Lisboa, que adquiriu a 27 de setembro de 2016 por 645 mil euros, tendo apenas informado do pagamento de um sinal de compra de 220 mil euros.

Para o autarca, esta é “uma questão que é rapidamente ultrapassável”, uma vez que faltam poucos dias para entregar uma nova declaração ao Tribunal Constitucional referente ao fim do mandato na Câmara de Lisboa.

“Todas essas questões ficarão sanadas e ficarão explícitas para aqueles que têm dúvidas”, reforçou o candidato socialista à presidência da Câmara de Lisboa.

Ainda assim, Fernando Medina reiterou que foi “escrupuloso no cumprimento das obrigações” legais, advogando que tem uma vida “totalmente transparente”, uma vez que “está tudo nas declarações entregues” ao Tribunal Constitucional.

Está declarada a aquisição da casa, a forma como ela é financiada, a forma aliás de entrada do valor da casa. Está lá muito mais do que a lei obriga”, reforçou o autarca, assumindo “um compromisso de transparência”.

De acordo com o candidato socialista, até ao momento não lhe foi solicitada qualquer retificação à declaração de rendimentos entregue em agosto ao Tribunal Constitucional.

Não tenho nada a esconder sobre isso. A aquisição que fiz, fiz o meu melhor. Mal tive o compromisso relativamente aquilo que ia ser a aquisição do imóvel procedi a essa inscrição”, referiu Fernando Medina, frisando que fez “o melhor do cumprimento da lei”.

 

Teresa Leal Coelho “não alimenta polémicas”

Questionada sobre o assunto à margem de um almoço debate que decorreu hoje na zona do Saldanha, a candidata do PSD à Câmara de Lisboa, Teresa leal Coelho mostrou-se convicta de que “Fernando Medina tem uma visão da sociedade também na defesa da transparência e do escrutínio”.

Por isso, continuou, “com certeza que o doutor Fernando Medina, o presidente da Câmara de Lisboa, estará em condições para dar todas as explicações que lhe foram pedidas”.

Quanto a mais comentários sobre o assunto, a candidata social-democrata foi taxativa. “Eu não alimento esse tipo de polémicas relativamente a adversários e muito menos a três semanas das eleições”.

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Então se já entregou uma declaração que até diz mais que o que deve, qual é o interesse de entregar outra agora? Tudo mal explicado e a cheirar mal…

    • Qual é a parte do “…uma vez que faltam poucos dias para entregar uma nova declaração ao Tribunal Constitucional referente ao fim do mandato na Câmara de Lisboa.” que não percebe???

    • Mal explicado ou não percebe o que foi dito?
      Não sabe que tem de entregar uma declaração quando iniciam o mandato e outra quando terminam , pois só assim se sabe os bens com que começou e com que termina.

      È assim que querem ganhar as eleições, caluniando o melhor canditado a LISBOA

  2. Pois, o sr Medina já veio à televisão e disse que queria “esclarecer de forma muito clara” o ocorrido.
    O sr. Medina explicou:

    (início de citação) “As alegações são totalmente falsas.” (fim de citação!)

    Obrigado sr. Medina por não tomar os portugueses por palermas e contrapor tão absurdas e infundadas desconfianças com tão claras e pormenorizadas explicações.
    Os portugueses ficaram totalmente esclarecidos…

    • Deve ouvir muito mal, pois ele até explicou a entrada que deu no contrato promessa compra e venda e que pediu empréstimo, para liquidar o restante.

      • Pois, de facto não ouvi, até fiz questão de recuar várias vezes a gravação. As citações são textuais, sem tirar nem por uma única palavra.

        Para quem quiser e puder verificar, é ver na RTP3, serviço noticioso “3 às 17”, pelas 17h:24.

        Não sei porque terá achado inacreditável o relatado…

  3. Pronto pronto. Peço desculpa por ter interpretado mal o texto. Mas como estávamos a falar do tipo que afixou cartazes de obra feita pela cidade em plena campanha eleitoral uma coisa levou à outra.

RESPONDER

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …

Os furacões podem provocar atividade sísmica tal como um terramoto

Uma equipa de cientistas descobriu um novo fenómeno geofísico no qual furacões ou fortes tempestades podem produzir vibrações no fundo do oceano tão fortes quanto um terramoto de magnitude 3.5. "As tempestades, furacões ou ciclones extratropicais …

Quem anda mais devagar pode envelhecer mais rapidamente

A velocidade a que caminham as pessoas aos 45 anos pode ser um indicador de como é que o cérebro e o corpo envelhecem, revela um novo estudo levado a cabo por uma equipa de …

Sporting apresentou participação disciplinar à FPF contra o Alverca

O Sporting participou ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) contra a utilização de Luan pelo Alverca no jogo da Taça de Portugal, confirmou à agência Lusa fonte ligada ao processo. Em causa, …

Há um país europeu que está a "importar" padres da Índia

O clero irlandês está a ficar cada vez mais envelhecido e as novas gerações parecem menosprezar a profissão. Por isso, a Igreja procura soluções no exterior. Há dois anos, o padre Francis Xavier Kochuveettil aterrou no …

Fábio Silva fez história na goleada frente ao Coimbrões

Fábio Silva, o jovem avançado do FC Porto, fez este sábado história no jogo frente ao Coimbrões: tornou-se o mais jovem de sempre a marcar pelos dragões. No jogo deste sábado para a Taça da …

Relação com o PS "nunca foi fácil", diz Catarina Martins

O Bloco de Esquerda assumiu este sábado que a relação com o PS “nunca foi fácil” e recusou que a perda de votos e a falta de um acordo de maioria parlamentar possam ser encarados …

Pedro Rodrigues, ex-líder da JSD, quer liderar a bancada do PSD

O antigo líder da JSD Pedro Rodrigues quer liderar a bancada parlamentar do PSD durante a próxima legislatura, avança o Expresso este sábado, dando conta que o deputado eleito por Lisboa já está a recolher …