Médico do INEM ganhou 77 mil euros em 2017 (e foi pago pelos transportes que recusou)

Tiago Petinga / Lusa

O médico cirurgião António Peças, afastado do INEM por alegadamente se ter recusado a helitransportar doentes e após ter sido apanhado numa tourada quando disse estar “indisposto” para transportar um paciente, recebeu 77 mil euros pelos serviços prestados à entidade em 2017, sendo pago nomeadamente pelos transportes que rejeitou.

Estas contas são avançadas pelo Diário de Notícias (DN) que apurou que Peças recebeu do INEM pagamentos de 77 mil euros em 2017, sendo pago também pelos transportes de doentes que recusou fazer.

Peças recusou transportar dois doentes urgentes e foi apanhado numa tourada quando tinha dito que estava “indisposto”, com diarreia e vómitos, para transportar outro doente. Mas mesmo estes serviços que não prestou, terão sido pagos pelo INEM.

O DN aponta que “basta estar escalado” para os serviços de emergência para se receber. Os médicos ao serviço do INEM ganham 20,89 euros à hora quando estão escalados durante o dia, até às 20 horas. Depois dessa hora e aos fins-de-semana, o valor passa para os 40 euros por hora, conforme dados avançados pelo jornal.

O médico trabalha há vários anos no INEM, tanto nas VMER como nos helicópteros. Mas a sua principal actividade é como cirurgião no hospital Espírito Santo de Évora, onde pertence aos quadros e onde “faz as 40 horas semanais em três dias, um de 24 horas nas urgências e dois de oito horas cada”, como destaca o DN.

Além disso, também acompanha touradas como médico de prevenção, estando a ser investigado pela Ordem dos Médicos, pela Inspecção-Geral das Actividades em Saúde (IGAS) e pelo Departamento de Investigação e Acção Penal de Évora, suspeitando-se de que terá prestado serviços a mais do que uma entidade em simultâneo, sendo pago por ambas.

Indemnização de 44 mil euros por afastamento abusivo

Desde o início da semana que António Peças tem estado no centro das atenções mediáticas, depois de ter sido afastado do INEM.

Mas já em 2012, António Peças tinha tido problemas com o INEM, tendo sido retirado das escalas da viatura médica de emergência e reanimação do hospital de Évora, onde trabalha.

Na altura, em 2012, a coordenadora da escala da VMER do hospital de Évora decidiu retirar o médico das escalas, após uma troca de emails em que considerou que António Peças tinha sido ofensivo.

Quatro ano depois, em 2016, o médico voltou às escalas por decisão do tribunal do trabalho de Évora, que considerou ainda que António Peças tinha direito a receber uma indemnização de 44 mil euros.

Segundo escreveu o Diário de Notícias em 2016, o tribunal de Évora condenou o hospital a reintegrar o médico por considerar que foi afastado de forma abusiva, por alguém que não tinha poder para o fazer e sem que tivesse sido aberto qualquer processo disciplinar para o efeito.

Peças esteve no sismo do Haiti e na visita do Papa

António Peças integrou, em 2010, a equipa de oito elementos do INEM que esteve a prestar ajuda e assistência às vítimas do sismo no Haiti, em Janeiro desse ano.

Foi também o médico do INEM responsável por acompanhar o Papa Bento XVI quando, também em 2010, visitou Portugal. Sobre essa experiência chegou a relatar em entrevista à agência Lusa que foi a situação em que sentiu maior responsabilidade sobre si próprio.

António Peças é um aficionado e chegou a ser forcado, tendo também estudado engenharia zootécnica.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Pois.. e por isso o “animal” inventava mil e uma desculpas e tratava mal os colegas – para receber sem fazer nenhum!
    Animal parasita!!

  2. Não há nenhum forcado que lhe pegue pelos cornos, e um toureiro que lhe espete umas bandarilhas …. esta tourada eu ia gostar de ver…

  3. É o país que temos. “24 horas nas urgências como cirurgião, coitados dos que lhe calham às entre as 20H e as 24h do serviço nas mãos “. 77.000 € do Inem + horário completo de cirurgião feito em 3 dias em Évora + touradas e outras actividades extra + consultas . E o Fisco não consegue ver ???
    De certeza que os professores também gostariam de dar 3 dias de aulas e fechar a loja da semana, os funcionários dos tribunais idem etc. Não vale a pena, salve-se quem puder …

  4. Isto é escandaloso. Recebe quer faça quer não faça. Logo, cria todo o tipo de bloqueios para não fazer nada. Como o ganha na mesma… quietinho, levanta obstáculos de todo o género. É apenas mais um bandalhozeco que bem poderia ter seguido a carreira de político. Está em linha com eles.
    Acho ainda obsceno o valor das remunerações tendo em consideração que em muitos casos nada faz.

    Não vistam os coletes, não…

  5. Todos os dias a ler ou ouvir comentários sobre corruptos e maus prestadores de serviços é caso para perguntar se uma “democracia” nestas condições irá ter pernas para andar durante muito tempo!.

RESPONDER

Afinal comer um ovo por dia é mau outra vez

Afinal, comer um ovo por dia não é assim tão bom para a saúde como estudos recentes sugeriam. O maior consumo de ovos e colesterol pode aumentar o risco de doenças cardíacas e de morte …

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …