Medidas do Governo para combater a pandemia custam 27 mil milhões de euros

Manuel de Almeida / Lusa

O pacote de medidas do Governo aprovadas para combater a pandemia de covid-19 ascendem a 27 mil milhões de euros. Só 0,7% deste montante vai contar para o défice.

As contas são apresentadas pelo Ministério das Finanças no Programa de Estabilidade (PE), entregue esta quinta-feira, ao Parlamento. Apenas 0,7% deste valor é que vai contar para o défice português.

Estas medidas que efetivamente podem afetar o défice “representam, no seu conjunto, um pacote orçamental de cerca de 2 mil milhões de euros por mês (0,9% do PIB), incluindo medidas com incidência única”. No entanto, o ministro das Finanças, Mário Centena, alerta que há uma segunda vaga de despesas que não cabem nas contas do défice.

“Acresce um pacote de medidas discricionárias com impacto financeiro e sem impacto orçamental de mais de 25,1 mil milhões de euros (11,8% do PIB), incluindo apoio à liquidez das empresas, concessão de incentivos, moratórias de crédito e de rendas, e prorrogações fiscais e contributivas”, lê-se no Programa de Estabilidade citado pelo Diário de Notícias.

“As medidas com maior impacto orçamental mensal serão o lay-off e o apoio à retoma de atividade empresarial (0,5% do PIB de 2019), a aquisição de equipamentos de proteção individual e ventiladores (0,1% do PIB de 2019), o subsídio de doença (0,07% do PIB de 2019) e o apoio excecional à família (0,06% do PIB de 2019)”, lê-se ainda no PE.

Em termos financeiros, “destaca-se as moratórias no crédito à habitação e no crédito a empresas (5,3% do PIB de 2019), a prorrogação de impostos e contribuições da Segurança Social (3,7% do PIB) e as medidas de liquidez para apoiar o tecido empresarial nacional e as autarquias locais (1,9% do PIB de 2019)”.

Há ainda um segundo pacote de medidas, que ascende a 11,8% do PIB, mas que não é vai às contas de Bruxelas e do Eurostat. Neste conjunto estão incluídas as “prorrogações de obrigações fiscais e contributivas”, as moratórias de créditos bancários, à habitação e outros.  Estas medidas não afetam o saldo orçamental, uma vez que as dívidas terão de ser pagas após a crise passar, explica o DN.

Em entrevista à RTP, Mário Centeno falou sobre o impacto concreto do coronavírus na economia. No mês de abril, as quebras de atividade lesaram a economia em 6,5 pontos percentuais e deixou mais 75 mil pessoas desempregadas comparativamente ao mesmo mês do ano passado, escreve o Observador.

“Temos números do desemprego que mostram um aumento significativo. Estamos a falar do aumento do número de registados nos centros de emprego na ordem dos 75 mil a mais face a abril do ano passado”, revelou o ministro das Finanças.

Centeno prevê ainda que a taxa de desemprego até final de 2020 deverá crescer 3 ou 4 pontos percentuais face à trajetória anterior. O governante realçou ainda que, antes da pandemia, “a economia portuguesa estava numa trajetória bastante virtuosa de crescimento, de redução do desemprego, aumento do emprego, dos salários”.

O responsável pela pasta das Finanças antecipa ainda que no mês de maio haverá mais atividade, principalmente devido à retoma gradual da normalidade. “Prevemos que ao longo do ano de 2022, estejamos a recuperar os níveis de atividade de 2019”, adiantou ainda.

A Comissão Europeia projeta que o PIB português vai contrair 6,8% em 2020 e recuperar 5,8% no ano seguinte, embora Centeno realce que estes são números especulativos: “Não está aí considerado o impacto do Plano de Recuperação Económica que a Comissão Europeia tem que avançar nas próximas semanas”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …

Há quatro distritos sem meios aéreos de combate a incêndios. PSD denuncia "grave violação do planeamento"

O PSD denuncia a falta de, pelo menos, oito helicópteros ligeiros e de todas as aeronaves de coordenação previstas no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais. Este domingo, o PSD questionou o Governo relativamente ao …

Desemprego sobe 52% entre jovens até aos 24 anos

O desemprego entre os jovens até aos 24 anos disparou à boleia da pandemia de covid-19, que já fez mais de 1.300 vítimas mortais em Portugal. De acordo com o Jornal de Notícias, que avança …

Orçamento Retificativo: entre um cocktail de propostas e os apoios que Costa prefere segurar

António Costa decidiu ouvir todos os partidos com assento parlamentar antes de desenhar o esboço final do Orçamento Retificativo. Os encontros decorrem entre segunda e terça-feira. O primeiro-ministro recebe, entre hoje a amanhã, todos os partidos …

Descobertos fósseis do maior canguru do mundo e lagarto com seis metros

Os fósseis do maior canguru do mundo e de um lagarto com 6 metros de comprimento foram alguns dos achados de uma equipa de paleontólogos na Austrália. Uma equipa de paleontólogos relatou a descoberta de uma …

"Resolvia metade dos problemas sociais". PCP critica verba para o Novo Banco

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) disse este domingo que os 850 milhões de euros transferidos recentemente para o Novo Banco davam para “resolver metade dos problemas sociais que neste momento existem”. “Tantas vezes nos …