Médica agredida por utente na urgência do hospital de Setúbal

Uma médica foi agredida com violência por uma utente no serviço de urgência do hospital de S. Bernardo, em Setúbal, na madrugada desta sexta-feira.

Uma médica do Hospital de São Bernardo, em Setúbal, foi agredida com violência por uma utente na madrugada desta sexta-feira. Segundo o Jornal de Notícias, a profissional de saúde teve de ser transferida para Lisboa, onde foi sujeita a uma pequena cirurgia no hospital de S. José.

A agressora – uma utente que esperava pelo atendimento no serviço de urgência – terá entrado no gabinete da médica e agrediu-a, puxando-lhe os cabelos e enfiando-lhe um dedo no olho. A agressora foi identificada pela PSP no hospital e, mais tarde, acabou por ser libertada.

Em comunicado enviado ao JN, a administração do Centro Hospitalar de Setúbal refere que “no exercício das funções da prestação de cuidados aos utentes os profissionais de saúde estão sujeitos a riscos que tentamos minimizar”. “O Centro Hospitalar de Setúbal está a dar todo o apoio à profissional visada”, salienta em comunicado a administração, que referiu ainda que “o incidente foi encaminhado para as entidades competentes”.

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) lamenta que este crime seja “encarado por parte de alguns protagonistas do sistema de justiça com alguma ligeireza, restituindo o agressor à liberdade e perpetuando o sentimento de impunidade”.

Segundo o Público, o sindicato sugere que se equacione que “em situações semelhantes os médicos ao serviço interrompam a sua atividade – à exceção dos doentes laranja e vermelhos – em solidariedade para com as vítimas e até que estejam restabelecidas plenas condições de segurança”.

O mesmo diário revela que, no primeiro semestre deste ano, as queixas de agressões a profissionais de saúde atingiram um valor recorde. Entre janeiro e junho, registaram-se 637 notificações, quando no mesmo período do ano passado tinham sido 439.

O total de notificações envolve casos de assédio moral, episódios de violência física – que são menos frequentes (pouco mais de 10% do total) – e violência verbal, que representa cerca de um quinto do total das notificações.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Paragrafo 4 , “a agressora” passa a ser “o agressor”. É verdade que não são situações (raras) e cada vez mais se assiste ao desespero de quem espera, desespera. Sem legitimar de forma alguma este tipo de comportamento, que tem de ser seriamente reprimido, receio que iremos assistir com mais frequência a tais ocorrências. É tempo de ter um SNS seguro e com qualidade !

  2. Isto só prova que a situação não era urgente e que essa brutamontes não precisava de cuidados imediatos!
    Há que punir severamente a selvagem que fez isto e, se for caso disso, recambiar-la para a terra dela!!

RESPONDER

Bloco apoia travão ao desconfinamento na região de Lisboa

O Bloco de Esquerda apoiou o adiamento do levantamento de restrições impostas pela pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo, destacando que é importante aumentar a vigilância nas empresas de construção e trabalho …

Descoberto "cemitério" de mamutes nos arredores da Cidade do México

Investigadores descobriram um "cemitério" com cerca de 60 mamutes nos arredores da Cidade do México, avança o Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) do país. De acordo com o site Live Science, a descoberta aconteceu, …

David Luiz confirma rumores. Regresso "vai acontecer se o presidente permitir e os adeptos quiserem"

David Luiz confirmou este sábado os rumores que davam conta que o Benfica e o jogador estavam a negociar um eventual regresso do brasileiro à Luz. Em entrevista ao desportivo Record, David Luiz confirmou a …

Cães treinados para proteger animais selvagens salvam 45 rinocerontes

Há inúmeras razões que explicam o motivo pelo qual os cães são conhecidos como o melhor amigo do Homem. Além de leais e inteligentes, dão sempre o corpo às balas, mesmo nos piores momentos. Quarenta e …

Fez-se história. Foguetão da SpaceX lançado com sucesso rumo à EEI

O primeiro foguetão concebido e construído por uma empresa privada, a SpaceX, de Elon Musk, levando a bordo dois astronautas foi lançado este sábado na presença do Presidente do Estados Unidos, Donald Trump. O lançamento decorreu …

"A Rússia não permitirá a privatização da Lua", avisa Roscosmos

A Rússia não permitirá a privatização da Lua, independentemente de quem avance a iniciativa, avisou o chefe da agência espacial russa (Roscosmos), Dmitri Rogozin, em entrevista ao jornal Komsomólskaya Pravda. "Não permitiremos que ninguém privatize a …

Plataforma flutuante extrai energia das ondas, do vento e do Sol

A empresa alemã Sinn Power criou uma plataforma marítima flutuante capaz de gerar energia renovável a partir de ondas, vento e energia solar. A plataforma híbrida combina turbinas eólicas, painéis solares e coletores de energia das …

Balneários proibidos e 3 metros de distância. As regras da DGS para a prática de exercício físico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomenda uma distância mínima de três metros entre pessoas que pratiquem exercício físico, no âmbito das medidas de prevenção da pandemia de covid-19. A orientação, intitulada “Procedimentos de Prevenção e Controlo …

Astronautas da NASA já se preparam para voo histórico a bordo do foguetão da Space X

Dois astronautas da NASA já estão a equipar-se para o lançamento histórico de um foguetão concebido e construído pela empresa SpaceX, de Elon Musk, apesar de as previsões meteorológicas indicarem mais tempestades. Com o voo já …

Há dez anos, Portugal adotou a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo

Portugal adotou há 10 anos a lei que permitiu o casamento entre pessoas do mesmo sexo, após um debate fraturante que remeteu para mais tarde a adoção de crianças por estes casais, possível apenas desde …